Pesquisar
Close this search box.
/
/
Bela, recatada, do lar. E também, exibida, atriz e executiva

Bela, recatada, do lar. E também, exibida, atriz e executiva

Gwyneth Paltrow participa de gravação ao vivo para o Hardware Talk da BBC, durante o Cannes Lions

Cannes (França) O Hard Talk, da BBC,  é reconhecido por ser um programa de entrevistas que traz perguntas fortes e por abordar temas sensíveis. Uma das edições do programa foi gravada ao vivo, diretamente do Teatro Debussy, no Palais Du Festival, com a plateia do Cannes Lions. O programa trouxe Stephen Sackur, jornalista da BBC Worldwide, entrevistando a atriz e empreendedora Gwyneth Paltrow.

Uma conversa reveladora com uma atriz de sucesso que ultimamente está mais envolvida com os negócios que empreende e com a família.

Stephen logo de início perguntou se a vida de empreendedora representava a nova face da atriz. “Eu estou muito focada em ver meus filhos crescerem e também em minha carreira como empreendedora. Eu estou gostando desse modo”, respondeu Gwyneth.

O entrevistador, então discorreu sobre comentários que abordam as contradições do esquema de Hollywood. Salma Hayek, por exemplo, diz que Hollywood é essencialmente disfuncional. Stephen também questionou que muitas atrizes reclamam onde estão as oportunidades para mulheres na indústria, não só como atrizes, mas como diretoras, produtos, etc. Sem se alterar, Gwyneth disse simplesmente que esse processo de empoderamento da mulher está em curso. E para ela,  filmes continuam importantes, apesar do aspecto chauvinista, de “não recebermos tanto quanto os homens”.

A marca Gwyneth

O jornalista da BBC perguntou à Gwyneth sobre o fato de ela viver no “Planeta riqueza”:  “Você oferece uma série de produtos diferentes para as pessoas: roupas, cosméticos, a preços bem expressivos. O que isso quer dizer? (Gwyneth criou um negócio on-line, de comida orgânica e estilo de vida saudável chamado Goop): “Criamos um lugar para permitir que as pessoas possam descobrir uma forma de vida mais saudável, procuramos produtos que possam causar uma reação positiva nas pessoas. Oferecemos produtos não tóxicos, que valorizam o bem-estar, a boa comida”.

Mas a vida assim, com comida orgânica, saudável vale a pena? É possível viver sem batatas fritas, pergunta Stephen. “Batatas fritas são a minha vida!”, reage a atriz. “Mas na verdade, temos de separar as coisas em duas cestas diferentes. Há a comida saborosa, que nos dá prazer, mas há alimentação que causa alergias e outros problemas. Alergênicos são uma realidade e precisamos de comida mais saudável e limpa.” Stephen não se convence e ainda pergunta: “Mas onde está a alegria de viver comendo dessa forma? Não há espaço para um hambúrguer?” Mais uma vez, Gwyneth respondeu com elegância: “Eu estou aqui para responder a essas perguntas. As coisas são assim para mim.”

Beleza e simpatia

Ser uma das mulheres mais bonitas e uma das mais antipáticas do mundo. Como é isso? Gwyneth reagiu com bom humor. “Poxa! O Chris Rock? Nunca foi minha intenção. Eu sempre me mostrei como eu sou. As pessoas podem tirar conclusões precipitadas a meu respeito: de que nasci com uma colher de prata me alimentando, por exemplo. Quando eu terminei o segundo grau e disse que queria ser atriz, meu pai me disse que eu estava totalmente por minha conta. Ou seja, tive a base, mas também busquei o meu espaço, trabalhei e conquistei.”

Ela afirma que todas as pessoas têm diferentes aspectos em suas vidas. Ela gosta de aproveitar um jantar com comida legal, com as pessoas que gosta. E afirma que o Goop é sim um negócio aspiracional, mas não é um site de luxo. Questionada sobre como vê as grandes questões do mundo, a pobreza e o sofrimento dos carentes e o foco na riqueza material, Gwyneth respondeu que a sociedade capitalista traz uma ideia toda de que  a noção de que tudo está baseado no materialismo. E que ela não pode mudar isso”.

Questões políticas

Stephen a questiona sobre a eleição nos EUA. Um momento fascinante na história da questão de gênero nos EUA. Os americanos estão encarando a possibilidade de eleger um presidente misógino ou, ao mesmo tempo, uma mulher pela primeira vez. E, novamente provocativo, o jornalista a questiona: “Será que as mulheres estão capacitadas a liderar como os homens? A campanha nós EUA será bastante venenosa dentro dessa questão” Gwyneth, que é filiada ao Partido Democrata acha que há muitas questões preocupantes na eleição, mas que vê com bons olhos uma mulher ter a chance de ocupar o cargo mais poderoso do mundo. A questão da igualdade de gêneros será certamente fortalecida com a eleição de Hillary Clinton.

Seu futuro

Os negócios vêm primeiro? O fato da atriz e agora empreendedora ter escritório enorme na Califórnia e um negócio multimilionário aponta para qual futuro? “Gosto de trabalhar e de estar com pessoas que estão comprometidas com a construção de um negócio de estilo de vida. Uma marca de estilo de vida. Preocupada com o conteúdo do Goop, Gwyneth diz que trabalha e colabora ativamente na produção dos textos e das informações do site: “o que fazemos mais e o que fazemos bem é conteúdo. E conteúdo é sobre isso: como podemos criar boas reflexões para as pessoas”.

Gwyneth Paltrow mostrou-se uma mulher firme, simples, que resolveu bem o famoso balanço entre carreira, escolhas pessoas e família. Escolheu viver de modo público com seu site e forte atuação na mídia social, mas blindou e preservou a privacidade da sua família. “Acho que posso ter os dois”, comentou.

Off the record

Após a gravação, ela gentilmente dispôs-se a responder perguntas da plateia.

Respondeu sobre como é ser mulher e tocar um negócio: “as pessoas falam, cobram, mas para mim se você acredita no que faz, consegue fazer bem, independentemente de qualquer coisa”.

Também falou sobre como gerenciar a visão de marca de estilo de vida e comunicação de estilo de vida: “há muitas escolhas. Pessoas querem um ponto de vista, querem estar envolvidas e conhecer mais sobre estilo de vida. Eu não sabia que o que estava na minha cabeça era uma marca de estilo de vida, mas era algum tipo de valor e de contexto com que as pessoas se identificaram”.

O Goop terá lojas físicas? “Já temos lojas pop ups – foi uma experiência interessante e gostamos de criar esse formato e de interagir fisicamente com nossos consumidores”.

Finalizando, Gwyneth afirmou que existe sim um projeto para que volte às telas em 2017, mas não adiantou qual seria. A empreendedora não quer deixar de ser atriz.

NOVAREJO está em Cannes, na França, acompanhando o Cannes Lions de perto. Acompanhe com a #NVnoCannesLions.

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]