Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como medir produtividade dos funcionários em home office?

Como medir produtividade dos funcionários em home office?

Pesquisas mostram trabalho remoto como movimento praticamente sem volta; saiba quais são as novas medidas para se considerar a produtividade desse tipo de entrega

Ser produtivo trabalhando de casa e ser produtivo realizando tarefas dentro de um escritório: eis duas realidades completamente diferentes quando o assunto é desempenho profissional. Em 2018, a pesquisa Home Office Brasil, realizada pela SAP Consultoria em parceria com SOBRATT (Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades), apontava um crescimento de 22%, em relação a 2016, no número de trabalhadores executando suas funções de casa. Isso tudo muito antes da pandemia do novo coronavírus chegar ao país. Na prática, significa que naquela época 45% das empresas brasileiras adotavam o sistema remoto. Desse montante, apenas 15% avaliavam o desempenho dos funcionários que faziam seu trabalho de casa.

Dois anos depois, com a vida totalmente afetada pela expansão do vírus Sars-Cov-2, a consultoria voltou a mapear como andam as entregas dos funcionários que estão em regime de trabalho remoto. A pesquisa de 2020 ainda está em andamento, mas, de antemão, é possível afirmar que o número de pessoas em home office aumentou sensivelmente neste ano. E mais: em outros dados mais aprofundados, colhidos pela FIA (Fundação Instituto de Administração) e pela FEA (Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade da Universidade de São Paulo), 70% dos executivos se sentem motivados a continuar trabalhando de casa após este período. Ou seja: a nova realidade pede que outras maneiras de se avaliar as entregas sejam mesmo implementadas.

A produtividade do funcionário em home office pode não ser a mesma do escritório. Foto: Pexels.

Produtividade e a nova geração

Além disso, mudanças da sociedade estão acelerando a forma da empregabilidade. As novas gerações, por exemplo, que conhecem seus horários de maior produtividade e evitam o estress do deslocamento no trânsito das grandes cidades, têm buscado mais vagas de trabalho remoto. Se de forma natural ou pandêmica a estrutura mudou, quais outras maneiras de avaliar produtividade ante o velho registro de tempo?

Primeiramente, é importante conhecer muito bem seu negócio para auxiliar na estruturação da avaliação. Por exemplo: quais os equipamentos necessários para o trabalho à distância? Quem vai fornecer esses equipamentos? O gestor está ciente sobre o as condições do local onde o trabalho vai ser feito? Ambiente muito barulhento e pouco iluminado, por exemplo, tendem a influenciar negativamente a produção. Partindo de premissas como essas, defina o que será avaliado, os resultados esperados, os prazos para as respostas.

O futuro é sempre incerto, mas os benefícios do trabalho remoto como diminuição de custos, quebra de barreira geográfica para contratação e, principalmente, o medo da baixa produtividade que tem sido desmistificado com a pandemia, tem apontado para esta mudança drástica estrutural das empresas. Para facilitar mais ainda a construção destes dados avaliativos, o site “Fast Company”, uma das maiores referências em business e inovação do mundo, listou alguns tópicos que podem ser utilizados para elaboração da análise de desempenho neste cenário atual (que tem tudo para ser o “novo normal”). Acompanhe:

  • Entrega das informações: além dos prazos, é importante também saber a qualidade da entrega.  O colaborador apresenta diferenças do trabalho individual e coletivo estando remotamente?
  • Comprometimento com normas e cultura da empresa: trabalhando em casa, o funcionário mantém como suas prerrogativas as regras da empresa? Elas foram adaptadas para o novo cenário?
  • Habilidades e comportamentos individuais: questione a resiliência, inteligência emocional, proatividade, relacionamento interpessoal, autogestão, espírito de coletividade. Uma avaliação psicométrica pode muito bem apontar os pontos fortes e debilidades nestes quesitos.
  • Promova reuniões: se a equipe precisa de organização para o trabalho home office, a empresa também pode ser mais clara sobre seus cronogramas e comunicações.
  • Pense em um Plano de Desenvolvimento Individual (o PDI): o líder junto ao colaborador define metas no desenvolvimento da carreira atrelando-as aos objetivos institucionais. Nesta etapa, cabe proporcionar treinamentos – que além de um excelente motivador, mostrará o interesse da empresa no desenvolvimento de seus funcionários.
  • Tecnologias a favor: muitos recursos podem ser usados, como as ferramentas de gerenciamento de tempo Asana ou Trello, ou ainda mais complexas como a Fsense. Uma ótima opção (e bem simples de se usar) é a nuvem, com notificações de alterações de documentos, bem como definir o que cada colaborador fará no documento.

+ Notícias 

Em tempos de hiperconectividade, escrever à mão está em alta

Entenda a importância do alongamento no home office

O colaborador está melhor em casa e os negócios também ganham com isso 


 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]