Pesquisar
Close this search box.
/
/
Carrefour Brasil atribui integração omnicanal a alta de 73% no lucro

Carrefour Brasil atribui integração omnicanal a alta de 73% no lucro

De julho a setembro, o lucro líquido da empresa foi de R$ 757 milhões

O desempenho do Grupo Carrefour Brasil no terceiro trimestre de 2020 foi considerado histórico. De julho a setembro, o lucro líquido foi de R$ 757 milhões, crescimento de 73,1% em comparação ao mesmo período de 2019. As vendas brutas consolidadas tiveram alta de 29,9%, atingindo R$ 19,3 bilhões, e o Ebitda ajustado registrou aumento de 18,6% e margem de 7,7%.

Em comunicado sobre o desempenho, a empresa atribuiu os bons números ao sólido crescimento do Atacadão e do multiformato do varejo e todo o seu ecossistema digital. “Tivemos crescimento recorde de vendas e rentabilidade impressionante. Isso atesta o sucesso das medidas que tomamos para garantir um ambiente seguro para nossos clientes e colaboradores em meio à pandemia, bem como a força de nosso ecossistema omnicanal que está cada vez mais integrado”, afirma Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil.

Um exemplo disso é o novo aplicativo “Meu Carrefour”, parte da estratégia de digitalização do Grupo. Com ele, o programa de fidelidade “Minhas Recompensas” está conectado a todos os formatos de lojas do Carrefour, e-commerce e banco. Ao acumular moedas virtuais, o cliente pode trocá-las por vouchers de desconto em compras ou para uso em parceiros.

Essa evolução rápida da omnicanalidade, mesmo em um contexto de forte adoção digital, chama atenção, afinal, não é um trabalho simples. Em paralelo, a empresa realiza investimentos constantes na melhoria da experiência do cliente, como a nova plataforma do Carrefour, que está mais robusta, amigável e totalmente customizável para atender às necessidades tanto do varejo alimentar quanto do não-alimentar. Todas essas iniciativas tem sido traduzidas em novos clientes para os canais online e offline.

“A cada trimestre, o Grupo Carrefour Brasil está consolidando sua posição de líder no varejo alimentar: tráfego mais alto que alimenta vendas mais fortes e ganhos de participação de mercado, e por fim, um maior share of wallet”, diz Noël Prioux.

E-commerce do Atacadão

Das marcas do Grupo, o Atacadão foi uma das que apresentou melhor resultado, registrando o maior nível de receita bruta em um trimestre na história recente da rede: R$ 13,5 bilhões. O lucro bruto aumentou 30,3%, alcançando R$ 1,9 bilhão.

Lançado recentemente, o e-commerce do Atacadão tem dado resultado. Está em funcionamento uma parceria com aplicativos de entrega rápida, disponível em 23 unidades de 11 estados, na qual 100% dos clientes são novos na rede. Além disso, a receita do e-commerce alimentar focado em clientes B2B, com mais de 300 vendedores, está crescendo cerca de 4 vezes.

A rede física também vai crescer. Atualmente são 222 lojas que atendem 4.900 cidades no Brasil, trazendo uma posição de liderança para a rede. E a aprovação do CADE para a aquisição de 30 lojas Makro, com localizações privilegiadas, representa um passo importante para consolidar essa liderança e impulsionar ainda mais o crescimento da rede. O fechamento do negócio deve acontecer em breve.

Varejo phygital

O Carrefour Varejo viu as vendas terem um crescimento expressivo de 27,4%, atingindo R$ 5,2 bilhões – incluindo o marketplace. A operação multiformato registrou crescimento de 22,1%, com destaque para os hipermercados.

Outro canal que demonstrou força, mesmo com a flexibilização das medidas sanitárias do novo coronavírus, foi o e-commerce. A operação teve um crescimento de 86,1% no GMV total (incluindo o serviço de entrega rápida), impulsionada pelo crescimento de 204,4% nas vendas do e-commerce alimentar.

No relatório, a empresa afirma os números indicam uma mudança importante do comportamento dos consumidores. Em setembro, por exemplo, 70% dos clientes do e-commerce alimentar eram novos ou inativos no ecossistema, o que traz boa perspectiva para o canal.


+ Notícias 

Mercado Livre dispara em vendas e número de usuários no terceiro trimestre 

WhatsApp lança botão de compras; entenda como funciona

Localizador omnichannel ajuda consumidores na busca por produtos 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]