Pesquisar
Close this search box.
/
/
Segunda-Feira: entre o escritório e o trabalho remoto

Segunda-Feira: entre o escritório e o trabalho remoto

Divididos entre o trabalho presencial e o home office, alguns trabalhadores podem gostar da mistura entre os dois modelos, enquanto outros têm uma clara preferência por um deles

A preferência por home office ou trabalho presencial depende muitas vezes do tipo de trabalho, das particularidades pessoais e das situações individuais de cada trabalhador. Algumas pessoas podem gostar da mistura entre os dois modelos, enquanto outras têm uma clara preferência por um deles. Nesse cenário, e para notar as opiniões dos trabalhadores sobre a segunda-feira, o B2B Reviews ouviu funcionários e gestores dos modelos híbrido, presencial e remoto para entender como o trabalho no primeiro dia da semana pode afetar todos os outros.

Segunda-feira: no escritório ou remoto?

Entre os trabalhadores que cumprem o regime híbrido, estar no escritório às segundas-feiras não é visto como algo tão agregador. Segundo o estudo, apenas 24% das pessoas que trabalham nesse formato consideram que ir até a empresa renova as energias para a semana. Já entre gestores, o percentual sobe para 38%.

O estudo mostrou ainda, às segundas-feiras, 40% dos funcionários das empresas costumam ir ao escritório. Por outro lado, 60% trabalham remotamente. O percentual muda de acordo com o nível de trabalho. Exemplo disso é que, 36% dos funcionários trabalham no local, enquanto 64% cumprem o regime remoto. Já quanto aos gerentes, essa porcentagem de quem vai ao escritório ou trabalha de casa muda para, respectivamente, 46% e 54%.

Produtividade na quarta-feira, mas na segunda e sexta nem tanto…

As previsões dos trabalhadores em relação aos dias da semana podem variar significativamente de pessoa para pessoa e são influenciadas por uma série de fatores individuais e contextuais. Algumas razões possíveis pelas quais alguns trabalhadores podem preferir ir ao escritório em determinados dias da semana incluem: flexibilidade de horários; ritmo de trabalho; evitar trânsito; rotina pessoal; entre outros.

O estudo do B2B Reviews mostrou que 76% dos trabalhadores híbridos disseram que prefeririam voltar ao escritório em qualquer dia que não fosse segunda-feira. Além disso, existem dias em que os funcionários consideram ser mais produtivos quando vão ao escritório, mas a segunda-feira fica em terceira colocação. Já para 35% dos ouvidos, a terça-feira é um dia propício para produzir no regime presencial.

Dia da semanaFuncionáriosGestoresGeral
Segunda-feira15%19%16%
Terça-feira38%31%35%
Quarta-feira28%30%29%
Quinta-feira12%16%14%
Sexta-feira7%5%6%

Além disso, os trabalhadores têm motivos para considerar ir ao escritório nos demais dias da semana e não terem uma preferência pela segunda-feira. Um dos apontamentos foi o melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional ao longo da semana (43%), bem como consideram ser mais fácil de voltar ao modo de trabalho (42%). Além disso, há quem prefira evitar a correria e o caos das segundas-feiras (34%), enquanto alguns querem alinhar a agenda pessoal ou familiar (31%). Outros afirmam que não ir ao escritório nas segundas-feiras permite uma transição suave do fim de semana (27%).

O conceito da “segunda-feira mínima”

O movimento “bare minimum monday”, ou “segunda-feira mínima” é uma nova onda que tem surgido entre os trabalhadores e nas redes sociais. Em resumo, seria o dia em que profissionais trabalham com esforços reduzidos ao mínimo apenas no primeiro dia útil da semana. Isso pode ser reflexo da insatisfação com o primeiro dia de trabalho após o domingo, como também um reflexo de como os profissionais têm se transformado após a pandemia de Covid-19.

Segundo o estudo, um em cada quatro trabalhadores praticam, atualmente, a “segunda-feira mínima”. Além disso, os funcionários (26%) estão mais aptos a aderirem a prática que os gerentes (22%). Além disso, 21% dos gestores tinham mais probabilidade que os funcionários de começar o dia de trabalho tarde e fazer seus programas favoritos durante o horário de trabalho às segundas-feiras.

Além disso, os colaboradores revelaram suas práticas durante às segundas-feiras mínimas:

  • Começar o dia de trabalho tarde: 75%;
  • Transmitir programas enquanto trabalha: 54%;
  • Descansar mais: 50%;
  • Dedicar tempo aos rituais matinais de autocuidado:  49%;
  • Fazer networking ou construir relacionamentos profissionais: 29%;
  • Exercício: 29%;
  • Trabalhar em tarefas gerenciáveis ​​de segunda-feira: 28%;
  • Acompanhar e-mails e mensagens: 24%;
  • Participar de reuniões de equipe ou departamento: 22%;
  • Planejar e organizar tarefas para a semana: 21%.

Ainda de acordo com o estudo, os trabalhadores híbridos (31%) são mais propensos a praticar o mínimo às segundas-feiras do que os trabalhadores remotos (24%) e presenciais (22%). Além disso, mais de um em cada oito trabalhadores só trabalha até três horas diante de um computador às segundas-feiras. Curiosamente, os que cumprem regime presencial têm duas vezes mais probabilidade de afirmar isso do que os trabalhadores híbridos e remotos combinados.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]