Pesquisar
Close this search box.
/
/
Top 10 de crescimento de varejo eletrônico tem Brasil em segundo lugar

Top 10 de crescimento de varejo eletrônico tem Brasil em segundo lugar

China se mantém como maior e-commerce no futuro previsível e Índia é o que mais cresce. Brasil entra para o top 10 de maiores e-commerce

Não é segredo que a pandemia deflagrou uma forte aceleração do varejo eletrônico em vários países, trazendo amadurecimento a certos emergentes que se mostravam relativamente atrasados. Desde março de 2020, o crescimento em certos mercados tem sido tão puxado que previsões foram revistas. Ainda que a lista referente aos maiores e-commerces em termos de tamanho não tenha mudado muito, o top 10 dos mercados eletrônicos que mais crescem vem apresentando surpresas hora sim, hora também.

Segundo o Previsão para o E-commerce Global 2021, da consultoria eMarketer, o Top 10 de crescimento de varejo online tem o Brasil em segundo lugar para 2021. Segundo as estimativas, o País terá um avanço de 26,8%, à frente de outros emergentes como Rússia, Argentina e México. A média global prevista para o crescimento do e-commerce neste ano é de 16,8%.

Há diversos indícios que baseiam uma previsão otimista sobre o e-commerce brasileiro. As startups de soluções ao varejo são um exemplo. Em termos de investimento, elas já bateram o total de aportes de 2020, superando os US$ 700 milhões. Nos pagamentos, o varejo já conta com uma maturidade digital para resolver gargalos nos processamentos das transações, além de contar com um celeiro de retailstechs de fidelidade em ponto de ebulição.

Ainda assim, a Índia será o mercado de comércio eletrônico de crescimento mais rápido neste ano. Embora o crescimento total das vendas no varejo da Índia tenha despencado em 2020, seu e-commerce segue em ritmo forte. Segundo a eMarketer, as vendas digitais devem aumentar 27% no país este ano, à medida que mais varejistas lançam ou expandem suas lojas online. “Isso levará o país ao oitavo lugar na tabela anual de vendas de comércio eletrônico no varejo”, conforme a previsão.

Vale lembrar que na pesquisa da eMarketer de 2020, o mercado latino desbancou todos os outros continentes em termos de crescimento do e-commerce. A Argentina foi o mercado que mais cresceu, beirando os 80% de avanço. O Brasil avançou 35%, pelos cálculos da consultoria, quando o crescimento global foi de 27,6%.

O estudo também chama a atenção da Rússia, que estreia no ranking dos 10 mercados eletrônicos que mais crescem, com um aumento estimado de 26,1% em 2021.

Brasil e varejo 2 traduzido
Fonte: eMarketer

Maiores e-commerces

Em 2021, a região Ásia-Pacífico será de longe o maior mercado de comércio eletrônico de varejo, com vendas digitais chegando a quase US $ 3 trilhões. Assim, seu e-commerce se tornará três vezes maior que o varejo eletrônico da América do Norte e quase cinco vezes maiores do que na Europa Ocidental.

A China é o mercado maior comércio eletrônico do mundo por uma grande considerável. “O grande número de compradores digitais e seu crescente poder de compra coletiva manterão a China na liderança em qualquer futuro previsível”, prevê o estudo. A China corresponderá por ​​52,1% de todas as vendas de comércio eletrônico no varejo em todo o mundo neste ano, ultrapassando, em muito, os 19% dos EUA.

Ainda no subcontinente asiático, a Índia é a grande promissora porque acredita-se que seu potencial para comércio eletrônico ainda não foi explorado, muito por conta da pandemia, o que deve manter o crescimento latente entre 2021 e 2025.

A América do Norte será a segunda maior região, com as vendas no varejo digital em torno de US $ 1 trilhão neste ano. A América Latina, que ficou atrás da Europa Central e Oriental em 2020, vai superá-las em 2021 mediante sua contínua arrancada em países como Brasil e Argentina, com vendas estimadas US $ 131,4 bilhões. Dado o forte incremento do e-commerce brasileiro em 2020 e 2021, o País deve fechar o ano como 10 º maior varejo eletrônico do mundo.

Brasil e varejo traduzido
Fonte: eMarketer

Ainda assim, os cinco principais mercados de comércio eletrônico permaneceram os mesmos desde 2018, e a previsão é que China, Estados Unidos, Reino Unido, Japão e Coreia do Sul continuem como os cinco principais até 2025. O estudo aponta que há uma concentração nos países com mais aumento e tamanho de e-commerce, já que o número de países onde o comércio eletrônico deve expandir dois dígitos está aumentando.

“Antes da pandemia, apenas oito dos 32 mercados que cobrimos registravam penetração do comércio eletrônico na casa dos dois dígitos. Em 2020, essa lista se expandiu para 16 mercados e incluirá 22 mercados até 2025”, aponta o estudo.


+ Notícias

Grandes varejistas e Big Techs convidam fashiontechs para a elite da moda

Mercado Livre e Arezzo se unem para marca “mais democrática” e informativa

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]