Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como antecipar tendências: olhe para além do óbvio

Como antecipar tendências: olhe para além do óbvio

Mestre do pensamento não óbvio sugere trends para apurar o olhar sobre tendências que vão impactar negócios

Conhecido como guru das “megatendências”, Rohit Bhargava é um publicitário famoso por antecipar e apontar as principais tendências do mundo dos negócios, aquelas que vêm para causar mudanças expressivas no comportamento, e não só surgir e desaparecer logo em seguida.

Se você é líder, empreendedor ou apenas uma mente curiosa, vale ter atenção ao que o especialista diz. Suas pesquisas rendem insights sobre novos hábitos de consumo e sobre como as organizações em geral podem agir e também se preparar para um futuro breve.

Conheça o Mundo do CX

No Conarec 2022, o keynote antecipa algumas das tendências que vão impactar os negócios. A primeira reflexão é simples, mas essencial: “é preciso entender as pessoas”, afirma Bhargava. E para isso o autor convida a ampliar o horizonte pessoal, antes de pensar no corporativo.

A primeira sugestão é buscar conhecimento fora da área de conforto. “Leia e consuma conteúdo, o máximo possível fora da sua rotina. Ao absorver diferentes temas e pontos de vista, inclusive com os quais você não concorda, é possível formar um cenário mais amplo de onde podem surgir novas percepções que vão levar a ideias de sucesso”, sugere Bhargava.

Isso porque o mundo hoje exige fazer mais do que o esperado e previsto para surpreender. Segundo o autor de “Como ver o que os outros perdem e prever o futuro”, uma das ferramentas para isso é “dar um passo atrás e fazer o mesmo de uma forma diferente”.

“Construir empatia é um exercício diário, como fazer ginástica fortalecer os músculos. Com isso você vai conseguir ver o mundo de uma maneira mais ampla”, Rohit Bhargava

Leia Mais: Como crescer e acompanhar o cliente exponencial

Em um mundo tão cercado por ruídos, barulho e informação, Bhargava considera que o maior desafio é saber em quem, onde acreditar. E para empresas criarem essa credibilidade não basta mais somente contar histórias.

“Elas são poderosas e motivadoras, mas precisamos usar nosso tempo melhor e entender melhor as pessoas e nos treinarmos a prestar atenção ao que realmente importa”.

O pensador fez uma analogia com uma agulha no palheiro, e avalia que as empresas que se destacam investem em transformar esse ruído em um ninho. Para desenvolver essas habilidades, Bhargava apresentou no painel “O futuro normalizado: como antecipar o que vai impactar nossos negócios a partir das tendências que realmente importam?” seis trends que estão mudando o mundo e elementos para colocá-las em prática.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

HUMAN MODE

Cansados da tecnologia que nos isola, as pessoas começaram a procurar e dar mais valor a experiências físicas, autênticas e imperfeitas feitas por gente de verdade. Alguns exemplos citados por Rohit Bhargava incluem ações de interações em ambientes físicos, como mercados, para tornar essa experiência, tão corriqueira para qualquer pessoa, mais agradável e interativa.

Outra ação é o uso da realidade virtual para provocar empatia. Um experimento usou VR para se colocar literalmente na pele do outro ao vivenciar estar em um corpo de outro gênero.

Para levar à ação: Busque a inovação não somente pela velocidade, inove pensando nas pessoas

Leia Mais: De que maneira a diversidade melhora a experiência do cliente?

IDENTIDADE AMPLIFICADA

À medida que o individualismo cresce globalmente, as pessoas estão cultivando cuidadosamente como são percebidas, vivendo de forma cada vez mais autêntica e perseguindo o estrelato.

Essa amplificação só aumenta ainda mais considerando que cada um tem nuances de identidade nas diferentes redes sociais. Se por um lado isso é positivo, avalia Bhargava, por outro transformou nossas certezas, “pois as coisas que costumávamos saber não são tão confiáveis mais”.

Para levar à ação: busque reconhecer como as pessoas querem ser tratadas em cada ambiente.

CONHECIMENTO INSTÂNTANEO

Uma das características mais marcantes dos nossos tempos e do rápido avanço tecnológico é a velocidade e o volume de informações que recebemos e absorvemos o tempo todo pelos mais diversos canais.

Essa é uma vivência muito positiva, se ponderada com alguma cautela para não se perder no meio do oceano de informação em vez de se aprofundar, adverte o publicitário.

“O aspecto mais positivo é termos a possibilidade de ajudar as pessoas a ficarem espertas mais rápido”, destaca Bhargava.

LUCRO COM PROPÓSITO

Negócios não podem ser mais somente sobre lucro. Bhargava ressalta que os consumidores estão prestando atenção e valorizam empresas, produtos e serviços que carregam consigo valores e propósito. Isso inclui produtos e experiências conectadas com a urgência ambiental, assim como mais acessíveis e usáveis por pessoas diversas.

Para levar à ação, Bhargava sugere que as empresas tomem uma posição para mostrar seus valores.

REVIVALISM

O termo pode ser traduzido como um misto de nostalgia com reviver momentos do passado. Essa tem sido uma tendência forte percebida entre os consumidores. O provocador atribui esse movimento de rever coisas, de retomada de experiências, que podem ser tão simples quanto ouvir um disco de vinil, assistir o filme favorito ou jogar aquele videogame vintage à necessidade de segurança. “Voltar às coisas que sabemos e lembramos traz conforto em momentos de incerteza e afloram as sensações que tivemos ao viver aquilo pela primeira vez”, explica Bhargava.

Um dos exemplos que o autor de “Não óbvio: Como antecipar tendências e dominar o futuro” trouxe foi o valor simbólico das Havaianas, e como elas são parte da história de todo brasileiro, e são vistas como uma referência de conforto, relaxamento e estar em casa.

Para levar à ação: Empodere consumidores com opções, para o cliente valorizar o que vale a pena para ele.

TECNOLOGIA PROTETORA

À medida em que confiamos na tecnologia preditiva para tornar o mundo mais seguro e a vida mais conveniente, lutamos com as compensações necessárias na privacidade para fazê-la funcionar. Usar a tecnologia para proteger as pessoas de fraudes, inconvenientes e problemas como uma rota errada no trânsito pode ser tão simples quanto indicar onde está o posto de vacinação disponível ou ensinar o cliente de um banco a proteger seu celular com duas camadas de autenticação.

Isso demonstra que mais do que clientes, as empresas os veem como pessoas. Além disso, traz mais empatia na relação.

Para levar à ação: Use a tecnologia a favor do seu cliente para oferecer proteção e não só serviços e produtos.

 

Em resumo, é preciso entender o ser humano melhor, e isso inclui às vezes dar um passo atrás para olhar o grande quadro e conectar os pontos que vão gerar insights e tendências que vão melhorar seu mercado, e principalmente tornar a vida melhor.


+ Notícias

CRM ao Big Data sem escalas e sem respostas: onde está a falha

Diversidade: Por que é tão fácil falar e difícil fazer?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]