Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os seis motivos para se preparar e vender para a Geração Z

Os seis motivos para se preparar e vender para a Geração Z

Jovens nascidos entre 1995 e 2010 estão chegando ao mercado e devem direcionar como as marcas precisam se comportar

Apesar de os Millenials terem sido o foco nos últimos anos, é a Geração Z que tem movimentado grande parte dos estudos de marketing atualmente. Com o envelhecimento dos Millenials, é preciso entender melhor os jovens que estão chegando ao mercado e devem direcionar como as marcas precisam se comportar.

Nascida entre 1995 e 2010, a Geração Z compreende um grupo etário que basicamente já veio ao mundo digital, conectado e cresceu com um celular na mão. Sem nunca terem vivido sem internet, não existe para eles diferença entre on-line e off-line.

A partir dessas premissas, as empresas precisam compreender o que traz valor para esses jovens e quais são os tipos de relacionamento que eles podem construir com as marcas. Mais do que estabelecer uma relação de compra, esta geração quer que as marcas os representem.

Ou seja, as relações de consumo precisam começar a gerar um impacto positivo real, ter propósito e não só ter como objetivo vender determinado produto. Por conta disso, compartilho seis insights sobre a Geração Z que todas as empresas deveriam conhecer atualmente:

1. Poder de compra

Estima-se que esses jovens possuam um poder de compra de US$44 bilhões, segundo o IBM Institute for Business Value. Considerando que boa parte ainda não é economicamente ativa, existe ainda um espaço muito grande para ampliar a participação dessa geração no mercado consumidor.

2. Novos influenciadores

Um outro estudo da IBM mostra que 93% das pessoas da Geração Z influenciam as decisões de compra da família, principalmente quando se trata de produtos como bebida, comida, mobiliário e itens para a casa.  São esses mesmos jovens que vão cancelar uma marca e incentivar familiares e amigos a deixarem de usar um produto caso a empresa esteja envolvida em alguma polêmica ou deixe de apoiar importantes causas de desenvolvimento sustentável e social.

3. Nativos digitais

Estar fora do mundo digital não é uma opção com eles. Pessoas dessa geração não sabem o que é viver sem internet, passam em média dez horas no celular e tem contato com até cinco tipos de telas ao longo do dia, incluindo computador, celular, TV e até acessórios, como smartwatches. No entanto, diferentemente de gerações anteriores, os jovens dessa faixa etária não gostam de ficar presos a um computador. O símbolo deles é o smartphone, por garantir a mobilidade e agilidade que desejam.

4. Identificação de valores

Os novos consumidores buscam cada vez mais uma interação baseada nos valores e propósitos que as marcas compartilham. São pessoas que irão incentivar e enaltecer ações de empresas que gerem impacto social significativo. Em relação à geração anterior, são mais politizadas e se preocupam mais com questões sociais e ambientais. Segundo uma pesquisa do Think With Google, 85% dos jovens da Geração Z disseram estar dispostos a doar parte do seu tempo para alguma causa.

5. Contato próximo

Humanização e personalização são tendências básicas para essa geração que todas as empresas deveriam oferecer. Isso significa ir além da publicidade tradicional, colocando em prática o discurso da marca a partir do atendimento humanizado na jornada de compra inteira.

A melhor forma para estabelecer essa relação é utilizar todas as ferramentas digitais disponíveis para ouvir o que os jovens têm a dizer, sejam problemas, causas ou expectativas sobre o mundo. Com esse feedback, o diálogo precisa ser estabelecido de maneira personalizada, com conteúdos feitos especialmente para eles e para os grupos em que estão inseridos.

6. Racionais e pragmáticos

Como fruto de uma época cheia de crises econômicas, sociais e políticas, a Geração Z tem uma visão muito mais realista das coisas. Isso os torna consumidores mais racionais, cautelosos e adeptos do pensamento lógico. Quando vão fazer uma compra, a grande maioria aprende e pesquisa sobre o produto previamente na internet para saber todas as informações possíveis antes de investir seu dinheiro.

* Por Alfredo Soares, co-fundador e mentor do Gestão 4.0

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]