Pesquisar
Close this search box.
/
/
Quiosques Nutty Bavarian terão pagamentos por QR Code

Quiosques Nutty Bavarian terão pagamentos por QR Code

Modalidade é oferecida em parceria com Mercado Pago e segue movimento do mercado em direção a este modelo de pagamento. Confira outras iniciativas que elegeram o QR Code como chave de pagamento

O Mercado Pago, fintech do grupo Mercado Livre, anunciou parceria com a rede de quiosques Nutty Bavarian para oferta de pagamento instantâneo pelo celular por meio tecnologia QR Code. O meio de pagamento estará disponível nos franqueados localizados em shoppings, aeroportos, terminais rodoviários, pontos turísticos e eventos.

“A parceria com a Nutty Bavarian chega para impulsionar o uso do Código QR em locais com alta movimentação de consumidores, e que demandam facilidade e rapidez nas transações. Em nossos planos está a expansão da tecnologia para outros segmentos da economia como farmácias, estacionamentos e supermercados, por exemplo. Nossa capacidade de prover de forma ágil soluções que atendam às necessidades de vendedores e compradores consolida o Mercado Pago como a fintech mais completa do mercado”, afirma Tulio Oliveira, diretor do Mercado Pago no Brasil.

Hoje o Mercado Pago possui uma rede com 50 mil estabelecimentos cadastrados no Brasil, e um universo de 15 milhões de usuários dos aplicativos Mercado Livre e Mercado Pago aptos a fazer esse tipo de pagamento. Com 20 anos de mercado, a Nutty Bavarian possui mais de 130 quiosques espalhados por todo País.

A solução QR Code vem ganhando espaço no era dos pagamentos digitais. É considerada uma ferramenta que diminui a quantidade de intermediadores entre empresa e cliente, o que reduz os custos do lojista bem como pode impulsionar as vendas ao oferecer um meio de pagamento simples e ágil pelo celular. Para o consumidor, o modelo permite ainda oferecer descontos nos estabelecimentos comerciais.

Na Calvin Klein Jeans, o QR Code é usado para processar pagamento feitos com bitcoin. A solução desenvolvida pela Foxbit em parceria com a Cloudwalk, cria uma ordem de venda automática dos bitcoins assim que a operação na loja acontece. Todo o fluxo dura menos de 1 minuto. E para o varejista, tem a vantagem de a operação ser feita na mesma máquina POS que já recebe os pagamentos em crédito e débito, mas quando realizada em bitcoin a operação não tem custo de adquirência, bandeira ou de banco porque é uma operação totalmente sem cartão, via QR Code.

Já na Matera foi desenvolvido um aplicativo para pagamentos móveis via QR Code com o diferencial de que dispensa conexão com internet ou bluetooth. A empresa explica que, por meio do seu app, o consumidor gera um QR Code dinâmico que é lido por um scanner ou pela câmera de um smartphone do estabelecimento comercial. O sistema do lojista precisa estar conectado à internet, mas o celular do comprador, não. Atualmente, são 200 mil usuário finais ativos da solução.

Outra parceria que tem o QR Code como chave de pagamento é entre a Livelo e a Cielo. Os resgates de pontos do aplicativo Livelo será feito via QR Code gerado pelas máquinas Cielo também em lojas físicas. Marcelino Cruz, diretor de Relações Comerciais da Livelo, destaca que a utilização do resgate de pontos por QR Code carrega o potencial de penetração com a vantagem da segurança, uma vez que a transação é autenticada, exigindo a confirmação por meio de senha ou biometria do próprio usuário. “A capilaridade de utilização dessa funcionalidade está diretamente ligada ao quão democrática ela é. Escolhemos a tecnologia de QR Code das máquinas da Cielo justamente por ser abrangente e não limitar a utilização apenas a celulares mais novos, sendo que, basta ser um celular com câmera para que a transação seja concluída”, explica o executivo.

Segundo a Livelo, outra vantagem é para o lojista. Não há custo extra para aceitar pontos Livelo no estabelecimento, bem como nenhuma alteração no fluxo da transação. Os pontos serão convertidos apenas para os clientes, sendo que o lojista continuará recebendo o valor acordado com a Cielo. Além disso, o processo transacional, embora similar, ficará mais ágil, diz a Livelo, sem que seja necessário inserir o cartão na máquina. “Em contrapartida, o lojista oferecerá a inovação ao seu consumidor, uma vez que passará a aceitar pagamento por QR Code, além de oferecer seus produtos como recompensas em pontos Livelo”.

Também foi eleito o QR Code para operações no Banco Original. Em parceria com a PicPay, as empresas criaram um cartão de crédito digital que usam o QR Code para realizar pagamentos ou transferência entre os participantes da carteira digital do aplicativo de pagamento, a partir das contas correntes do banco.

“Diferentes alternativas de finalizar uma compra são vantagens claras para o varejista. A loja pode, por exemplo, configurar o espelho interativo para que o pagamento da compra também possa ser feito pelo espelho, através de um smartphone utilizando o QR Code, diminuindo filas e tempo de espera no estabelecimento”, acredita Fabio Avelar, Executive Partner da ICX LABS.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]