Pesquisar
Close this search box.
/
/
Não desgruda das redes sociais? Design pode ser o culpado pelo seu vício

Não desgruda das redes sociais? Design pode ser o culpado pelo seu vício

Descubra quais são os elementos que nos fazem ficar mais presos na tela do smartphone e abrir um mesmo app inúmeras vezes ao dia

Você sabia que o mecanismo de puxar a tela do Instagram para cima e ela reaparecer atualizada tem grande semelhança com a viciante atualização proposta pelas máquinas de caça-níqueis dos cassinos? Quem confessou a similaridade viciante dos dois dispositivos foi o próprio designer que o criou, o nova-iorquino Loren Brichter, de 34 anos.

“Agora tenho dois filhos e lamento cada minuto que não estou prestando atenção neles porque meu smartphone me sugou”, disse Loren em uma reportagem publicada pela revista Wired, expert no tema da tecnologia. Com o sugestivo título de de Os arquitetos de nosso cenário digital infernal lamentam muito, a matéria de dezembro de 2019 segue reverberando no primeiro mês da nova década.

Em suas primeiras linhas ela pergunta: “O que aconteceu com a internet tão cheia de criatividade, conectividade e alegria?”. Pois bem, ninguém sabe. Mas enquanto especialistas tentam criar um cenário menos viciante para os anos 2020, vale ficar de olho nos gatilhos que nos fazem grudar na telinha do celular. Entre os principais mecanismos viciantes que o design das redes sociais criou estão:

redes sociaisO LIKE: tão, mas tão viciante para o cérebro humano (aparentemente sempre em busca de aprovação) que ele acabou retirado do Instagram em um movimento feito na metade de 2019 pelo time do aplicativo comprado por Zuckerberg. “Não queremos que as pessoas sintam que estão em uma competição”, disse uma nota do Facebook a respeito do joinha. Bom, tarde demais para isso, certo?

A BOLINHA VERMELHA: você também sente que aquele sinalzinho no topo dos aplicativos não te dá sossego? Pois não se sinta só. O primeiro ícone de atualização dos apps era em azul e o resultado é que ninguém deu muita bola. “Ninguém usou”, disse Tristan Harris, especialista em design do Google e hoje diretor e co-fundador do Center for Humane Technology. Quando a cor mudou para o vermelho, tudo se transformou. Quem consegue ficar com aquele sinalzinho pulsando, pedindo para ser lido? A gente por aqui não.

O SISTEMA DE RECOMPENSAS: a famosa “chuva de likes” ou a atualização em massa de emails dentro do app do smartphone não têm nada de ingênua. Essa atualização com novidades funciona como uma espécie de recompensa por usarmos os aplicativos. A possibilidade de alegria ou decepção fazem com que consultá-los seja algo recorrente, não importa o que se esteja fazendo.

O SCROLL INFINITO: rolar o feed na esperança de que algo mais interessante vai aparecer e ser engolido por essa ação até o dedo ficar dormente – #quemnunca? A exibição praticamente sem fim suga o nosso tempo e dá a impressão de que sempre estamos perdendo alguma coisa, caso não sigamos na rolagem de posts. Não à toa, hoje lidamos com a FOMO (Fear of missing out ou Medo de perder alguma coisa), algo que há dez anos sequer era mencionado.

O BOTÃO DE RT DO TWITTER: “Acho que não foi uma boa ideia”, disse Chris Wetherell, seu criador há mais de dez anos. Sem precisar sequer reescrever o que foi dito por outra pessoa, o RT vai se somando como métrica de sucesso para uma ideia compartilhada no microblog. Resultado: quem não tem um montão deles no Twitter não está com nada.

OS ALGORITMOS: eles trazem conteúdo infinito para você de acordo com suas escolhas anteriores. E nos piores cenários – os quais já estamos vendo acontecer – radicalizam aqueles que os consomem. Se você assistir a um ou dois vídeos, por exemplo, o algoritmo já entende que é mais desse tema que ele precisa te mostrar.

redes sociais


+ SOBRE O ASSUNTO

5 tendências para as marcas no Instagram em 2020
Threads: testamos o Messenger do Instagram
Como serão as redes sociais no futuro?
Estudo mapeia compartilhamento de fake news
Quer diminuir o tempo gasto no celular? Mexer no display pode ajudar

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]