Pesquisar
Close this search box.
/
/
Fábricas supervelozes da Adidas derrubam tempo de produção e entrega

Fábricas supervelozes da Adidas derrubam tempo de produção e entrega

As speedfactories da Adidas permitem à marca levar parte da produção de volta aos EUA e aspotar alto em produtos customizados, como o tênis AM4

Ainda no ano passado, a Adidas anunciou sua nova linha de calçados personalizados. Os produtos são feitos sob demanda em suas novas fábricas, as speedfactories, modelo de fábrica que contempla todas as etapas da produção.

A nova instalação produz em alguns dias calçados que demoravam meses para serem fabricados, com o ganho extra de serem produzido próximo ao local de consumo. O processo tradicional de produção da Adidas envolvia diferentes fabricantes na Ásia e o produto demorava meses para estar pronto. Segundo análise da CBInsights, a estratégia de personalização têm colocado a Adidas mais um passo à frente da sua principal concorrente, a Nike.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

O que levou a Adidas a fabricar seus produtos na Ásia (assim como tantas outras indústrias) foi o preço da mão de obra, muito mais barata naquele continente. Porém, o desenvolvimento de máquinas automatizadas, como impressoras 3D, braços mecânicos e uma malha computadorizada bastante eficiente, permite à Adidas dispensar boa parte da mão de obra.

O AM4, modelo personalizado da Adidas, que tem chip capaz de capturar dados sobre o histórico de localização do usuário e conectar as informações com o app da marca (crédito: divulgação)

O novo processo de produção permite não só a personalização do produto, mas também a redução do tempo para que esse produto customizado esteja na mão do consumidor final. “A Adidas pode ajustar o calçado à personalização que o consumidor deseja ter. Esse é o objetivo: personalização completa, mas sem comprometer a velocidade”, afirmou Gil Steyaert, membro do conselho executivo da Adidas à CBInsights.

Apesar de descartar abandonar as fábricas na Ásia, a Adidas afirma que passará a produzir 1 milhão de calçados por ano em suas novas speedfactories até 2020. A Adidas também traçou como meta atingir 50% de suas vendas de produtos feitos por processo digitais até o final da década.

AM4, a linha de tênis customizados

A nova linha de tênis AM4 da Adidas foi criada para atender as necessidades dos adeptos da corrida de rua em diferentes cidades pelo mundo. O modelo AM4NYC, por exemplo, é projetado especificamente para as curvas fechadas de Nova York. O calçado foi criado depois de a empresa usar dados de ciência esportiva e receber feedbacks de atletas amadores da cidade.

A Adidas também projetou calçados para corredores em Londres, Paris, Los Angeles e Xangai baseada nas experiências de cada localidade. Isso tudo depois de apenas um ano de lançar a nova linha. A próxima metrópole a receber o AM4 será Tóquio.

Leia também: Como a Nike customiza seus modelos de tênis em menos de uma hora

O AM4 vem equipado de um chip que registra todos os passos do cliente. Tanto o proprietário do tênis quanto a marca têm acesso aos dados captados pela tecnologia do tênis. O consumidor pode sincronizar o calçado com o app da Adidas para armazenar suas informações e a marca pretende usar os dados para fazer melhorias no produto. É de se destacar ainda, a imensa capacidade que a Adidas terá de entender a rotina dos pedestres nas principais capitais.

Roupas sob medida, em larga escala

A Adidas estuda agora como oferecer um alfaiate a cada um de seus consumidores. A marca está encontrando maneiras de adaptar peças de roupa sob demanda para cada consumidor. Para essa nova empreitada, a Adidas conta com a startup Carbon, especializada em fabricação via impressoras 3D. A empresa de inovação ajudou a marca esportiva a desenvolver as palmilhas customizadas com impressão de carbono.

O desafio da marca esportiva tem sido produzir em larga escala as roupas produzidas sobre demanda, como a empresa já começou a fazer com seus calçados. É tudo uma questão de tempo.

Leia também: 3 Tendências para o varejo de moda continuar crescendo  

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]