Pesquisar
Close this search box.
/
/
Assistentes virtuais da Apple e Samsung poderão fazer pedidos no Habib’s

Assistentes virtuais da Apple e Samsung poderão fazer pedidos no Habib’s

O acordo está sendo discutido pelas empresas, segundo Lucas Mancini, diretor nacional de delivery do grupo de lanchonetes

O mundo está hiperconectado e as pessoas não conseguem mais viver longe de seus celulares. Nesse cenário, as máquinas podem substituir o trabalho do homem, prestando um serviço mais eficaz. “Há quem diga, inclusive, que o homo sapiens sapiens vai desaparecer nos próximos 100 anos e será substituído por um híbrido homem-máquina”, diz Lucas Mancini, diretor nacional de delivery do Grupo Habib’s, durante o Conarec 2018. Parece tema de ficção científica? Pode ser, mas a inteligência artificial hoje já é realidade e está em todos os smartphones do planeta. Então, nesse sentido, como as empresas podem criar valor e um relacionamento que responda às expectativas do consumidor?

Wanda Maria de Matos, head de business intelligence da Telhanorte, conta que a companhia tinha acesso a inúmeros dados dos clientes — inclusive, endereço, afinal fazem entregas dos produtos —, mas não sabiam como usar essas informações. O primeiro passo, então, foi organizá-los e categorizá-los de modo a entender a jornada do consumidor. “Achávamos que os clientes nos procuravam uma vez por ano, mas vimos que as visitas são muito mais frequentes”, revela. Outra surpresa foi o número de compras erradas de lâmpadas. “O consumidor compra lâmpada sem qualquer informação sobre qual é a mais indicada para a sua residência. Com isso, a taxa de erro é de 30%, quando não se tem assessoria de algum vendedor”, destaca. Abriu-se aí um caminho a ser percorrido, inclusive, pela inteligência artificial. “A jornada de compras é muito diferente dependendo do estágio de vida do cliente e atualmente as mulheres respondem por 55% das compras na Telhanorte. Isso mostra que não podemos nos ater a ideias preconcebidas e temos de olhar o tempo todo para nossos consumidores”, diz.

Angel Trujillo, contry manager Brazil da Inbenta, acrescenta que o que hoje parece complicado, como a inteligência artificial detectar sentimentos e emoções, daqui a dois ou cinco anos já poderá ter se tornado commodity. Nesse sentido, as empresas precisam ficar atentas às dinâmicas de mercado. “Não há dúvidas de que chegaremos lá. Estamos trabalhando hoje com neurolinguística para que as máquinas consigam identificar sentimentos de amor e tristeza”, acrescenta Mancini. O executivo recorda que, em 2002, o Habib’s começou a fazer entregas em domicílio e na época 100% dos pedidos eram atendidos por pessoas. Aos poucos, a empresa foi aderindo a tecnologias e atualmente 70% dos pedidos já chegam por meio de canais digitais, sejam eles URA ou chatbot. “Se antes tínhamos 700 pessoas no call center, hoje atendemos três vezes mais pedidos com metade do total de atendentes. Agora, estamos fazendo acordos com a Apple e com a Samsung para que as assistentes pessoais das fabricantes consigam tirar os pedidos para o Habib’s”, revela Mancini.

Adventos como esse vão fazer com que todo o mercado mude: inclusive, o expediente de trabalho. “Com o omnichannel não existe mais horário comercial. As empresas vão ter de se adaptar, e eu acho que vamos ter de trabalhar cada vez mais”, diz Wanda. Para Trujillo, as companhias devem começar agora (se ainda não começaram) a experimentar a inteligência artificial em benefício do próprio negócio. “Vejam, comparem e criem seus próprios indicadores”, sugere. Mancini complementa: “mapeie todos os processos, depois jogue fora mais da metade, pois eles costumam complicar a vida do consumidor. Em seguida, adotem processos mais simples que possam ser jogados fora na semana seguinte. O segredo é se renovar e racionalizar constantemente por meio da inovação”.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]