Pesquisar
Close this search box.
/
/
Conheça os quatro perfis do consumidor do futuro

Conheça os quatro perfis do consumidor do futuro

Até 2025, as marcas deverão atender consumidores mais preocupados com a comunidade, com o tempo e com as conexões pessoais

Para criar os melhores e mais eficientes produtos e serviços, as marcas precisam identificar desejos, expectativas, anseios e motivações de seus clientes. E qual será o perfil do consumidor do futuro? Segundo o relatório Consumidor do Futuro 2025 da consultoria WGSN, o cliente não terá um único conjunto de características, mas quatro.

O ano de 2025 já não é tão distante assim para que lideranças e executivos descubram o que seus consumidores esperam das marcas. Somente assim poderão impulsionar seus negócios, fidelizar clientes e se manterem competitivos em um mercado em turbulentas transformações.

Conheça abaixo os quatro perfis do consumidor do futuro.

 

Neo-niilistas

Os consumidores Neo-niilistas estão cansados dos problemas globais e não acreditam que governos e instituições são capazes de resolvê-los. Dentre eles, 57,3% estão preocupados com a inflação e, segundo a pesquisa do Young People’s Voices on Climate Anxiety, Government Betrayal and Moral Injury, 50% dos jovens entre 16 e 25 anos entrevistados sentem a chamada ecoansiedade.

No entanto, Neo-niilistas preferem renunciar à responsabilidade de se preocupar com as calamidades. São pessoas contemplativas, inconformadas e estão em constante busca por um propósito. Desejam criar suas próprias regras e métricas de sucesso.

São consumidores que buscam ideias especulativas, gêneros criativos alternativos e até o uso de substâncias psicodélicas como terapia. Para acessar esse grupo, a WSGN recomenda usar e abusar da honestidade, da autenticidade e do humor. Assim, marcas poderão ganhar a confiança destes consumidores desconfiados.

 

Redutores

A pandemia gerou uma imersão compulsória na vida digital, e os Redutores já não desejam mais as telas e a conexão virtual. Em vez disso, buscam a conexão com o mundo real, com aquilo que é tangível. Tanto seu crescimento financeiro quanto suas decisões de consumo são baseadas na priorização do ecossistema e da sociedade. 64% dos redutores entrevistados pela pesquisa compraram mais do comércio local para apoiar suas comunidades desde o início da pandemia.

São indivíduos focados em suas comunidades, com propósitos que os guiam em suas decisões e bastante ocupados. Para conquistá-los, é preciso valorizar as conexões na prestação do serviço e da narrativa. São consumidores que prezam por seus valores e buscam marcas que compartilham os mesmos.

 

Leia mais:
A relação entre as evoluções do CX e da tecnologia

Protetores do Tempo

O tempo é o recurso mais valioso para esses consumidores. Em vez de correrem contra ele, preferem adaptar seus cronogramas às suas realidades. Formam conexões e amizades de acordo com seus interesses em vez de faixas etárias. Segundo a pesquisa, 58,6% dos entrevistados da Geração X e dos Baby Boomers não percebem suas faixas etárias representadas de forma adequada no marketing da moda.

São consumidores equilibrados, hedonistas e que buscam o enriquecimento pessoal em vez do material. Priorizaram a qualidade, e não a quantidade. Buscam serviços que lhe concederão mais tempo livre, como modelos de locação. Para conquistar os Protetores do Tempo, as marcas devem oferecer liberdade, flexibilidade e valor agregado.

 

Pioneiros

São atraídos por novidades, inovações e produtos versáteis. Também não preferem o digital ou o mundo físico, muito pelo contrário: são motivados em construir a ponte entre as duas realidades. São pensadores, planejadores urbanos do mundo real e do metaverso. São empreendedores e intensos, pessoas que gostam de assumir riscos e estão em constante busca por inspiração.

Como consumidores, estão atrás de soluções que melhorem o mundo e facilitem a vida das pessoas. Não têm medo de produtos digitais: segundo a pesquisa, 19% dos entrevistados já compraram itens virtuais em oportunidade do metaverso, como roupas e skins em games.

Para conquistar os Pioneiros, as marcas devêm inspirá-los com novas ideias, designs inteligentes e produtos e serviços que buscam conectar os mundos físico e digital.

 

E depois?

Além da identificação dos consumidores, o estudo da WGSN oferece também quatro estratégias para atender às expectativas do cliente do futuro:

  1. Reduza a pressão. As marcas devem ajudar o consumidor neste momento global de crises e transformações. Devem identificar como podem oferecer produtos e serviços que transmitam narrativas e sentimentos de calma, escapismo e bom humor.
  2. Crie conexões e comunidades. As marcas podem incorporar um toque humano aos seus produtos e serviços, contribuindo para que o mundo parece menos e mais amigável. Devem garantir que suas empresas deixem marcas e impactos positivos na sociedade.
  3. Priorize a qualidade, em vez da quantidade. Para se destacar, as marcas devem oferecer produtos com excelência, melhores que os disponíveis no mercado. Esses produtos devem agregar valor e enriquecer a vida dos consumidores.
  4. Ajude pessoas a transitar entre diferentes realidades. As organizações têm a missão de ajudar as pessoas a alternar entre os mundos físico e digital. Devem proteger a privacidade e permitir que indivíduos expressem as diferentes versões de si.

 



+ NOTÍCIAS
A quais demandas do consumidor o mercado da beleza deve estar atento?
Carreiras que se alinham à saúde mental: a busca da Geração Z no mercado de trabalho

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]