Pesquisar
Close this search box.
/
/
Empacou no trabalho? 5 dicas para acabar com a procrastinação

Empacou no trabalho? 5 dicas para acabar com a procrastinação

O ato de postergar sempre foi condenado ao longo da história da humanidade. E se antes do isolamento já era difícil não cair nessa tentação, o que fazer agora com o trabalho home office?

Procrastinar até poderia estar entre os 10 mandamentos bíblicos a serem evitados. Até porque, a maioria das religiões – do Cristianismo ao Budismo – condena o ato. No Judaísmo, só para citar um exemplo concreto, a procrastinação sempre foi combatida por ser considerada uma espécie de suicídio lento. Já no mundo do trabalho, onde metas e entregas batem à porta todos os dias, acabar com a procrastinação é tema constante de disputas entre o nosso cérebro e a lista de tarefas do dia.

Segundo pesquisadores, cerca de 20% dos adultos são procrastinadores crônicos, e os demais, vez ou outra também o serão. Estudos também apontam para crenças limitantes desenvolvidas na infância, impedindo que algo seja realizado com êxito, como medo de rejeição, incapacidade de realização, perfeccionismo ou até o medo do sucesso. Ou ainda, pais que evitam a todo custo situações que não geram prazer imediato para seus filhos.

Nem mesmo as grandes mentes estão livres de procrastinar. Margaret Atwood, a escritora canadense do aclamado “O Conto de Aia”, já se definiu publicamente como uma especialista em adiar tarefas. Mas também descobriu, em seus longos anos de home office para escrever livros, algumas estratégias para cumprir os prazos. Para este ano de trabalho remoto, listamos alguns hábitos importantes de começar a praticar a fim de evitar a procrastinação vindas de uma fonte expert no assunto, o podcast ‘WorkLife with Adam Grant”, um programa original da marca TED. Confira abaixo:

EVITE O MODO “SONECA”

Se iniciar procrastinando já ao levantar, bem provável que se prolongue durante todo o dia. Então, levante-se, e não pule as etapas que fazem parte do ritual de acordar: lavar o rosto, escovar dentes, tomar banho, um bom café da manhã, e ir mentalmente organizando as atividades do dia. Já pensou na diferença, em deixar o espaço da casa arrumado antes de começar a trabalhar. E vestir-se como se estivesse indo trabalhar também faz parte do processo.

EU QUERO X EU DEVO

Psicólogos apontam que todos temos um “eu” dominado pela emoção (Eu do querer) e outro “eu” comandado pelo  fazer o certo (Eu do dever). Assim, quando a preguiça se impuser aos prazos de entrega, lembre que esse segundo “eu” está aí, mas precisa ser acionado. Planejar e organizar o tempo com antecipação pode ser um ótimo treinamento para treinar o eu do dever.

DEFINA PRIORIDADES

O desafio não é realizar todas as atividades em único dia, o que pode ser humanamente impossível, mas é indispensável saber as prioridades e urgências para não passar os dias apagando incêndios. Faça uma lista e organize o que é prioritário no início, e deixe as tarefas mais simples para o fim. Terminar tarefas mais complexas gera um sentimento de satisfação, motivando para realizar outras.

ESQUEÇA O CONCEITO DE “PERFEIÇÃO”

Existem pessoas que passam a vida em busca da perfeição, e que deixam todas as outras a realizar. Faça o que é preciso antes. Podemos, sim, deixar atividades para o dia seguinte. Aqui vale ficar de olho na máxima “feito é melhor do que perfeito”, que se aplica muito ao ambiente “beta” das internet, que coloca produtos e conteúdos para serem consumidos mesmo que não estejam efetivamente finalizados da melhor maneira.

O QUE EVITAR ENQUANTO SE TRABALHA

A conversa no grupo dos amigos do whatsapp sempre parece mais interessante que os afazeres. E os scrolls infinitos nas barras de rolagens das redes sociais. Os excessos de estímulos diários podem, e muito, atrapalhar a produtividade. No caso de Atwood, sua experiência lhe diz para não olhar, nem publicar nada no Twitter enquanto trabalha. No mais, organize listas realistas – e siga item por item. Como disse Raul Seixas “a formiga só trabalha, porque não sabe cantar”. Se é assim, use essa lista para acabar com a procrastinação.


Por que nos autossabotamos? Saiba como parar com esse comportamento

O ensino híbrido é o futuro da educação pós-pandemia?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]