Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que inspira a Geração Z? Estudo da Faber-Castell traz a resposta

O que inspira a Geração Z? Estudo da Faber-Castell traz a resposta

O estudo Mapa da Criatividade traz dados e insights sobre a Geração Z. Conheça mais sobre o comportamento do nativo digital

O que inspira os jovens da Geração Z, vistos como “donos da narrativa”? Essa questão inspirou o departamento de Consumer Marketing Insights (CMI) da Faber-Castell Brasil a realizar a pesquisa intitulada de “Mapa da Criatividade”. O estudo, feito a partir de painel da MindMiners, investigou a relação das gerações com a criatividade e trouxe insights curiosos.

Naturalmente, a pesquisa está alinhada a outras iniciativas da empresa, que já se consolidou no mercado há muitos anos. “São décadas desenvolvendo uma relação de troca com o nosso público, o que torna, hoje, a marca líder no setor de papelaria”, comenta Flávia Giordano, diretora de marketing da Faber-Castell. “Os consumidores fiéis da marca seguem presentes ano após ano, prestigiando nossos produtos e aguardando os lançamentos”.

Em 2022, a Faber-Castell lançou alguns produtos focados justamente na Geração Z que, apesar de ser nativa digital, tem grande interesse por material de papelaria – especialmente aqueles que auxiliam na organização da rotinas e tornam o dia a dia mais alegre, a partir de técnicas de lettering e bullet journal.

“Pensando nesse público, desenvolvemos a Fine Pen Pop, canetas coloridas com ponta de 0,4 mm e ponteira metálica, que se destacam por seu design de corpo mais fino e visual decorado”, conta Flávia. “No mesmo ano, também com o intuito de nos aproximar deste público, marcarmos presença na CCXP, um dos maiores eventos de entretenimento e cultura pop do país, que recebe milhares de pessoas de todas as idades, em especial o público jovem”.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Confira a entrevista completa com a executiva e dados do Mapa da Criatividade:

CONSUMIDOR MODERNO – Os efeitos da pandemia – diminuição da renda, estresse e ansiedade – mudaram muito o comportamento dos consumidores da geração Z perante as marcas? Se sim, como?

FLÁVIA GIORDANO – Assim como todo o mercado, tivemos de nos adaptar a esse cenário, diversificando ainda mais nossa atuação, acompanhando as mudanças no comportamento dos consumidores. Investimos em campanhas e iniciativas para apoiar as famílias com atividades criativas em casa, com lives, tutoriais e cursos de desenho online. Em relação à geração Z, nos mostramos ainda mais ativos nas plataformas digitais, já que mais tempo dentro de casa significava mais tempo utilizando o celular. Intensificamos nossa presença nas redes sociais, desenvolvemos um canal de conversa com esse público, criamos um perfil no TikTok e, hoje, realizamos lançamentos anuais de produtos voltados exclusivamente para este público.

CM – O jovem da Geração Z quer se diferenciar dos outros, não deseja fazer parte de uma massa. Mostra isso nas redes sociais e no momento de consumir, buscando produtos autênticos. Nesse sentido, a forma de pensar o produto ou serviço precisou ser transformada?

FG – Com certeza. Em 2022, realizamos o Mapa da Criatividade, uma pesquisa para conhecer a relação dos brasileiros com essa habilidade e tivemos algumas descobertas interessantes. Uma delas está ligada diretamente com a geração dos nativos digitais: as redes sociais são a maior fonte para a criatividade dos brasileiros: 45% das pessoas buscam inspiração em canais como Instagram, Pinterest, Youtube e Facebook; na sequência, filmes, séries e peças de teatro (34%) e músicas (32%) aparecem no top 3. Isso só comprova que a Faber-Castell é uma empresa que está sempre atenta às mudanças e tendências do mercado para entregar ao consumidor – de todas as idades – exatamente o que ele deseja.


Para a Geração Z…

  • A criatividade é a 2ª habilidade mais importante para o futuro, perdendo apenas para a capacidade de aprender;
  • 37% inspiram-se em músicos, cantores, atores, pintores, dançarinos etc;
  • 31% valorizam o pensamento crítico;
  • 35% consideram-se mais criativos à noite;
  • 43% afirmam que se tornam mais criativos ao estudar; 36% dizem que a atividade que mais instiga a criatividade é tomar banho.

CM – Nossos estudos também revelam que há um potencial de mercado, com isso, procuramos explorar e oferecer novos produtos, com novas funcionalidades que os atendam. Temos ampliado a oferta de produtos e criado ocasiões de uso para gerar desejo e interesse no target.

FG – A Geração Z é muito consciente e está sempre buscando aprender mais sobre temas como educação financeira, sustentabilidade e ativismo. É fundamental investir nesses temas e comunicá-los de forma efetiva? Como a empresa desenvolve iniciativas nesse sentido?
Sem dúvida. A estratégia das empresas para priorizar as causas passa pelo entendimento das principais necessidades de seus diferentes públicos, bem como pelo propósito da companhia. Felizmente, há décadas, a Faber-Castell persegue pilares como sustentabilidade, educação e criatividade promovendo transformações na companhia e em todo o ecossistema com os quais se relaciona. O público exige cada vez mais consistência das empresas, ou seja, a causa levantada deve estar visível em todas as atividades, não só para o público externo, mas principalmente para o público interno e por meio das políticas e processos da organização. Ao levantar uma bandeira, é importante que as marcas busquem atividades alinhadas tanto à proposta de valor da organização quanto ao propósito como companhia. Quanto mais genuínas e socialmente relevantes forem as causas, mais os consumidores estão comprometidos com elas.

CM – Como as empresas podem se adaptar para dialogar “de igual para igual” com a geração nativa digital? Como acompanhar a tendência da geração que chegou para ser dona da narrativa?

O maior desafio aqui é estar presente onde este público está. Os gostos e preferências da geração Z mudam com uma velocidade altíssima e é necessário estar sempre preparado para entregar o que eles buscam, seja em produtos e/ou valores da marca. Hoje, a Faber-Castell mantém perfis em todas as redes sociais em que esse público se encontra – Tiktok, Twitter, Youtube, Instagram – e o mais importante, mantemos um time interno engajado nessas redes sociais que dialogam diariamente e diretamente com este público.



+ NOTÍCIAS
Geração Z e das classes C, D e E impulsionam turismo no pós-pandemia, aponta Google

Internet, moda e consumo: o mercado de cosméticos e o envolvimento com a Geração Z

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]