Pesquisar
Close this search box.
/
/
As principais tendências do consumidor, segundo o CX Trends 2022

As principais tendências do consumidor, segundo o CX Trends 2022

Relatório revela os gostos, preferências e desagrados dos clientes dentro durante o processo de compra

Assim como os gostos e vontades pessoais e profissionais dos indivíduos mudam ao longo dos anos, as preferências e o comportamento de consumo do consumidor também se modificam e se readaptam.

Nos dias atuais, devido a diversas transformações sociais, culturais, políticas e sanitárias (esta última tendo como principal fator a covid-19), a sociedade passou a ter um olhar mais apurado para suas predileções na hora das compras.

Por sua vez, as novas inclinações estão ligadas não somente a qualidade do produto, como também ao atendimento oferecido pela marca, que vai desde a pré até a pós-venda.

Para saber a fundo o que os consumidores desejam em suas experiências de compra, as empresas Octadesk e Opinion Box se juntaram para criar um relatório completo sobre o tema, o CX Trends 2022.

A pesquisa, que reuniu 2109 indivíduos de todo o Brasil, mapeou as tendências de consumo da população de forma geral, o que inclui preferências e desagrados em relação aos modos de pagamento, aos formatos de aquisição e entrega de mercadorias, ao atendimento digital oferecido pelas marcas, entre outros pontos muito interessantes. Confira a seguir:

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Ações e estratégias apreciadas pelos consumidores

Antes de mais nada, é importante ressaltar que algumas ações e estratégias simples, muitas vezes adotadas pelas marcas, já têm o poder de proporcionar uma experiência de compra agradável para milhares de clientes.

Segundo o relatório CX Trends, o pagamento por Pix, o delivery, o pagamento por carteiras digitais, a compra no site e a retirada em lojas físicas, o e-commerce, as liquidações, as compras por redes sociais, WhatsApp e telefone, foram, respectivamente, as operações mais utilizadas pelos consumidores em 2021.

Leia mais: Serviços de mensageria se fortalecem como meios de pagamento

Além disso, a mesma pesquisa aponta que uma significativa parte dos compradores ainda pretende utilizar esses recursos ao longo de 2022.

Experiência ruim: um caminho certeiro para a perda de clientes

Não é segredo para ninguém que marcas que oferecem uma boa experiência são capazes de cativar milhares de pessoas. E como dito anteriormente, essa “vivência agradável” pode ser conquistada através de fatores simples.

Contudo, uma experiência negativa pode acarretar diversas consequências para a empresa, incluindo a desistência da compra. De acordo com o relatório CX Trends, em 2021, 62% dos entrevistados já desistiram de consumir algo devido a uma vivência ruim.

Fonte: CX Trends

Experiências negativas em compras online

Além das desistências em compras físicas, muitos consumidores, devido a experiências negativas, também desistiram da aquisição online.

O CX Trends aponta os principais motivos que levam os clientes a não finalizarem uma obtenção digital são: frete muito alto (65%), preços elevados (56%), empresa não confiável (55%), prazo de entrega muito longo (44%), atendentes mal preparados (39%), falta de canais de atendimento (37%), segurança de dados (35%), tempo de resposta muito longo (32%), opções de pagamento que não atendem (31%), etapas muito longas até chegar no carrinho (27%) e falta de parcelamento (23%).

Leia mais: Como o frete pode ser um aliado do aprimoramento do CX

Como os problemas poderiam ser resolvidos

No caso apresentado, alguns motivos para o interrompimento da aquisição online são tão genéricos, que poderiam ser facilmente resolvidos por parte das empresas. Por exemplo, segundo o relatório da Octadesk e Opinion Box, 69% dos entrevistados afirmam que eles teriam uma melhor experiência no consumo digital se as marcas reduzissem o preço do frete.

Ainda conforme a opinião dos entrevistados, algumas outras ações que poderiam ser realizadas pelas instituições para uma melhor vivência do consumidor são: disponibilização de cupons de desconto para futuras aquisições (52%), diminuição do tempo de entrega (50%), promoção de melhorias na navegação por smartphones (38%), descontos em pagamentos por Pix ou WhatsApp Pay (38%), aprimoramentos nas fotos e descrição dos produtos (37%), diminuição nas etapas para a conclusão da compra (32%), diminuição nos requerimentos de informações pessoais (30%) e a não exigência de cadastro para a conclusão da compra (29%).

Preferências para realizar as compras

Uma questão fundamental dentro da experiência de consumo do cliente é o formato da compra em si. O que será que eles preferem? Comprar no mundo físico ou online?

Bom, segundo o CX Trends, 55% dos entrevistados inclinam-se a realizar compras on-line. 20% deles acham melhor realizar a aquisição na loja física. 17% favorecem a compra on-line e a retirada na loja física. E por último, 8% das pessoas apresentam um favoritismo por comprar o produto na loja física e receber em casa.

Preferências no atendimento durante a compra

Além de saber como os clientes preferem consumir, é preciso também atentar-se a como eles gostariam de ser atendidos. Nesse caso, as marcas precisam compreender quais são as melhores formas de abordagem, seja por um humano (compra física) ou uma máquina (compra online).

E para ajudar as empresas a solucionarem essa questão, o estudo da Octadesk e Opinion Box revelou que 62% das pessoas preferem escolher a compra sem ajuda de um contratado, mas conseguir ajuda rapidamente se necessário. 21% têm preferência por escolher e comprar o produto sem auxílio dos funcionários. Por sua vez, 17% deles gostariam de receber assistência dos colaboradores.

Leia mais: As dores do autoatendimento segundo os consumidores

Preferências no pagamento on-line

Como visto anteriormente, a maioria das pessoas preferem realizar suas compras através do meio online. Logo, as marcas precisam atentar-se aos formatos de pagamento que os clientes mais aderem e, com isso, disponibilizá-los em suas lojas virtuais.

O cartão de crédito é o meio favorito dos consumidores para pagamento no meio digital (62%). Em seguida, vem o Pix (13%), o boleto (8%), o cartão de débito (7%) e, por último, a carteira digital (6%).

Canais mais utilizados para falar com a empresa durante a compra digital

Por fim, o último ponto a ser analisado em relação à experiência do cliente no mundo digital são os canais que os mesmos utilizam para entrar em contato com a empresa durante a compra. No caso, descobrindo essa informação, as marcas poderão investir de forma assertiva em tais ferramentas.

O estudo da Octadesk e Opinion Box mostra que 57% dos entrevistados entram em contato com as instituições através do WhatsApp. Em segundo lugar, utilizado por 49% das pessoas, vem o chat no site. Em terceiro, temos o e-mail, que é usado por 42% dos indivíduos.

Leia mais: A era do WhatsApp, o canal mais rápido para fechar uma venda

Os demais canais recorridos são: telefone (40%), site/e-commerce (32%), loja física (24%), Instagram (22%), formulário de contato no site (21%), Facebook (14%) e SMS (10%).

Uma boa experiência é igual a uma boa indicação

Após verificarmos os pontos de preferência dos clientes, precisamos entender o que os leva, no final das contas, a indicar os serviços das empresas para amigos, familiares, vizinhos e conhecidos.

Primeiramente, de acordo com o relatório, a experiência como um todo – com 29% dos votos – é o principal fator que garante uma boa indicação. O preço (15%), a qualidade do produto (15%), a confiança na marca (12%), o frete grátis (11%), os descontos (6%), a facilidade de compra (5%), o prazo de entrega (4%), a possibilidade de compra no site e retirada na loja física (3%) e os brindes (1%), são as demais razões que levam o consumidor a recomendar a marca.

De volta às compras

Após a finalização do processo de compra, um último ponto decisivo é o entendimento por parte das empresas dos fatores que levarão os clientes a realizarem uma nova aquisição.

Segundo o CX Trends, 61% dos entrevistados voltam a consumir aquela marca somente se o produto ou serviço oferecido for de alta qualidade.

Já as demais condições são: promoções/cupons/descontos (55%), atendimento (50%), experiência agradável em toda a jornada (48%), formas de pagamento (42%), agilidade e/ou opções variadas de entrega (41%), garantia e assistência técnica (33%), cordialidade (19%), marca engajada em causas sociais (15%), localização (14%) e propaganda (11%).

* Por Agnes Faria.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Petlove e o exemplo de varejo moderno

Personalização e impacto positivo: os segredos da startup Sofie para encantar o cliente 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]