Pesquisar
Close this search box.
/
/
Consumidores da China crescem e sofrem mudanças geracionais

Consumidores da China crescem e sofrem mudanças geracionais

Até 2030, os consumidores de classe média e ricos do país deverão crescer em 80 milhões, e representar 40% da população chinesa

A China vem passando por desafios em sua economia desde a pandemia da Covid-19. Além da queda de sua moeda, yuan – que atingiu em agosto seu nível mais baixo em 16 anos –, os preços ao consumidor seguem em queda e o desemprego entre os profissionais mais jovens está acima de 20%. Sua taxa de fertilidade bateu um novo recorde de 1,09 em 2022, e pela primeira vez em seis décadas, a população da China começou a encolher. Em 2021, a população teve uma redução de mais de 850 mil pessoas.

Além disso, a faixa de indivíduos com mais de 65 anos de idade atingiu a marca de 14,9% da população, tornando a China uma sociedade de idade moderada, segundo os critérios de avaliação da Organização das Nações Unidas (ONU).

Mas o mercado de consumo do país dá alguns sinais de recuperação. Pesquisa do Boston Consulting Group aponta que, até 2030, a China terá um crescimento de 80 milhões de consumidores de classe média e abastados (middle-class and affluent consumer, MAC). Isso significa que essa parcela representará cerca de 40% da população chinesa.

Leia mais: Conheça a próxima geração: Beta

As mudanças também afetam as preferências e demandas dos consumidores do país. Por exemplo, cerca de 70% desses consumidores serão de cidades menos elevadas, o que aponta para um crescimento da relevância dessas localidades para o mercado de consumo. Os comportamentos e preferências geracionais também poderão guiar empresas a oferecer produtos e serviços personalizados para cada grupo.

As gerações chinesas

O estudo do BCG aponta que cerca de 80% da população chinesa é composta por quatro gerações: Z, Y X e Baby Boomers.

Os Baby Boomers nasceram entre 1950 e 1964, período com recursos materiais limitados. Possuem uma rica experiência social e econômica, e enquanto entram na aposentadoria, possuem mais tempo para focar em si mesmos e explorar novas possibilidades.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Já a Geração Z, nascida entre 1995 e 2009, foi influenciada pela digitalização e globalização. São indivíduos que valorizam o bem-estar, a realização espiritual e o prazer intelectual. A grande maioria, segundo o estudo, é solteira. Também é a geração que mais recebeu educação na China, e hoje estão no início de suas carreiras.

A Geração X, nascida entre 1965 e 1979 no início das reforças sociais e econômicas da China, é a que acumulou mais riqueza material. Tornou-se o grupo com mais posições mais elevadas no mercado de trabalho e com maior renda. Já a Y, nascida entre 1980 e 1994, foi a primeira de filhos únicos do país, e cerca de 73% são casados e têm filhos. É a geração que se beneficiou das expansões de educação e urbanização do país, e muitos se mudaram de pequenas cidades para municípios maiores.

Além disso, as gerações X e Y são responsáveis por 60% da renda da riqueza da sociedade do país e, segundo o estudo do BCG, serão as responsáveis por liderar o consumo na China. Por mais que não estejam tão dispostos quanto a Geração Z a experimentar coisas novas, são as gerações com mais disposição de consumir e de gastar com um produto ou serviço premium para uma melhor qualidade de vida.

Conheça o Mundo do CX

Diferenciando-se no mercado de consumo chinês

Para conquistar os consumidores chineses das diferentes gerações, o BCG recomenda uma série de ações para que empresas identifiquem as necessidades, desejos e valores de cada segmento.

A primeira recomendação é que as organizações adquiram conhecimento de forma equilibrada sobre os diferentes grupos de consumidores. Por mais que a Geração Z seja o foco, as empresas não devem deixar de considerar as gerações anteriores, em especial as X e Y. Além disso, podem capturar oportunidades direcionadas para esses segmentos em específico.

As organizações também devem ficar atentas às mudanças e constâncias das preferências de seus consumidores de todas as gerações. Assim, devem identificar quais são os comportamentos que mudam e que se mantém ao longo de anos para cada grupo.

Por fim, as empresas devem capturar oportunidades específicas para cada segmento de consumidores e explorar potenciais de crescimento em mercados onde já atuam. Em vez de focar em um único produto desenhado para uma característica ou comportamento de uma geração em específico, as marcas têm a oportunidade de criar um portfólio voltado para mercados de nicho e fazer disso um novo impulsionador de crescimento.



+ NOTÍCIAS
Muito além das gerações, é preciso entender os comportamentos
Qual a relação entre tecnologia e recessão geopolítica? Ian Bremmer explica

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]