Pesquisar
Close this search box.
/
/
O craque da geração Z

O craque da geração Z

Kylian MBappé é a grande estrela da seleção francesa é um legítimo representante da geração que está desconstruindo tradições em série

Ele é marrento, temperamental, cumprimenta colegas com tapinhas no rosto, esconde marcas de patrocinadores, e pode estar se relacionando com uma modelo trans. (O amor também pode ser disruptivo. Afinal, quantos homens cis já assumiram publicamente um relacionamento com parceiros trans?)  No campo de futebol, é um fenômeno. Veloz, driblador, insinuante, ótimo finalizador, já campeão do mundo pela seleção de futebol da França. Este é Kylian Mbappé, o craque do Paris Saint Germain, onde joga ao lado de Neymar (de quem está um tanto longe de ser colega) e de Lionel Messi.

Mas o jovem francês, que fará 24 anos em 20 de dezembro, apenas dois dias após a final da Copa do Mundo do Catar (taça que ele pode levantar pela segunda vez seguida), é, também, mais um exemplo do poder da Geração Z – aquela que vem confrontando e desconstruindo tradições e redefinindo os padrões de consumo, vida social, afetiva, identidade e sustentabilidade.

Esportivamente, Mbappé é espetacular. Pelo Paris Saint Germain, anotou 169 gols em 193 partidas. Pela seleção, já tem 25 tentos em 41 jogos, 9 em Copas (até o dia 12/12, data original desse texto). São mais de 220 gols e mais de 110 assistências na carreira. Um jogador completo, que atua em todas as posições do ataque. Só que este cracaço da bola é uma pessoa polêmica, com especial apreço por confrontar comportamentos pré-estabelecidos (ele é Zed afinal).

O jogador esconde a marca de cerveja patrocinadora do Mundial da FIFA nas coletivas, se recusa a dar entrevistas obrigatórias quando convocado e assume, do próprio bolso, as multas dirigidas à Federação Francesa de Futebol em consequência dessa desobediência.

Mbappé, segundo a imprensa francesa, também estaria se envolvendo com a modelo Ines Rau, a primeira mulher trans capa de Playboy. Há fotos do casal obtidas durante o Festival de Cannes de cinema em maio deste ano. No caso da cerveja, o camisa 10 da França apenas reiterou o cuidado de não associar sua imagem a produtos nocivos (no seu entender), como bebidas alcoólicas, fast food e casas de apostas. Como todo integrante da Geração Z, o intrépido Mbappé não tem medo de pautar a sua narrativa, e de assumir posições “fora da caixinha”.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Imprevisível nos campos e fora dele, o francês evoca as características de sua geração: defende a sustentabilidade de forma ligeiramente superficial, é nativo digital, ostentando mais de 75 milhões de seguidores no Instagram (distante ainda dos mais de 190 milhões de Neymar Jr, campeão absoluto nessa mídia, porém, com 7 anos a menos), não esconde sua insatisfação e não faz a menor questão de fazer o que, no seu entender, não se relaciona com sua atividade (como dar entrevistas durante a Copa ou falar de seus relacionamentos). Mbappé não parece depender de medicamentos (comuns aos jovens, ansiolíticos, antidepressivos, etc) mas deve ter lá seus ataques de ansiedade, considerando sua postura normalmente impaciente em campo. Dificilmente, ele tenta a jogada mais cerebral, busca sempre o jogo vertical, incisivo, para “quebrar linhas”, como se diz no futebolês atual.

Também há comentários de que Mbappé pediu a cabeça de alguns companheiros de elenco durante a renovação do seu contrato com o PSG (incluindo Neymar). De todo modo, ele vem ocupando espaço como um novo tipo de atleta, que não se furta a polemizar é que dificilmente será controlado por media trainings e dará respostas previsíveis para perguntas sonolentas.

Há vários ‘Mbappés’, com mais ou menos talento, nas empresas do mundo todo. Mas todos apresentam certa dificuldade de se relacionar, são personalistas, muitos vivem em bolhas cognitivas, se pautam pelas mídias sociais e sofrem de ansiedade crônica. Ao mesmo tempo, reafirmam que ser é mais importante do que ter e buscam alinhamento de valores com empresas, para trabalhar ou consumir. Eles têm pressa, urgência e mudam de direção como o craque indo em direção ao gol, em velocidade desconcertante. Também querem assumir identidades distintas ao longo da vida e gostam de recompensas imediatas, como se a vida fosse um game acelerado, no melhor estilo Fortnite.

Conheça o Mundo do CX

Entender esses jovens, como se manifestam, como constroem narrativas, como encaram amor, vida, afeto e sociedade, é hoje um desafio crucial para qualquer empresa que busque algo mais do que simplesmente garantir o direito de sobreviver. Os dados são abundantes e ganham escala exponencialmente. Isso porque os “Zeds” produzem muita informação, viram seu radar e sua atenção para muitos assuntos simultaneamente, encampam e descartam causas em sequência. São contraditórios e definitivamente estão dispostos a deixar sua marca no mundo. Sim, podemos apreciar sua arte nos campos, com as jogadas de M’Bappé, que substitui Messi e Cristiano Ronaldo na galeria dos supercraques, atropelando o ótimo Neymar Jr, que fica numa faixa intermediária, tanto em termos de conquistas, números, quanto de influência. Podemos apreciar a arte da Geração Z nos NFTs, nas moedas sociais (os criptoativos), na explosão de polêmicas e novas ideias que surgem e irão surgir com a Web3, em novos e poderosos negócios com muita tração que veremos aparecer, em novos formatos familiares…

Enquanto isso, assistimos à final da Copa do Mundo sem nossa seleção, pela quinta vez seguida, talvez por não nos darmos conta de que é preciso entender melhor as transformações do mundo. Olhamos para trás há muito tempo, buscando refúgio contra um mundo que insiste em propor novidades e novos comportamentos. Estamos pagando o preço. Mbappé é o começo, um representante legítimo de uma era onde mudança é regra e que se choca com aqueles que defendem o miram o passado. O resultado é tensão crescente, até o momento em que as forças se reacomodam, mas aí todas as referências terão mudado.

Abram alas, a Geração Z vai passar com tudo. E com muitos gols de Mbappé e dos futuros craques do nosso futebol.


+ Notícias

A geração Z não vai salvar o mundo

Geração Z: aquela que constrói ou destrói uma marca?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]