Pesquisar
Close this search box.
/
/
Quais as tendências de CX do setor de moda para 2022?

Quais as tendências de CX do setor de moda para 2022?

Ambientes digitais, conveniência, sustentabilidade… Entender o comportamento do cliente no setor de moda é essencial para fortalecer o varejo no próximo ano

O setor de moda é um dos mercados mais relevantes no Brasil: o país figura entre os cinco maiores produtores e consumidores de denim (tecido usado para fazer o jeans) do mundo, além de estar entre os quatro maiores produtores mundiais de malhas, segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, a ABIT.

E, apesar dos reflexos negativos da pandemia na economia, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas constatou que, nos primeiros semestres de 2020 e 2021, houve um aumento de empreendimentos no setor da moda de 16% em relação ao mesmo período de 2018 e 2019, com mais de 440 mil negócios formalizados como microempreendimentos nesse setor.

De acordo com dados da McKinsey & Company, o mercado de moda registrou um declínio de 20% nas receitas entre 2019-20, mas o cenário agora é de recuperação: o negócio da moda deve ganhar impulso em 2022, à medida que os consumidores liberam seu poder de compra reprimido e desejam se vestir para impressionar.

Metaverso digital, sustentabilidade e outras tendências do setor de moda

O e-commerce, sem dúvidas, garantiu o seu protagonismo durante a pandemia – e já está mais do que estabelecido no setor de moda. Segundo o relatório da McKinsey, os ambientes digitais hiper interativos são uma forte tendência para 2022, com novas abordagens para a criatividade e o comércio online, como skins de jogos e moda virtual chegando mais perto do mainstream.

O relatório afirma que algumas marcas já expandiram-se para o metaverso, lançando lojas virtuais, jogos e eventos digitais. Nos próximos 12 meses, esses esforços ganharão força, já que o comércio social no aplicativo desempenha um papel cada vez mais importante.

Também os temas de sustentabilidade e bem-estar fazem cada vez mais parte da agenda da moda, o que converge para atender as necessidades dos consumidores pensando na experiência do cliente.

Claudio Barone é diretor da Youcom, uma marca das Lojas Renner, especializada em moda jovem. Para ele, as expectativas da marca para o atendimento ao cliente em 2022 é de, cada vez mais, conhecer e identificar o seu cliente, independentemente do ponto de contato, para entregar um atendimento mais próximo, personalizado e efetivo.

“É, sem dúvida, um esforço conjunto de todos os setores da empresa e, sobretudo, de uma estratégia sólida e bem definida”, comenta o executivo.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

A experiência do cliente no centro

Para Barone, o principal desafio relacionado à CX segue alinhado com a expectativa – “para termos clientes cada vez mais engajados e fiéis à marca, é preciso saber quem eles são, quais suas necessidades e desejos, bem como ter empatia em relação à experiência que entregamos ao longo de todo o processo de interação com a Youcom”, destaca.

A maneira mais eficaz para isso acontecer é mapeando a jornada do cliente. Dentro deste processo, o atendimento traz informações valiosas que levam a entender por que eles entram em contato e como é possível aprimorar produtos e serviços a partir disso.

“Então, acreditamos que o nosso maior desafio e, ao mesmo tempo preocupação, é garantir que estamos continuamente aperfeiçoando a experiência de contato com a marca, tornando-a mais qualificada e fluida possível para nossos consumidores”, afirma o diretor.

Como o varejo de moda projeta o CX para 2022

De acordo com o executivo da Youcom, é muito importante conhecer profundamente o comportamento do cliente e a sua jornada com a marca.

Entender o comportamento e olhar para os insights dos clientes têm a capacidade de agregar valor infinito ao negócio – eles apontam para oportunidades de reduzir custos, atrair novos clientes e reter os existentes. As percepções dos clientes deveriam ser usadas para ajudar a priorizar decisões de investimento e alocação de recursos.

Ter uma cultura verdadeiramente centrada no cliente, permite atuar em um ciclo contínuo de melhorias, reduzindo o atrito na jornada, o que, por consequência, ajuda a tornar o cliente mais engajado e até mesmo, mais fiel à marca.

Transformar informações, insights e preferências dos clientes para resolver os desafios e problemas de negócio, é um grande desafio e, ao mesmo tempo, uma tendência importante que precisa estar no radar para os próximos anos.

“Em setembro deste ano, a Youcom também lançou seu aplicativo exclusivo, disponível para todos os dispositivos digitais. E a operação omnichannel ganhou mais força com o ‘Retire em Loja’, disponível em toda a rede, e o Ship from Store (entrega do produto a partir da loja mais próxima da casa do cliente) em 55 unidades. Ainda, houve avanço no uso de dados, permitindo maior entendimento do consumidor, o que tem ajudado no relacionamento com os clientes e no mix de produtos ofertados. Na Youcom, 70% dos pedidos realizados na grande São Paulo são entregues no mesmo dia ou no dia seguinte”, conclui Claudio Barone.

Experiência, conveniência e outros anseios mais…

A Lojas Renner está ampliando a oferta de calçados femininos em aliança com novos parceiros estratégicos, ao mesmo tempo em que passa a criar espaços exclusivos para os produtos em um formato inédito entre as grandes varejistas multimarcas do setor no Brasil.

A expansão e qualificação do portfólio são resultado de parcerias com marcas como My Shoes, Anacapri e Brizza, do grupo Arezzo&Co, e Melissa, do grupo Grendene, que chegam às lojas durante o quarto trimestre deste ano e se somam a outras já disponíveis como Via Marte, Bottero e Vizzano.

O novo posicionamento, apoiado no store design, inclui a criação de espaços no interior das lojas dedicados exclusivamente à oferta dos calçados e acessórios. O modelo prevê facilidades como checkout próprio e opção de venda com suporte especializado de colaboradores.

A estreia do formato aconteceu no dia 30 de outubro, na reinauguração da loja no shopping center Rio Sul, no Rio de Janeiro, a primeira construída dentro das premissas da economia circular em todo o país.

A unidade da Renner no Rio Sul é a primeira loja circular do varejo brasileiro. Para esta iniciativa pioneira, a marca desenvolveu um modelo de infraestrutura física baseado na omnicanalidade e na economia circular, conceito que associa o desenvolvimento ao melhor uso de recursos, priorizando insumos mais sustentáveis.

Constituída em 1965, a Lojas Renner S.A. possui em seu ecossistema de moda e lifestyle as marcas Renner, que tem roupas e acessórios para todos os estilos; Camicado, empresa do segmento de casa e decoração; Youcom, especializada em moda jovem; Ashua Curve & Plus Size, que oferece roupas nos tamanhos 46 a 54; e Repassa, plataforma de revenda de roupas, calçados e acessórios.

Atualmente, são mais de 600 lojas em operação, considerando todos os negócios.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

+Notícias

4 etapas indispensáveis para a fluidez na jornada do cliente

Metaverso: como a nova realidade pode impactar a experiência do cliente?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]