Pesquisar
Close this search box.
/
/
Economia compartilhada: o terror da formalidade?

Economia compartilhada: o terror da formalidade?

Serviço de aluguel temporário de residências entre particulares terá um limite máximo de 90 dias por ano; novidade  impulsiona a chamada economia compartilhada

A chamam de economia compartilhada, onde startups pipocam mundo afora ganhando mercado e causando desconforto para setores tradicionais. Airbnb, a principal inimiga das redes hoteleiras, acaba de ser legalizada em São Francisco.

Edwin Mah Lee, de origem chinesa, prefeito da Califórnia, obteve sete votos a favor e quatro contra na fase de aprovação da Lei. Sua argumentação deixou claro que trata-se de uma hospedagem temporal e faz parte da categoria de economia submergida.

A partir de 2015 só os residentes permanentes poderão sublocar seus quartos, apartamentos ou casas por no máximo 90 dias ao ano. A Lei anterior, conhecida como ?A Airbnb?, permitia o limite de 30 dias. Agora, com o limite estendido, o proprietário deverá contar com um seguro de mais de meio milhão de dólares e comprovar residência no domicilio há mais de 275 dias. Outro ponto importante é a criação de um registro público no Departamento de Urbanismo da cidade declarando respeito ao limite de 90 dias, além de pagar impostos e manter registros que comprovem isso.

De acordo com os advogados do Airbnb, o serviço beneficia cidadãos, turistas e o comércio local, já que promove a descoberta de novos bairros e novas lojas à margem do tradicional circuito da cidade.

O custo médio de uma noite em hotel em São Francisco é de 230 dólares. As tarifas de Airbnb começam a partir dos 100 dólares.

De colchões de ar para uma empresa de milhões de dólares

Brian Chesky é o criador do Airbnb. Em 2008 ele comprou alguns colchões infláveis e ofereceu café da manhã para conhecidos que queriam assistir a um congresso e não encontravam hotéis vagos em São Francisco. Desde então, sua empresa vem acumulando rodadas de investimento que já superam a rede internacional de hotéis Marriot. Estima-se que seu valor de mercado ultrapasse os 10 milhões de dólares. Nada mal para quem não precisa manter um restaurante sequer nem trocar roupas de cama.

A lista de espaços oferecidos pela empresa supera os 550.000 com mais de 350.000 anfitriões em mais de 134.000 localidades em 190 países. Em São Francisco, estima-se que 180.000 visitantes optam por essa modalidade de hospedagem. Segundo a Airbnb, entre 2011 e 2012 seus hóspedes deixaram 56 milhões de dólares na cidade com gastos em lojas, restaurantes e passeios. Barcelona é a cidade mais demandada hoje do seu catálogo.

Por cada aluguel a Airbnb fica com 3% da transação. O hóspede paga adiantado e o anfitrião só recebe dinheiro depois da primeira noite o que garante que tudo coincida com as descrições publicadas na Internet.

Uma das chaves do sucesso da empresa é seu valor social, que utiliza o Facebook para que tanto hóspede quanto anfitrião entre em contato com as experiências de outros usuários.

Para seus colaboradores a empresa oferece horários flexíveis, computadores de última geração, guloseimas e refeições diárias e um incentivo muito especial: a cada trimestre a Airbnb entrega um voucher de 250 dólares que ajuda no pagamento de uma hospedagem do catálogo. Pode ser uma experiência em um castelo antigo ou em uma casa na montanha, por exemplo.

A vitória em São Francisco, muito esperada por todo o setor de serviços baseados na economia compartilhada como Uber, Lyft, Sidecar e Getaround – esta última permite pegar emprestado um carro de terceiro por horas ? abre um caminho seguro para a evolução desses negócios. Respaldados por leis esses mercados jogam agora a favor de um novo modelo de economia atrelado às novas tecnologias e ao comportamento disruptivo de indivíduos que buscam não só melhores ofertas, mas também novas experiências.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]