Pesquisar
Close this search box.
/
/
O brasileiro não comprou picanha em 2022, e não vai comprar agora

O brasileiro não comprou picanha em 2022, e não vai comprar agora

Migração para opções mais baratas e mudança no comportamento de consumo criam uma nova realidade

Entre tantas discussões políticas envolvendo a picanha, suprassumo do mercado de carnes no Brasil, dados da Kantar mostram que o ano de 2022 foi de bolso apertado e escolhas mais racionais na hora da alimentação para o brasileiro. Mas o consumidor ainda preza pelo sabor e prazer na hora de comer.

A companhia, que é líder global em dados, insights e consultoria, mostra que as ocasiões de churrasco tiveram uma rápida recuperação no pós-pandemia e devem seguir em crescimento. Outro hábito verificado no relatório é que, para manter os hábitos de consumo de carnes, o brasileiro vem optando por marcas mais baratas.

As ocasiões de churrasco dentro do lar mais do que dobraram entre 2020 e 2021, e seguiram avançando em 2022. Foram 41 milhões nos últimos 12 meses, terminados em junho de 2021 (ano móvel), versus 19 milhões no mesmo ano móvel de 2020. No mesmo intervalo de 2022, houve um aumento de mais 5%, indo para 43 milhões, e os números devem manter a tendência de alta.

Os dados do consumo

O relatório da Kantar aponta ainda que, em 2022, com cenário incerto e crise econômica, os motivos de consumo passaram por instabilidade, mas o sabor e conveniência permaneceram. Houve um grande movimento de migração para marcas mais econômicas. Entre as categorias com mais trocas, a de carne bovina lidera (39,9%), seguida da carne de aves (22,6%), e linguiças (14,6%).

As ocasiões de consumo também variaram bastante. Proteínas mais caras sofreram diminuição de ocasiões de 2021 para 2022: -9% carne bovina, -11% aves, -15% peixes e -6% presuntaria.

Entre as opções acessíveis que mais apresentaram acréscimo na variação de ocasiões entre um ano e outro estão as suínas, com +30% de variação em ocasiões, hambúrgueres (+23%), mortadela (+19%), linguiças (+21%), salsichas (+27%) e empanados (+35%). Na contramão, o consumo de frios de aves, opção com maior preço médio, caiu drasticamente, com -87% menos momentos.

Nesse movimento de reconfiguração de consumo, com inflação de preços e volta à rotina fora de casa, os sanduíches se mostraram aliados ao bolso e ao paladar do brasileiro, já que representam, em média, 30% do valor gasto com um prato feito.

Vale destacar que a maior parte dos lanches não tem proteínas. O pão com margarina é responsável por mais de 80% das ocasiões de sanduíches nas refeições, enquanto a carne entra em apenas 0,1% desses momentos.

A mortadela é a protagonista entre as proteínas na busca por menor custo. Nas refeições principais feitas com sanduíches, está presente em 7% das ocasiões, tanto frias quanto quentes. Já nos momentos de lanche representa 46,4%, um aumento de 70% na comparação de 2022 com o ano anterior e um crescimento de share de 9,4 pontos de penetração.

Leia mais:
64% dos brasileiros não têm marcas preferidas. Como driblar estatística e fidelizar clientes?

Uma questão de geração

O relatório mostra também que há diferenças no consumo de proteínas entre as gerações. As mais novas consomem mais carnes bovinas, de aves e peixes in natura, enquanto os Millennials (25 a 34 anos) e a Geração X (35 a 54 anos) se diferenciam pelo consumo de Plant Based e os Baby Boomers (+55) pelas Proteínas Processadas.

O frango orgânico ganhou ocasiões de consumo relacionadas ao prazer, principalmente para os mais velhos, da Geração X e Baby Boomers, com um crescimento de 44% em ocasiões e representando 6% do volume da categoria.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Busca por saúde cresce

A saúde ainda guia a escolha do brasileiro na hora de se alimentar, e é uma busca frequente de grande parte da população. A ocasião cresceu mais de 2 pontos percentuais entre 2021 e 2022 e hoje representa 14% delas.

No ano móvel terminado em março de 2022, houve um aumento de mais 1 milhão de usuários semanais de alimentação saudável versus o mesmo intervalo de 2021, totalizando 6,6 milhões de usuários por semana. Isso mostra que a motivação de consumo pela saudabilidade vem aumentando.

A percepção de saudabilidade, entretanto, é diferente para cada classe social. A classe AB associa ao consumo de legumes e frutas, a CDE à ingestão de nutrientes do arroz e feijão. Apenas 13% das ocasiões de consumo por saúde fazem uso de proteína na refeição.

O perfil do consumidor motivado pela saúde é formado majoritariamente por mulheres, da classe AB, que fazem um preparo rápido (20 a 30 minutos) e optam por refeições cozidas ou alimentos sem cozimento, frios ou em temperatura ambiente.

Problemas de saúde são o principal impulsionador da busca por alimentação saudável, com destaque para hipertensão e diabetes, que vêm crescendo. 46% das ocasiões de consumo de saudabilidade são feitas no almoço e momentos de lanches.

Os dados apresentados fazem parte do Painel de Uso e Consumo da Kantar (4.000 indivíduos) que representa 58 milhões de brasileiros, em sete Regiões Metropolitanas (Grande Salvador, Recife, Fortaleza, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro) de todas as classes sociais e faixas etárias, e do relatório trimestral Consumer Insights da Kantar, que contempla 11.300 lares brasileiros de todas as regiões e classes sociais do País, representando 59 milhões de lares do Brasil.

Conheça o Mundo do CX

Reflexos da pandemia de Covid-19 irão perdurar

Diante de todos os dados expostos, tem-se que certos hábitos adquiridos durante o período pandêmico vão acompanhar a vida do brasileiro. A procura por alimentos sustentáveis e saudáveis como forma para se alcançar qualidade de vida foi a alternativa encontrada para se manter são em meio a um cenário caótico, como foi o de 2020.

Diferentemente da política, em que tudo acaba em pizza (ou picanha), o país vive uma nova era de comportamento.



+ NOTÍCIAS
Mulheres no poder: Tão perto e tão longe. Por quê?
Qual é o efeito das big techs na área de atendimento em saúde?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]