Pesquisar
Close this search box.
/
/
5 tendências que vão impactar a indústria do turismo em 2020

5 tendências que vão impactar a indústria do turismo em 2020

"Flight shaming" e o impacto da Geração Z são alguns dos assuntos que irão dominar o tema neste ano

A vontade de viajar, explorar o mundo e conhecer novos lugares é uma das características humanas mais antigas que existem. O que antes era exploração e descobrimento virou uma indústria bilionária que gera empregos, movimenta economias e desenvolve cidades e países. No começo deste ano, a consultoria Skift publicou seu relatório anual de megatendências para a indústria do turismo em 2020.

Selecionamos abaixo os principais temas que irão impactar o mercado de viagens em 2020, de acordo com o relatório. CONFIRA:

1. A invasão da Geração Z

Os millennials foram o foco da indústria do turismo nos últimos anos. Mas, com a chegada da Geração Z, que compreende as pessoas nascidas entre meados dos anos 1990 e 2009, ao mercado de trabalho, esse cenário vai mudar. Em 2020, a Gen Z passará a abranger a maior fatia da população mundial e terá, pela primeira vez na vida, dinheiro e autonomia para assumir o controle de suas próprias viagens.

Esta geração é definida pelo fato de seus membros estarem imersos em tecnologia, como celulares, internet e mídias sociais, desde muito jovens.

É ainda altamente influenciada pelas redes sociais, e o smartphone é a principal ferramenta para pesquisas e reservas.

Para se ter ideia, uma das tendências para 2020 é a popularização de atrações “instagramáveis”, feitas sob medida para ficar bem nas redes sociais, como Museum of Ice Cream e a Color Factory. 

turismo

2. Turismo de bem-estar para os mais velhos

A ONU projeta que, até 2050, o mundo terá mais de 2,1 bilhões de pessoas com mais de 60 anos. A indústria do turismo está se preparando desde já para acomodar esse público mais sênior e uma das tendências para 2020, segundo o relatório, é o surgimento de destinos e programas de bem-estar voltados para os baby boomers mais jovens e uma parcela mais velha dos membros da Geração X, ou seja aqueles entre 45 e 60 anos.

Em vez de oferecer maneiras de evitar o inevitável declínio físico, como spas e retiros de yoga, as empresas de viagens estão oferecendo maneiras novas e inovadoras de abordar a mente e o espírito para este público. Em 2020, a tendência é o surgimento de sabáticos de bem-estar para turistas na meia idade.

3. Equilíbrio contra o excesso de turistas

No passado, o sucesso de um destino turístico era calculado pelo número visitantes que recebia ano a ano. Agora, com algumas cidades e países sofrendo as consequências do “overtourism”, ou “turismo excessivo”, em tradução literal, o sucesso de um destino também precisa ser medido pelo desenvolvimento sustentável do local e pelo bem-estar dos moradores e comerciantes locais. Segundo o relatório, os destinos que permanecerão competitivos e atraentes terão que começar a preservar suas comunidades e patrimônios culturais.

+ SOBRE O ASSUNTO: Efeito “perrengue chique”: o que as cidades estão fazendo para conter excesso de turistas

Em 2020, os órgãos de turismo dos países devem buscar novas maneiras de conter os problemas do turismo em excesso, seja tentando levar os viajantes para destinos menos procurados no país ou, em casos mais drásticos, limitando ou até proibindo a entrada de turistas, como é o caso da ilha de Maya Bay, na Tailândia, que foi fechada para turismo até 2021 para que o ecossistema do local se recupere da exploração em alta escala dos últimos anos.

turismo

4. Novas rotas dos voos super longos

Em 2019, a companhia aérea australiana Qantas bateu recorde ao realizar um voo de passageiros de 20 horas, de Nova York para Sydney, sem escalas.

Essa modalidade de voos superlongos deve crescer em 2020, com novas rotas diretas entre pontos longínquos que antes precisariam de pelo menos uma escala. Isso é possível por conta da nova geração de aviões, o Boeing 787 e o Airbus A350, que têm autonomia e são economicamente viáveis para realizar esse tipo de voo.

Com a popularização dos voos superlongos, poderemos ver o surgimento de rotas que antes eram improváveis, como São Paulo – Bangkok ou São Francisco – Nova Delhi, por exemplo.

De acordo com o relatório, estes voos longos podem prejudicar hubs consolidados, especialmente no Oriente Médio, como Dubai e Doha, que hoje servem de conexão entre viajantes das Américas/Europa e Ásia.

turismo

5. “Flight shaming”

A culpa pelo custo ambiental das viagens aéreas, que ficou conhecida como “flight shaming”, está fazendo com que os turistas mais socialmente responsáveis procurem maneiras de compensar as emissões de carbono dos voos e também adotem meios de transporte alternativos, sempre que possível.

No âmbito do turismo de negócios, a busca pela redução de custos e um compromisso mais sólido com a sustentabilidade resultará em uma redução de viagens de negócios desnecessárias. No lugar das viagens, haverá um crescimento de reuniões e eventos remotos, usando novas tecnologias de telepresença.

JÁ SEGUE A CONSUMIDOR MODERNO NO INSTAGRAM?

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Consumidor Moderno (@consumidormoderno) em

 


+ TURISMO

Pesquisa mapeia tendências de viagem e turismo de cada geração
Efeito “perrengue chique”: o que as cidades estão fazendo para conter excesso de turistas
Os destinos de viagem que devem ser tendência em 2020

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]