Pesquisar
Close this search box.
/
/
Lojas Colombo muda gestão e inicia transformação digital

Lojas Colombo muda gestão e inicia transformação digital

A Lojas Colombo protagoniza há anos uma verdadeira novela sobre sucessão. Agora, a companhia encerra mais um capítulo e volta o negócio para a transformação digital

Quando o mercado pensa em redes de varejo de Eletroeletrônicos e Móveis, Magazine Luiza e Via Varejo, com as marcas Pontofrio e Casas Bahia, lideram o ranking das mais lembradas entre os consumidores. Mas pode não ser bem assim na região Sul. Nos Estados do Rio de Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Somente nesses três Estados, a companhia soma 250 lojas e um faturamento que, em 2017, foi de R$ 1,6 bilhão – um crescimento de 8% nas vendas em um ano instável.

A gigante regional foi fundada em 1959 por Adelino Raymundo Colombo e Dionysio Balthasar Maggioni. Como em grande parte das empresas familiares, ao longo dos anos, a companhia tem insistido em manter a gestão nas mãos da família. Tanto que Adelino Colombo ainda era, até o ano passado, o presidente da companhia. No início do ano, sua filha, Gissela Franke Colombo Berlaver assumiu a empresa, aos 60 anos, mantendo a companhia, mais uma vez, nas mãos da família. Mas nem sempre foi assim.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

A Lojas Colombo passou por processo de Governança e profissionalizou a gestão. Houve três tentativas de manter gestores profissionais, mas elas nunca funcionaram. Em 2002, a companhia contratou Eldo Moreno, ex-Magazine Luiza. Mas ele ficou até 2005 apenas. Em 2011, houve mais uma tentativa, desta vez com Gustavo Courbassier, do Bradesco. Novamente, não deu certo. Em 2015, Azaleia Rodrigo Piazer assumiu, mas executiva ficou apenas até 2017. Em todas as saídas, Adelino, hoje com 87 anos, reassumiu a gestão.

“Acho que talvez a gente tenha errado no recrutamento desses profissionais. E também porque o seu Colombo [Adelino Colombo] não estava preparado para realmente passar a gestão. A sucessão se deu hoje, porque ele estava pronto para fazer agora”, afirma Gissela, nesta entrevista à NOVAREJO.

A executiva está na companhia desde os 14 anos, passou por diversas áreas da companhia, e estava no Conselho de Administração. Segundo a executiva, manter a marca nas mãos da família facilita a permanência da “essência” da companhia. Com ela à frente, termina um capítulo da história de sucessão da gigante regional. O foco, segundo a nova presidente, é inverter a lógica do negócio, antes focado em guerra de preços, para uma rede centrada no consumidor e na transformação digital.

Depois de passar pela crise econômica, a companhia se centra na expansão de seus negócios, principalmente no digital. Hoje, as vendas do e-commerce da empresa representam 28% do total do faturamento. O número é muito próximo do principal player do mercado, o Magazine Luiza, cujas vendas no e-commerce representam 32% do total. Para este ano, a projeção é abrir até seis lojas, revitalizar 40 unidades e aumentar as vendas em 10%.

O grande projeto, contudo, é o marketplace da empresa. Com ele, a empresa espera aumentar o mix de produtos de 7.500 para 50 mil itens. “Também vamos investir muito em pessoas, em formação de liderança. Nosso foco é rentabilizar o negócio da melhor forma”, afirma.
Confira os principais trechos da entrevista.

NOVAREJO – A companhia tentou fazer algumas mudanças, colocar profissionais de mercado no comando da empresa, mas eles nunca ficaram. Por quê?

Gissela Franke: Nós tínhamos por muito tempo uma premissa de que nossa empresa seria totalmente profissionalizada e, com o passar do tempo, começamos a fazer a governança, trabalhar em família, e começamos a sentir que somos essencialmente uma empresa familiar, mas não conseguimos passar essa essência para o comando profissional. Então, pensamos que se a empresa tivesse a família no comando, conseguiríamos manter a essência da empresa. E pensamos em mudar o roteiro, fazer governança, preparar a família, com pessoas especializadas. E foi surgindo naturalmente a ideia de que somente com a família no comando conseguiríamos manter esse aspecto.

NV – Por que esses CEOs profissionais ficaram tão pouco tempo?

Gissela: Por uma série de fatores. Acho que talvez a gente tenha errado no recrutamento desses profissionais. E também porque o seu Colombo [Adelino Colombo, pai de Gissela e fundador da marca] não estava preparado para realmente passar a gestão. A sucessão se deu hoje, porque ele estava pronto para fazer agora. O fato de não ter dado certo para alguns executivos, talvez tenha sido reflexo disso: eles não conseguiam transmitir a cultura que temos, ao mesmo tempo em que o seu Colombo não conseguia deixar o dia a dia e a execução das coisas. Foi uma soma de fatores.

Leia a entrevista completa na revista NOVAREJO.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]