Pesquisar
Close this search box.
/
/
Europa e América Latina também têm o que ensinar na NRF

Europa e América Latina também têm o que ensinar na NRF

Painel no evento varejista revela ideias e inovações de outros mercados e atrai grande interesse no evento que acontece nos EUA. Vale a pena conhecer

Por Jacques Meir e Fabiana Zuanon

 

Existem grandes cases de inovação no varejo no mundo todo. E a NRF abriu espaço para esses insights. O painel “Conversa de superpoderes globais: visões da Europa e América Latina”, reuniu Alberto Serrentino, CEO da Varese Retail (e um dos organizadores da delegação BTR Varese na NRF 2019) conversou com Francisco Pinto da Planoforte (Itália) e Alexandre Costa, CEO e fundador da Cacau Show para compartilhar experiências europeias e brasileiras com o público do maior evento do varejo global. Um dos painéis concorridos da NRF trouxe ensinamentos valiosos para varejistas que pretendem expandir suas operações para outros mercados.

“Quando falamos em organizações de varejo que tenham superpoderes, falamos em empresas que coloquem o cliente no centro, que sejam ágeis e que utilizem dados intensamente, organizações construídas com a capacidade de enfrentar esses desafios. E que utilizem essas capacidades para incrementar suas operações”. Esta foi a introdução de Alberto Serrentino, da Varese Retail, onde procurou dar o contexto que combina obsessão por dados, cultura digital, redução intensa de pontos de fricção e foco total no cliente como fatores críticos de sucesso.

O consultor destaca a importância dos dados como centro dos processos e de um desenho operacional eficiente. A apresentação de vídeos com os valores da Cacau Show, sua forma de se relacionar com a comunidade, o trabalho da fundação que leva o nome da empresa impressionou a audiência. Falar de propósitos e de vínculos normalmente são elementos inspiradores que trazem valores para consumidores. Alexandre Costa destaca a simplicidade e o envolvimento emocional como elementos importantes, que juntamente com qualidade fazem a empresa trilhar um caminho bem-sucedido.

Da mesma forma, a empresa de moda Planoforma, que detém marcas como Yamamai, Carpisa e Jaked, também destaca valores muito emocionais: intimidade, acolhimento, feminilidade, para criar vínculos sólidos com seus clientes. O executivo destaca a relevância dos serviços como componentes da criação das experiências superiores e envolventes. Ambos trabalham com modelos de franquias para expansão acelerada. E ambos destacam que dessa forma podem se dedicar mais ao desenvolvimento de produtos que tragam mais valor para os clientes.

O debate tambem trouxe insights sobre o futuro das lojas físicas. Tanto a Cacau Show quanto a Planoforte procuram impulsionar um novo grau de experiências em suas lojas. A Cacau Show inaugurou uma loja diferente e especial no MorumbiShopping em São Paulo, para recriar a experiência de contato do consumidor com o chocolate. A loja traz bebidas à bas de chocolate, teatro para crianças, cursos e degustação de sabores e variedades das guloseimas e, segundo Alexandre Costa, a iniciativa é um sucesso espetacular.

Já Francisco Pinto destaca que a Planoforte trabalha diversas experiências e testa muitas ideias o tempo todo. A empresa também em lojas maiores, com maior oferta de experiências, com propósitos múltiplos que criam novas formas de consumo e de interação com os clientes.

Serrentino questionou sobre como as empresas assumem novos riscos diante de um mundo em mudança acelerada. O CEO da Cacau Show defendeu o modelo de negócio baseado em franquias, que responde 60% do faturamento (o restante vem das lojas próprias). Os franqueados funcionam como uma plataforma de investimento e também como defensores da cultura corporativa. A cultura interna, para essas duas redes é o ponto chave que permite e embasa a perenidade dos negócios.

São lições valiosas, que ultrapassam fronteiras e têm ressonância global e que podem ser aplicadas globalmente. Time, qualidade, centralidade no cliente, crença no poder da inovação, tecnologia e experiência levam qualquer varejista e superar a comoditização.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]