Pesquisar
Close this search box.
/
/
IDENTIDADES: Wellness dita tendência de quem busca o equilíbrio

IDENTIDADES: Wellness dita tendência de quem busca o equilíbrio

Iza Dezon, representante da PeclersParis na América Latina, explica que a tendência é uma resposta a um comportamento cultural tóxico. Renata Dias é exemplo de quem encontrou o equilíbrio em meio a uma vida intensa e agitada

“Minha carreira começou com moda. Mudei meus hábitos para me recuperar exatamente deste universo. Hoje entendo que preciso estar equilibrada para conseguir realizar tudo o que preciso e não só realizar bem, mas realizar feliz”, confessa Renata Dias, astróloga e pesquisadora de arquétipos femininos. 

E é esse equilíbrio que, em um contexto mais amplo, toma frente de uma tendência global que muita gente já ouviu falar: o WELLNESS.

A sócia-fundadora da Dezon Consultoria Estratégica, representante da PeclersParis na América Latina e especialista em tendências Iza Dezon explica que o conceito foi uma resposta ao comportamento das pessoas frente a uma cultura tóxica, que permeou por muito tempo a sociedade.

“O wellness é um termo que caracteriza todo um movimento de busca pelo bem-estar, com foco no autocuidado, saúde mental e espiritualidade.”

Foto Paulo Reis

Assim como descreveu Iza Dezon, Renata é também cria desta geração inquieta. Viveu boa parte da vida de forma agitada e intensa. Estudou moda, história, filosofia, fez MBA em finanças, morou em diversos países, aprendeu cinco línguas, trabalhou para grandes empresas internacionais e nacionais, viveu a correria das editoras, casou-se, até que um dia… Era preciso parar. E essa é a premissa do Wellness.

E foi o que Renata fez. Após três anos sem férias e pressionada pelo RH da empresa, percorreu o caminho de Santiago de Compostela. “Fui, fiz, voltei e pensei: nossa estou fazendo tudo errado, não quero mais trabalhar aqui, não quero mais ser casada, não quero mais fazer o que eu faço, quero fazer outra coisa”, conta.

“Claro que não era simplesmente jogar tudo para o alto. Mas a mudança na minha vida começou mesmo a acontecer quando meu departamento na editora fechou e embarquei para a Índia. Lá me dediquei ao fengshui, o que me levou a estudar alquimia, astrologia e tarô quando voltei ao Brasil. Foi em meio a esse caminho que comecei a trabalhar com consultoria de marketing só para pessoas e empresas com propósito”, explica.

“Acredito que os grandes desequilíbrios das pessoas, as grandes neuroses, aparecem porque a gente se joga na vida e não para pra perceber até que ponto você está sendo você, até que ponto você está se cuidando, até que ponto você está mantendo o equilíbrio. No universo há uma lei que é extremamente importante, e a gente banaliza isso, que é a lei do equilíbrio. Temos de fazer tudo, mas na medida certa, na hora certa e colocando e despendendo a energia correta para cada atividade. Cuidar da gente faz parte de manter este equilíbrio nosso e do mundo também. Porque quando a nossa energia está bem, equilibrada, também estamos influenciando quem está ao nosso redor.”

O wellness ou viver melhor é uma tendência que está atrelada não só a uma mudança comportamental do consumidor, mas também a uma mudança mercadológica. 

Cada dia mais as organizações precisam se adaptar a esse estilo de vida e provar que oferecem produtos e serviços que atendam as novas necessidades. 

Um consumidor wellness é um consumidor engajado, informado e preocupado com tudo o que permite entrar em suas vidas.

É esse olhar mais holístico da população sobre a vida e o meio ambiente que acaba cada vez mais semeando novas profissões e serviços no mercado.

Você sabia, por exemplo, que hoje existem aulas que ensinam padrões de respiração com o intuito de abrir os pulmões e que essa técnica é vista como método de autoajuda, fortalecimento da imunidade e gerenciamento de estresse?

Pode parecer trivial, mas uma pesquisa do The Breathing Room concluiu que a maioria das pessoas apenas usa 25% da sua capacidade respiratória total.

Mas se isso não te convenceu ainda, vamos falar de números: só no Brasil, a indústria de atividades físicas movimenta 2,1 bilhões de dólares anualmente — a receita é a maior da América Latina. De acordo com o levantamento de 2018 da IHRSA (Associação Internacional de Fomento ao Universo de Saúde e Exercícios) há mais de 34 500 academias no país.

Renata conta que hoje sente a necessidade de encontrar um tempo para ela mesma. “Uso várias ferramentas, seja a meditação, o fengshui, o contato com a natureza ou com as pessoas que eu amo ou fazendo o trabalho que eu gosto de fazer. Se eu não fizesse isso, provavelmente não aguentaria fazer tudo o que é me pedido todos os dias.”

Wellness
Fotos Paulo Reis

 “A grande virada de chave para falar dessa tendência que é o viver melhor é entender que falar de bem-estar é um processo contínuo e evolutivo. No imperativo da longevidade, não adianta apenas estar bem agora, precisamos prorrogar essa situação e refletir sobre nossos estados físico e mental a longo prazo”, explica Iza Dezon.

Hoje a astróloga ocupa um cargo que considera desafiador em uma grande editora e pontua que nada disso será possível sem todo este processo de transformação.

“Pela primeira vez na vida estou tendo a oportunidade de aplicar tudo o que conheci no dia a dia, na vida real”, pontua.

“Acredito que a identidade de cada um, saber quem você é, e a sua unicidade, que é aquilo que só você tem, é necessária para que você atue no mundo. Quem não tem identidade não consegue deixar sua marca e não consegue fazer aquilo que tem de fazer. E, ao mesmo tempo, quem não consegue desenvolver sua própria identidade simplesmente se dissolve na multidão. A multidão ou o todo é parte nossa e nós somos parte dele, mas só fazemos a diferença sabendo quem somos e atuando de acordo com o que somos.”

Juntamos 7 pessoas do cotidiano que representam o futuro e tendências do aqui e agora que moldarão o amanhã. Ieda, por exemplo, é uma chefe de cozinha da Chapada Diamantina e espalha sua culinária por onde passa. Hoje encanta os paulistas com uma comida tradicional e nordestina em um restaurante que leva seu nome. Por isso impossível não falar de LOBAL, quando o local é muito maior do que o que vem de fora.

Também descobrimos Leandro, preparador de atletas, que muda a vida das pessoas através da AUTO-OTIMIZAÇÃO. Já Urick é púpilo dessa geração de pessoas preocupadas com PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS. E tem o Fabrício, tão ligado em tecnologia que já fala em uma ROBOTIZAÇÃO DA VIDA.

Sem falar da Renata, que acredita em um mundo em que é possível (e necessário) VIVER MELHOR, assim como a Ana Lúcia, que sabe que número não define nada, que IDADE é EMOCIONAL. E a Júlia? Uma NATIVA ECOLÓGICA que quer transformar o mundo através do ativismo ambiental e na sua crença de um planeta melhor.

Esses são 25 anos da nossa história e é você consumidor que a define. O mundo do consumidor sem rótulos. Um mundo de IDENTIDADES. A cada semana um novo personagem! Conheça nosso manifesto vivo e um evento que moldará o novo olhar sob o consumo e o comportamento na nova década: identidades.consumidormoderno.com.br

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]