Pesquisar
Close this search box.
/
/
Síndrome de Burnout: como lidar com o mal do século?

Síndrome de Burnout: como lidar com o mal do século?

Mais do que saber do que se trata, compreender as causas do esgotamento é fundamental para evitar novos casos

O tempo em que ser considerado workaholic era motivo de orgulho ficou para trás. Nos últimos anos, temos visto cada vez mais gente em busca do tão sonhado equilíbrio entre vida pessoal e profissional. O interesse tem fundamento: histórias de pessoas que sofrem com o esgotamento físico e mental relacionado ao trabalho se tornaram comuns, e acenderam o alerta sobre a importância de se “pisar no freio” em algumas situações. Mesmo assim, a Síndrome de Burnout é considerada o mal do século.

O que é Burnout?

O burnout é um quadro psicológico que pode surgir como decorrência de um período longo de estresse associado ao ambiente de trabalho. “Como principais características, temos uma sensação de esgotamento físico e mental, uma forte perda de interesse e engajamento nas atividades de trabalho e a presença de sentimentos negativos também associados ao trabalho, o que muitas vezes explica padrões de presenteísmo e até mesmo absenteísmo”, explica a neurocientista e sócia da Nêmesis, Ana Carolina Souza.

Segundo ela, pessoas que têm um quadro de Burnout apresentam alterações no comportamento, como maior irritabilidade, sintomas depressivos, ansiedade, baixa autoestima, dificuldade de concentração e comportamento pessimista. Em alguns casos, os sintomas chegam a ser físicos, como dores de cabeça constantes, enxaqueca, palpitação, pressão alta, tensão muscular, insônia, problemas gastrintestinais, gripes e resfriados recorrentes.

Ana Carolina diz que nosso estilo de vida atual acaba favorecendo a ativação da nossa resposta ao estresse de forma muito mais frequente do que seria o ideal, gerando um padrão de sobrecarga. “O excesso de cobranças, a busca por metas cada vez mais ousadas, o excesso de informações e o medo do julgamento social – potencializado pelas redes sociais – são alguns exemplos de fatores que podem favorecer esta percepção de sobrecarga”.

Leia também: Será que você está a um passo da Síndrome de Burnout?

Como prevenir

Antes mesmo da pandemia – que virou o modo de trabalho de cabeça para baixo – a Síndrome de Burnout já era considerada um dos assuntos mais relevantes para gestão de pessoas em 2020. Para se ter uma ideia, uma pesquisa da empresa Talenses com mais de 1.400 profissionais no Brasil revelou que 44% deles já haviam sofrido pelo menos um episódio da síndrome. Outros problemas relacionados ao estresse, como ansiedade e depressão, também foram citados pelos entrevistados.

A explicação para a crescente preocupação das empresas com o assunto é simples: além de afetar a saúde dos colaboradores, o Burnout prejudica também a saúde dos negócios, afinal, trabalhadores esgotados rendem menos. O cenário que já era preocupante foi agravado pela pandemia, e apesar de o interesse pelo tema ter crescido, poucas pessoas de fato compreendem o que está por trás da Síndrome de Burnout.

Ana Carolina diz que, ao compreender a origem do problema, é possível desenvolver estratégias para dar suporte emocional às equipes de forma preventiva. “Vale ressaltar que situações de estresse são inerentes ao ambiente corporativo, porém, quando mal gerenciadas, acabam trazendo prejuízos diretos e indiretos para os indivíduos e para a própria empresa”, destaca.

A neurocientista reforça que o conhecimento dos gestores sobre o assunto é fundamental para prevenir episódios de Burnout nas empresas. “Ao perceber que algum dos colaboradores pode estar sob grande pressão, sobrecarregado, ou desenvolvendo uma possível frustração associada ao trabalho, é importante buscar formas de reverter o cenário e assim evitar um desgaste maior”.

Para isso, ela sugere investir em dinâmicas e treinamentos que criem momentos de relaxamento, que ajudem a equilibrar a resposta ao estresse. Investir no senso de pertencimento e no bom relacionamento na equipe, segundo ela, também são abordagens interessantes. “Somos animais sociais, e nutrir relações de confiança e suporte mútuo é importante inclusive no trabalho. É essencial que a empresa tenha um diagnóstico do seu ambiente e, a partir disso, desenvolva um plano de ação que seja simples, porém eficiente”, conclui.


+ Notícias 

5 habilidades fundamentais para se dar bem no home office 

Como ser um bom líder em um mundo cada vez mais dinâmico 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]