Pesquisar
Close this search box.
/
/
Elon Musk testa cobrança no X para combater robôs na rede social

Elon Musk testa cobrança no X para combater robôs na rede social

Novo dono do ex-Twitter avalia que estratégia ajudará a combater robôs no X; cobrança já é testada em alguns países

Em sua página oficial, a empresa anunciou a entrada em vigor do “Not A Bot” (Não é um bot) a partir de 17 de outubro de 2023. De acordo com a nota, a mudança trata-se de um novo método de assinatura para novos usuários nos dois países. 

“Este novo teste foi desenvolvido para reforçar nossos já significativos esforços para reduzir spam, manipulação de nossa plataforma e atividade de bots. Isso avaliará uma medida potencialmente poderosa para nos ajudar a combater bots e spammers no X, ao mesmo tempo que equilibra a acessibilidade da plataforma com o pequeno valor da taxa. Neste teste, os usuários existentes não são afetados”, explica a nota.

Assine nossa newsletter! Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Como funcionará a cobrança do X para combater robôs?

A cobrança afetará apenas novos usuários; os antigos não terão que pagar a taxa. Nova Zelândia e Filipinas serão os primeiros países a participar. Os novos usuários serão obrigados, inicialmente, a verificar o número de telefone para criar um perfil no X. Os usuários que participam do programa Not-A-Bot estão sujeitos aos termos e condições.

O segundo passo será escolher o plano de assinatura. Os preços podem variar de acordo com o país e a moeda local. Os novos usuários poderão realizar ações como postar conteúdo, curtir postagens, responder, repassar e citar postagens de outras contas, marcar postagens como favoritos. Já os que não optarem por assinar só poderão ler postagens, assistir vídeos e seguir contas.

Na Nova Zelândia o custo será de $ 1,43 NZD por ano, enquanto nas Filipinas o valor anual custará ₱42,51 PHP. A nota reforça que o programa nasceu como uma defesa contra bots e spammers que tentam manipular a plataforma e atrapalhar a experiência de outros usuários no X. 

O que é um “bot”?

O bot, uma abreviação de robô em inglês, é um software ou script criado para automatizar determinadas ações e operar tarefas repetitivas. Inicialmente, seu objetivo não era malicioso. Porém, com o tempo os robôs passaram a ser usados no envio de SPAMs via e-mail, roubo de dados pessoais e fraudes.

O X, desde quando ainda era Twitter, passou a ser uma plataforma atrativa para os bots pela quantidade de dados que disponibiliza gratuitamente, mesmo que de forma limitada. Sua API (Application Programming Interface) possibilita que sejam obtidas informações de um ou vários perfis, além das atividades do usuário no site, como: publicações, curtidas e compartilhamentos. Além disso, são fornecidas informações como o horário que a postagem foi feita, data, idioma, localização do perfil e, até pouco tempo, até mesmo o dispositivo utilizado (Android, IOS ou Web).

Não será a primeira mudança desde que Musk assumiu o X…

Uma das mudanças mais impactantes começou pelo nome. O antigo Twitter passou a se chamar X. Musk chegou a publicar que “Comprar o Twitter é um acelerador para criar o X, o aplicativo para tudo”. O passarinho azul, logotipo da rede social criada por Jack Dorsey, deu lugar à letra X.

O novo dono da plataforma permitiu também que todos os usuários passassem a ter o selo de verificado, desde que pagassem para isso. A estratégia, inclusive, foi incorporada pelo grupo Meta no Instagram, por exemplo. Porém, houve uma polêmica com perfis falsos. Diante disso, foram criados os selos dourado e cinza, respectivamente para empresas e órgãos do governo.

Além disso, usuários que pagam o Twitter Blue passaram a ter mais limites de caracteres – até 25 mil – e a possibilidade de editar. Na versão gratuita, o limite é de 280. Musk anunciou ainda um limite diário de leitura de 1000 tuítes para contas não verificadas. As postagens também passam a mostrar o número de visualizações e quantas vezes foram salvas por outras pessoas, assim como já eram exibidos os números de curtidas, compartilhamentos e comentários.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]