Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como a IA pode ajudar o varejo? Confrontamos o ChatGPT

Como a IA pode ajudar o varejo? Confrontamos o ChatGPT

Quais as principais funcionalidades do ChatGPT para o e-commerce? Perguntamos à própria ferramenta e analisamos as respostas de acordo com os insights de especialistas

A ferramenta que está na boca e na mente de todo o mundo pode trazer mudanças muito interessantes para o varejo, que incluem mais agilidade na atualização de informações, mais inteligência de dados, inclusive na otimização de resultados, e redução de custos. Mas o ChatGPT, ferramenta de inteligência artificial, que tem dominado os debates desde seu lançamento em novembro do ano passado, não funciona sozinha. É fundamental que ela seja acompanhada de uma boa revisão e que as perguntas corretas sejam feitas.

Nesse sentido, um dos desafios é desenvolver soluções de atendimento eficientes com o ChatGPT. Para Fernando Quintas, head de Growth da Cartpanda, o primeiro desafio é conscientizar e instruir os usuários de que é uma ferramenta que não necessariamente que não traz tudo pronto e mastigado.

“Sempre haverá a necessidade de ser revisado, alterado ou até mesmo melhorado em algumas partes. Primeiro, os usuários vão precisar ser educados para que aí sim possam saber educar também a ferramenta e com isso ter a melhor entrega possível”, destaca Fernando Quintas.

Ainda mais em um momento em que muitos clientes consolidaram o hábito de fazer compras online, o uso de ferramentas, como a inteligência artificial, que deem agilidade e assertividade ao processo podem fazer a diferença entre a concorrência. A tendência é que, para este ano de 2023, o número de pedidos no e-commerce aumente em torno de 10%. De acordo com uma pesquisa realizada em dezembro de 2022 pela Opinion Box, 70% dos clientes aumentaram a frequência de compras online nos últimos meses.

Para Neil Patel, ChatGPT ainda está longe de substituir pessoas

Com isso, é seguro dizer que as compras online continuarão a crescer, portanto, as marcas terão que se adaptar para competir nesse mercado. E o ChatGPT é uma ferramenta que pode ser revolucionária para oferecer uma boa experiência de compra em toda a jornada. Utilizando uma base de dados extensa, o programa é capaz de elaborar respostas complexas e coesas – quase como uma pessoa. Pensando nisso, discussões sobre o futuro do atendimento em plataformas online se tornaram cada vez mais presentes no setor de varejo digital.

Funcionalidades do ChatGPT no varejo

O ChatGPT pode ser usado para ajudar na criação da copy, os textos de descrição e informações de produtos e serviços, explorando todos os pontos importantes que mexam com o desejo e a satisfação do cliente, destaca o Head de Growth da Cartpanda. Assim como pode ser uma ferramenta ótima para ser utilizada no chatbot para ajudar os clientes a tirarem suas dúvidas, “e até mesmo recomendando novos produtos que possivelmente o cliente gostaria de adquirir também”, enumera Quintas.

“Os copywriters têm que estudar o público, o produto. O ChatGPT pode escrever essa copy, isso ajuda muito na parte de economia de mão de obra, na agilidade e na precisão dos dados, porque é um sistema muito inteligente. Quando ele é usado da forma como deve, ou seja, como uma ferramenta de criação de conteúdo baseado nas informações dadas com uma revisão em cima, para fazer alguns ajustes”, sugere o head de Growth.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

E não é só na economia de tempo e de mão de obra que o ChatGPT pode agilizar o trabalho do e-commerce. A ferramenta pode dar ideias de novos textos, “porque às vezes ele pode falar de algo que nós, humanos, não tínhamos visto um ponto de vista. Com isso, conseguimos ter mais ideias para continuar explorando e avançando”, reflete.

No futuro, Quintas acredita que o ChatGPT pode ser usado até mesmo como uma fonte de tráfego orgânico. “Em vez de buscar uma informação no Google, o usuário pode recorrer ao ChatGPT para fazer a pesquisa e se aproveitar da inteligência para fazer o cruzamento de dados e receber as informações mais precisas. “Não vai se tratar mais só de um ranqueamento orgânico, mas da assertividade dos dados, estudos, e tudo que a internet oferece, para responder sobre qualquer coisa, seja um produto que ajude o cabelo a crescer”, especula o head da CartPanda.

Principais utilidades do ChatGPT para o varejo, segundo ele mesmo

Perguntamos ao ChatGPT quais seriam seus principais impactos para o e-commerce. A própria ferramenta elencou 10 estratégias para usar o ChatGPT para melhorar a experiência do cliente e sua jornada, bem como seus benefícios para consumidores e empresas. Vale dizer que a ferramenta elencou vários pontos que Fernando Quintas destacou em entrevista à Consumidor Moderno, mas não alcançou a profundidade da conversa com um especialista:

Personalização do atendimento

O ChatGPT permite que os chatbots entendam e processem a linguagem natural utilizada pelos clientes, permitindo uma personalização do atendimento. Dessa forma, os chatbots podem oferecer respostas mais precisas e relevantes, melhorando a experiência do cliente.

Benefícios: A personalização do atendimento aumenta a satisfação do cliente e melhora a fidelidade à marca.

Leia Mais: Todo mundo quer ter seu ChatGPT: Microsoft anuncia Bing com a AI, Google lança rival

Respostas rápidas e eficientes

Os chatbots baseados no ChatGPT são capazes de responder a perguntas com rapidez e eficiência, sem a necessidade de intervenção humana. Dessa forma, é possível atender aos clientes de forma mais ágil e aumentar a produtividade da equipe de atendimento.

Benefícios: Respostas rápidas e eficientes aumentam a satisfação do cliente e reduzem o tempo de espera, melhorando a experiência do usuário.

Disponibilidade 24/7

Ao utilizar o ChatGPT, é possível oferecer atendimento aos clientes 24 horas por dia, sete dias por semana. Isso permite que os clientes obtenham suporte sempre que precisarem, independentemente do horário ou dia da semana.

Benefícios: A disponibilidade 24/7 aumenta a satisfação do cliente e melhora a experiência do usuário.

Aumento da conversão de vendas

Os chatbots baseados no ChatGPT podem ser utilizados para aumentar a conversão de vendas. Por meio de perguntas e respostas, é possível entender as necessidades e desejos dos clientes e oferecer produtos e serviços que atendam às suas expectativas.

Benefícios: O aumento da conversão de vendas aumenta a receita e melhora os resultados financeiros.

Coleta de dados e insights

O ChatGPT permite a coleta de dados e insights sobre os clientes, como seus interesses, necessidades e preferências. Esses dados podem ser utilizados para personalizar a experiência do cliente e oferecer produtos e serviços mais relevantes.

Benefícios: A coleta de dados e insights permite a personalização da experiência do cliente e o oferecimento de produtos e serviços mais relevantes.

Conheça o Mundo do CX

Assistência na compra de produtos

O ChatGPT pode ser programado para ajudar os clientes a escolher produtos com base em suas preferências e necessidades. Isso torna o processo de compra mais fácil e agradável, aumentando a probabilidade de que os clientes finalizem a compra.

Geração de leads

O ChatGPT pode ser usado para gerar leads, oferecendo aos clientes a oportunidade de se inscreverem para receber mais informações ou ofertas. Isso pode aumentar a base de clientes.

Um dos pontos mais incríveis do ChatGPT apontados por Quintas, é a possibilidade de a ferramenta ser educada para que se possa chegar o mais próximo possível da perfeição. “O volume de dados e informações com que o ChatGPT se alimenta, se as perguntas certas são feitas, pode criar material muito atraente”, indica.


+ Notícias

 

“O ChatGPT é um marco na história recente da Inteligência Artificial”, diz Ricardo Gorski, da Avaya

Comprar online: problemas com checkout afastam consumidor

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]