Pesquisar
Close this search box.
/
/
O varejo na Riviera Francesa

O varejo na Riviera Francesa

A uma semana do BR Week, conhecer outras culturas varejistas traz ensinamentos importantes ao varejo brasileiro, que quer ver resultados

Cannes (França) Pode parecer estranho falar sobre varejo de uma localidade tão distante quanto a Riviera Francesa. Principalmente se considerarmos a crise brasileira atual. Mas o fato é que olhar o pequeno varejo que se desenvolveu na Cote D’Azur é um exercício interessante e traz ensinamentos importantes para quem quer sobreviver no mercado brasileiro.

Estou aqui para acompanhar o Cannes Lions. Este ano, tive mais tempo para visitar localidades Saint-Tropez, Antibes, Mônaco, além de Cannes antes do início do Congresso. Claro que há muitas e muitas lojas que reproduzem as grandes marcas de moda globais, mas na mesma medida vale observar como pequenos varejistas locais desenvolvem negócios extremamente elegantes, charmosos, com produtos de grande qualidade, preços variados, atendimento cortês e inventividade.

Há uma tendência a explorar muito os elementos cromáticos, a cor é parte integrante de toda a cultura aqui da Riviera francesa. O design abusa de padrões de cores vibrantes, texturas leves, fluidas, vaporosas. As vitrines sempre trazem ideias curiosas, que naturalmente convidam as pessoas a explorar os conteúdos internos. O ensinamento aqui é entender que mesmo diante de marcas globais poderosas, persiste uma forte tendência de valorização do produto, do produtor do comerciante local. Mesmo pequenos, esses pequenos empreendedores importam e têm acesso a produtores criativos e jovens da comunidade europeia. O que mostra como é bom deixar-se fazer parte de um mundo global. Outro dado interessante é a eficiência: normalmente apenas uma pessoa consegue atender os clientes, verificar os estoques e conduzir o pagamento.

Em cada cidade o roteiro se repete: o consumidor redescobre o prazer de comprar e descobrir novos artigos, novas possibilidades, loja loja, a cada 3 ou 4 m. Em um mundo digital, com consumidores conectados e grudados em seus smartphones é surpreendente vê-los pesquisar e descobrir essas lojas cheias de pequenas joias. Há um aspecto quase lúdico nesse relacionamento que engloba um um ambiente de rara beleza e a vontade de tocar o negócio de forma autêntica, legítima e original.

Infelizmente, no litoral brasileiro (mesmo nas cidades) não há nada similar, mesmo se considerarmos praias normalmente requisitadas e de sucesso como Búzios, no Rio de Janeiro ou Florianópolis, em Santa Catarina.

Temos aqui uma propensão a uniformizar a oferta. As lojas copiam-se umas às outras, procurando variar um pouco no preço e alguma coisa na exposição. Mas as lojas parecem via de regra pasteurizadas, desidratadas, sem personalidade o que, em uma época de crise, só traz obstáculos maiores para a sobrevivência.

Pode pode ser petulante falarmos sobre lojas em uma região tão privilegiada e compará-las com as nossas congêneres. Mas acreditamos que é imprescindível ter um olhar mais decidido voltado para o que acontece no mundo. Este é um passo fundamental para podermos criar negócios mais competitivos, capazes de ir até mesmo além do que é possível verificar aqui na Riviera. Combinar a nossa criatividade, com a velocidade de adoção dos elementos digitais pelo brasileiro pode, com baixo custo, fazer negócios com margens mais interessantes. Olhar para tendências, formatos e arriscar mais no tipo de produto que venha a ser oferecido também colabora para que possamos sair da mesmice e criar antídotos contra a média. O fato é que não podemos mais nos conformar em ser a média, em termos negócios médios.

O Brasil tem potencial demais desperdiçado por culpa do nosso conformismo. Comparar com o que de melhor você faz no mundo em qualquer tipo, gênero e tamanho de varejo é sempre um bom ensinamento.

Nesta semana em que iremos cobrir o Cannes Lions, vamos acompanhar o que há de mais inovador em tendências de comportamento, publicidade, digital e tecnologias, a sempre espaço para o que é simples, bem feito e funcional. O fato é que o festival não acontece na Riviera há mais de 50 anos gratuitamente. A inspiração que buscamos é compartilhar essa energia imensa do Cannes Lions com você, leitor, ao longo de nossa jornada.

NOVAREJO está em Cannes, na França, acompanhando o Cannes Lions de perto. Acompanhe com a #NVnoCannesLions.

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]