Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os hábitos do novo consumidor de shoppings centers no pós-pandemia

Os hábitos do novo consumidor de shoppings centers no pós-pandemia

Pesquisa aponta preferências dos frequentadores - da compra de calçados e vestuários ao uso do cartão de crédito

Depois de um período de cerca de dois anos de intensa digitalização do comércio e dos hábitos de consumo, as preferências por produtos, faixa etária e formas de pagamento por aquisições e serviços nos centros de compras brasileiros se transformaram. Os resultados do levantamento “O comportamento dos Frequentadores de Shopping Centers”, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), em parceria com a Fronte Pesquisa, mostram um retrato inédito do consumidor de shopping centers do pós-pandemia.

A pesquisa contou com a participação de 4.300 frequentadores em 26 estados e o Distrito Federal, de cidades com ao menos um shopping. A maioria são mulheres, elas representam 53% do total de entrevistados.

Os consumidores preferem fazer suas compras em shopping centers principalmente devido à segurança oferecida nestes locais, segundo 46%. O segundo motivo, para 35% dos frequentadores, é a praticidade para resolver suas necessidades do dia a dia nos empreendimentos.

No momento de escolher qual shopping irão frequentar, os consumidores entrevistados pela Abrasce consideram duas principais características: a localização e o mix de lojas, apontadas por 24% e 22% dos frequentadores, respectivamente. Com o local escolhido, 65% dos frequentadores utilizam o próprio carro para se dirigir o local, e o tempo médio de permanência é de 80 minutos.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Hábitos de consumo

O setor foi fortemente impactado pela pandemia, devido à política de distanciamento. O faturamento caiu  33% em 2020 em relação ao ano anterior. Em 2022, o setor retomou o crescimento e atingiu R$ 191,8 bilhões, aproximando-se do faturamento registrado em 2019, de R$ 192,8 bilhões. Para 2023, a Abrasce prevê um crescimento de 14,6% na comparação com 2022, podendo atingir o número recorde de R$ 219,8 bilhões de faturamento.

O Brasil tem hoje 628 shoppings, que reúnem quase 116 mil lojas. Os empreendimentos oferecem uma gama de atividades diversificada, como restaurantes, cinema, lazer e serviços de conveniência.

Mas o principal motivo pelo que 43% dos consumidores frequentam os espaços são as compras. Na sequência, estão o lazer – como cinemas, teatros e eventos – (31%), a alimentação (21%) e serviços (5%). Segundo 58% dos consumidores entrevistados, o produto mais procurado nos shopping centers é o calçado, seguido pelas peças de vestuário (54%).

Dia dos Pais

Às vésperas do Dia dos Pais, os shopping e comércios já estão vivendo um dos momentos mais importantes para o consumo no país. Dados da pesquisa “Intenção de Compras para o Dia dos Pais 2023” da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), apontam a preferência da maioria dos consumidores entrevistados (74%) em realizar suas compras em canais físicos – principalmente, nos shopping centers (31%) e nos shopping populares (17%).

Ainda segundo o levantamento, cerca de 110,5 milhões de consumidores pretendem comprar presentes para o Dia dos Pais este ano. O número representa um aumento de 8,7 milhões na comparação com o ano anterior. Os compradores também planejam gastar 36% a mais nesse ano. 52% dos entrevistados pretendem comprar roupas para os pais na data comemorativa, 34% perfumes e/ou cosméticos, 34% calçados e 24% acessórios.

Já outro levantamento feito pelo Google Brasil com mil brasileiros com acesso à internet, 52% dos pais desejam ganhar eletrônicos como smartphones, televisões e notebooks, mas apenas 22% dele devem receber. Isso porque os compradores darão preferência às categorias tradicionais como moda (43%) e beleza e perfumaria (27%).

Leia mais: Dia dos Pais deve movimentar R$ 27 bilhões

Crédito ou débito?

A pesquisa da Abrasce identificou que a principal forma de pagamento dos produtos e serviços adquiridos nos shopping é o cartão de crédito, utilizado por 74% dos consumidores. Seguido pelo cartão de débito (62%) e pelo Pix (52%) – modalidade que vem ganhando cada vez mais adeptos. Em 2022, foi a principal forma de pagamento utilizada pelos brasileiros, representando 29% das transações realizadas no ano, segundo dados do Banco Central.

Mas antes mesmo de sair de casa, três quartos dos consumidores optam por pesquisar os preços na internet para, então, comprar os produtos nas lojas físicas.

Conheça o Mundo do CX

Perfil do novo consumidor

Quanto à faixa etária, a mais predominante é dos 30 aos 44 anos (27%), dos 20 a 29 anos (26%) e dos 45 a 59 anos (18%). Os demais respondentes são dos 17 a 19 anos (17%) e 60 anos ou mais (12%).

A maioria dos novos consumidores (34%) recebe até três salários mínimos ao mês. Já 33% dos respondentes recebem entre 3,1 e seis salários mínimos, e 19% de 6,1 a dez salários mínimos. A minoria dos frequentadores de shopping recebe entre 10,1 e 15 salários mínimos e acima de 15 salários mínimos, ambas faixas representadas por 7% dos consumidores cada.



+ NOTÍCIAS
Em apenas três semanas, bancos renegociam R$ 5,4 bi em dívidas no Desenrola

Personalização e luxo garantem vantagem competitiva e experiência

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]