Pesquisar
Close this search box.
/
/
Ranking 100 Open Startups apresenta a estrelas do empreendedorismo no Brasil

Ranking 100 Open Startups apresenta a estrelas do empreendedorismo no Brasil

Com o objetivo de transformar o mercado através da colaboração, o ranking apresenta como as startups do Brasil crescem ao fazer parcerias com grandes corporações.

Durante evento que aconteceu na noite da quarta-feira (18), no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, foi apresentado o Ranking 100 Open Startups 2023, feito desde 2016, que divulga as empresas que têm alcançado protagonismo no Brasil na cultura da colaboração. A lista apresenta organizações que se destacaram em suas parcerias externas e têm mostrado expressivo crescimento. Além disso, mostrou que a contratação de startups por corporações mais do que dobrou no último ano.

De acordo com a 100 Open Startups, responsável pelo ranking, o volume de contratos de open innovation entre corporações e startups aumentou de R$ 2,8 bilhões para R$ 6,4 bilhões no período, o que representa um crescimento de 130%. Em 2023, o Ranking registrou mais de 32 mil open startups cadastradas, sendo 4.177 com contratos validados – cerca de 31% mais que as 25 mil cadastradas no ano passado, quando 3.821 tiveram contratos validados.

Leia mais: Amazon no jogo da saúde: Implicações e oportunidades

No Ranking 100 Open Startup foram selecionadas as 100 startups mais atraentes para o mercado corporativo no Brasil. Além delas, foram reconhecidas também as empresas do segmento líderes em inovação aberta em 30 categorias de mercado. Além disso, este ano as campeãs foram separadas em três setores: Customer Service, MarTechs e RetailTechs.

“Para existir a categoria temos alguns critérios de densidade, e os critérios variam por número de corporações, número de startups, volume de contratos ou quantidades de contratos. Procuramos identificar as categorias com densidade. Essas três são bem solidificadas”, comenta Bruno Rondani, fundador e CEO da 100 Open Startups.

Customer Service

No setor de Customer Service, foram 202 startups com contratos validados de open innovation com corporações, o mesmo número de 2022. Pelo segundo ano consecutivo, a Nvoip figura na primeira posição da categoria, seguida pela TALLOS e ATENDARE. Ao considerarmos o valor contratado das startups pelas corporações, houve um aumento de 51% na atividade de open innovation, alcançando um total de R$ 230 milhões contratados no período do ranking de 2023.

Assine nossa newsletter! Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Para alcançar uma posição de TOP 10 entre as Customer Service, foram necessários 55 pontos, medidos objetivamente a partir da quantidade e tipo de relações de inovação aberta firmadas com corporações. Das startups premiadas na categoria, uma é nova em relação ao Ranking 2022. Dentre as tendências de inovação mais exploradas entre as Customer Service, destacam-se “Big Data & Analytics”, “Customer Experience” e “Artificial Intelligence”. Além disso, os setores de corporações que mais se relacionaram com essas startups foram “Varejo e Distribuição”, com 11,2% dos relacionamentos, seguida por “Serviços Profissionais” (8,3%) e “Serviços e Consultoria de TI” (7,6%).

As TOP 10 Customer Service foram:

Nvoip

TALLOS

ATENDARE

Octágora

CustomerX

ClickCard

eConciliador

Easysapers Smart Consulting

Workfacilit

Webli

“Quando as líderes começam a trabalhar a inovação aberta, isso gera um efeito cascata em toda a cadeia. Fornecedores tradicionais começam também a procurar entender o que essas startups novas entrantes estão fazendo. Elas começam também a se conectar e fazer parcerias com startup para atender as empresas de maior porte. Começamos a observar o padrão de quem entra nessa atividade e começa a ter relacionamento com startup. Vimos que tende a aumentar simplesmente porque gera resultado, porque é bom, é uma relação que dá certo. Ano a ano fomos tendo mais empresas, mais corporações, mas principalmente volumes maiores dessas mesmas corporações”, frisa o CEO da 100 Open Startups.

MarTechs


No setor de MarTechs, foram 123 startups com contratos validados de open innovation com corporações, representando um crescimento de 4% em relação ao ano passado.“Ao considerarmos o valor contratado das startups pelas corporações, houve um aumento de 91% na atividade de open innovation, alcançando um total de R$ 245 milhões contratados no período do ranking de 2023”, reforça Rondani.

Conheça o Mundo do CX

Para alcançar uma posição de TOP 10 entre as MarTechs, foram necessários 62 pontos, medidos objetivamente a partir da quantidade e tipo de relações de inovação aberta firmadas com corporações. Das startups premiadas na categoria, cinco são novas em relação ao Ranking 2022. Dentre as tendências de inovação mais exploradas entre as MarTechs, destacam-se “Big Data & Analytics”, “Artificial Intelligence” e “Customer Experience”. Além disso, os setores de corporações que mais se relacionaram com essas startups foram “Bens de Consumo e Alimentação”, com 15,6% dos relacionamentos, seguida por “Varejo e Distribuição” (8,2%) e “Serviços Profissionais” (7,5%).

As TOP 10 MarTechs foram:

Driva

Instanteaser

AntennasBI

Yapoli

Beeviral

Mimoo

N3urons

Bornlogic

Eduardo Vieira

Economapas

RetailTechs

No setor de RetailTechs, foram 191 startups com contratos validados de open innovation com corporações, representando um crescimento de 4% em relação ao ano passado. Ao considerar o valor contratado das startups pelas corporações, houve um aumento de 221% na atividade de open innovation, alcançando um total de R$ 475 milhões contratados no período do ranking de 2023.

Leia mais: Inteligência Artificial a serviço das pessoas. Promessa, realidade ou possibilidade?

Para alcançar uma posição de TOP 10 entre as startups de RetailTechs, foram necessários 85 pontos, medidos objetivamente a partir da quantidade e tipo de relações de inovação aberta firmadas com corporações. Das startups premiadas na categoria, sete são novas em relação ao Ranking 2022. Dentre as tendências de inovação mais exploradas entre as startups de RetailTechs destacam-se “Big Data & Analytics”, “Artificial Intelligence” e “Cloud Computing”. Além disso, os setores de corporações que mais se relacionaram com essas startups foram “Varejo e Distribuição”, com 16% dos relacionamentos, seguida por “Bens de Consumo e Alimentação” (11,4%) e “Construção Imobiliária” (6,8%).

As TOP 10 RetailTechs foram:

Standout

Price Survey

Aqua Tecnologia

INTELIGER IA

Conecta Tech

Moavi

PX Creative Lab

MISSION BRASIL

Showkase

Predify

Rondani pontua ainda que, ao observar as receitas de outros países, passou a notar a importância de desenvolver uma metodologia compatível com as características do Brasil. Assim, foi criada a colaboração entre as startups e grandes corporações. Ele reforça que, apesar de antes de não existir uma cultura de inovação, havia a cultura de colaboração. Diante disso, surgiu a iniciativa de colaborar para impulsionar startups através dessa colaboração.

“Celebramos as conquistas do ano. Sempre falamos de colaboração e seguimos a máxima de que onde há crise, há inovação. Atingimos um nível de colaboração muito alto e conseguimos superar as crises”, comenta.

Conheça o Mundo do CX

O CEO da 100 Open Startups reforça ainda que hoje não se faz inovação sem contar com um ecossistema. De acordo com Rondani, é uma grande conquista das empresas entender que a inovação vem da colaboração.

Open innovation é sinônimo de inovação é sinônimo de competitividade e existência no mercado. Não tenho a menor dúvida de que só sobrevive quem se adapta, e essa adaptação é sempre um esforço inovador. Inovação é colaborativa. É um esforço inovador, contínuo, persistente, disciplinado, técnico muitas vezes e colaborativo. Fomos mais rápidos em criar uma cultura de open innovation no Brasil do que qualquer outro lugar do mundo, e somos o país onde mais floresceu a inovação aberta, e tem relação com a nossa cultura”, finaliza.

Confira a cerimônia de premiação que aconteceu no Copacana Palace, no Rio de Janeiro:



+ NOTÍCIAS Em um trimestre, empresas que investem em programas de fidelidade crescem R$ 4,9 bilhões
Como as expectativas moldam a experiência do cliente

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]