Pesquisar
Close this search box.
/
/
Custo com internação aumenta mais de R$ 3.500 em cinco anos

Custo com internação aumenta mais de R$ 3.500 em cinco anos

O custo de internação aumentou mais de R$ 3.500 em cinco anos, se tornado um desafio crescente para as famílias brasileiras

Quer entender por que os custos de internação no Brasil estão aumentando?

Primeiro, antes de responder essa pergunta, é preciso salientar que o devido preparo para entender o aumento das despesas é fundamental para garantir a sustentabilidade do sistema de saúde no Brasil. Afinal, com o envelhecimento da população e a consequente demanda por cuidados intensivos, tanto o setor público quanto o privado precisam se antecipar e se adaptar a essa realidade.

E hoje, quando o assunto são custos assistenciais, as despesas com internações continuam em alta. Prova disso está em uma nova pesquisa da União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas).

Para se ter uma ideia do quanto o custo com internações continua sendo o principal gasto assistencial, os valores médios gastos com um paciente hospitalizado apenas aumentaram de R$ 6.455 em 2019 para R$ 10.153 atualmente, um acréscimo de R$ 3.698.

Principal causa internação

Hoje a principal causa de internações no Brasil são as doenças do sistema circulatório. Somente essa patologia é responsável por cerca de 10% do total de hospitalizações no período analisado.

Os transtornos mentais e comportamentais, que no auge da pandemia representavam 9% das internações hospitalares, caíram para 6%.

Participaram da pesquisa 46 operadoras associadas à Unidas. Ao todo, essas operadoras representam 2.530.753 de usuários de planos de saúde.

Faixa etária = aumento das internações

Um dos destaques do levantamento diz respeito ao aumento da faixa etária dos pacientes e as respectivas despesas com internações. Traçando um paralelo, o custo médio com uma hospitalização para pessoas com mais de 60 anos é mais que o dobro do que entre pessoas de 24 a 28 anos.

Andreson Mendes é presidente da Unidas e membro da Câmara de Saúde Suplementar da ANS, acumulando mais de 25 anos de experiência na área da saúde

Anderson Mendes, presidente da Unidas, chama atenção ao fato que os custos com internações onerarão de maneira significativa os sistemas de saúde público e privado na próxima década. Assim, ele deixa um alerta para o sistema de saúde na totalidade, vez que os idosos demandam um cuidado maior. “Temos dentro das autogestões uma realidade etária que o Brasil terá em 2050”.

Outro ponto que chama atenção tange às variações nos custos dos serviços de saúde, que refletem a dinâmica do sistema hospitalar e a demanda por diferentes tipos de atendimento. Assim, houve aumento no custo médio das consultas na região Sudeste, que registrou um crescimento de 14% (maior elevação de preços no país).

Já o valor médio dos exames teve o maior reajuste na região Centro-Oeste (4,17%). Ao mesmo tempo, o custo médio com internação domiciliar baixou R$ 10 mil em quatro anos, enquanto a hospitalar aumentou quase R$ 10 mil, ultrapassando os R$ 24.252 de 2021, auge da pandemia.

Exames

Além disso, as ações de distanciamento social implementadas no início da pandemia contribuíram para a queda no número de atendimentos menos urgentes, resultando em uma concentração da demanda por serviços de saúde em casos mais complexos. Como resultado, houve um aumento significativo na taxa de realização de exames em 2021 (7,25 por consulta) e uma leve diminuição em 2022 (6,68 por consulta).

Esse aumento em 2021 pode indicar um represamento de diagnósticos não realizados em 2020. Já em 2022, a média aponta um retorno aos níveis normais, após os efeitos da Covid-19.

Idosos

As diferenças observadas em relação à idade mostraram que os beneficiários com mais de 59 anos tiveram a média mais alta de consultas e exames, enquanto os mais jovens tendem a realizar menos procedimentos. “Portanto, é crucial aprender a cuidar das pessoas para que elas cheguem à terceira idade com saúde”, salienta Anderson Mendes, salientando ainda que manter a sustentabilidade e acessibilidade nos planos de autogestão é um desafio, e logo se tornará uma preocupação para todo o mercado de saúde suplementar.

Quanto aos atendimentos de internação, a evolução da taxa de internação demonstra uma influência significativa da pandemia de Covid-19 em seus resultados.

Autogestão

As autogestões também têm a maior concentração de idosos na Saúde Suplementar. Enquanto a média do setor é de 15,34%, entre as participantes da pesquisa, pessoas com 59 anos ou mais representam 28,5% da carteira.

É importante destacar que nas autogestões, em 2022, o índice de sinistralidade atingiu 94%. O percentual ultrapassou o patamar histórico de 92% observado em 2019. Isso significa que, de cada R$ 100 recebidos pela operadora de saúde, R$ 94 são gastos com pagamentos de despesas médicas e assistenciais.

Operadoras de pequeno porte

A análise dos dados revela que a maioria das operadoras pertence ao grupo de pequeno porte, representando 51,2% do total. No entanto, esse volume de operadoras de pequeno porte contrasta com sua representatividade em número de beneficiários, que corresponde a 7,8% do total desta pesquisa.

Em contrapartida, as operadoras de grande porte, embora representem apenas 12,2% do total de operadoras, abrangem significativos 66,6% dos beneficiários.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]