Pesquisar
Close this search box.
/
/
Mais de 90% do tempo no celular é gasto em apps

Mais de 90% do tempo no celular é gasto em apps

Aplicativos representam mais de 90% do tempo consumido nos dispositivos móveis, no Brasil, finanças tiveram maior crescimento de downloads

Para realizar uma pesquisa, fazer uma compra, interagir com amigos e desconhecidos, se informar, o smartphone se tornou a principal ferramenta para as atividades cotidianas. E os aplicativos se tornaram essenciais para otimizar o tempo e a navegação. Além disso, as mudanças nos hábitos da população impulsionam cada vez mais empresas a investirem em aplicativos personalizados.

Segundo um relatório State of Mobile 2022, o mercado brasileiro de aplicativos é um dos que mais cresce em todo mundo, impulsionado pelos downloads de apps financeiros. Em 2021, os downloads no Brasil cresceram 30% em relação aos níveis pré-pandemia, em 2019.

Leia Mais: Conheça aplicativos de saúde que estão mudando a vida dos consumidores

Os gastos do consumidor em categorias como Entretenimento, Jogos e Finanças aumentaram 63%. Foram mais de US$ 1,13 bilhão no ano passado, o equivalente a mais de R$ 6 bilhões, e US$ 200 milhões a mais que em 2020. O crescimento de 22% apontado pelo relatório se deve à expansão do acesso e do uso de jogos para celulares e assinaturas nos aplicativos.

O Brasil foi um dos três países que ultrapassou 5 horas por dia de uso de aplicativos móveis em 2021, junto com Coreia do Sul e Indonésia. Em média os usuários passaram mais de 5,4 horas acordados por dia em dispositivos móveis – um aumento de 32% em relação a 2019 e 13% superior à média dos 10 principais mercados mobile-first.

Para entender melhor

O termo mobile first se refere aos projetos digitais em que o foco da arquitetura é prioritariamente o desenvolvimento de soluções – nesse caso os aplicativos – para dispositivos móveis.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Brasileiros estão cada vez mais mobile first

Segundo um levantamento da Comscore sobre as Mudanças no Consumo Digital, 131,8 milhões de brasileiros têm acesso à internet. Desse número, mais de 84,5 milhões de usuários só usam dispositivos móveis – que podem ser smartphones ou tablets; 35,9 são multiplataforma, e 12 milhões se conectam exclusivamente em desktops. São mais de 120 milhões de brasileiros utilizando celulares para acessar à internet, um crescimento de 7,5% em relação ao ano passado.

Além disso, 90% do tempo gasto pelos brasileiros no celular é em aplicativos móveis. Isso tem impulsionado as empresas a desenvolverem mais e melhores aplicativos para se relacionar melhor com o consumidor. Robson Cristovão, diretor comercial da Mouts de tecnologia, afirma que a procura por aplicativos personalizados cresceu significativamente no último ano.

Leia Mais: Os vários X: conheça as principais siglas de experience (UX, CX, EX)

“A tecnologia hoje é um instrumento digital de intermediação entre produção e consumo, transformando as relações de trabalho e as formas de comunicação na sociedade. Durante o desenvolvimento de um aplicativo, é preciso ter foco em oferecer a melhor experiência para os usuários simplificando a navegação, reduzindo a quantidade de cliques, tornando, assim, o aplicativo mais amigável”, enfatiza Cristóvão.

Segundo ele, esse crescimento está relacionado com a baixa aderência na utilização dos aplicativos, que pode estar relacionada a erros no desenvolvimento, por não trazer uma boa experiência para o usuário.

Um dos cases de sucesso da Mout é o aprimoramento do app da Uniodonto, aprimorado para se tornar mais resolutivo para o usuário. Se tornou possível ter acesso a carteirinha virtual, consultar dados do plano, consultar procedimentos disponíveis e suas carências, visualizar faturas e baixar boletos, clube de vantagens, acessar e baixar documentos e encontrar prestadores de serviços.

“Também desenvolvemos o Facial Recognition System, cuja técnica consiste em mapear um padrão característico facial, que, por meio de Inteligência Artificial, identifica o indivíduo. Utilizamos esta técnica para liberação de exames, buscando maior segurança no processo”, conta Cristóvão.

Categorias de apps mais utilizados e as que mais crescem

Praticamente tudo é online e pode ser resolvido através da telinha do celular. Entre as categorias mais utilizadas, o crescimento dos apps do setor financeiro se destacou, indica o levantamento State of Mobile. Os downloads de aplicativos financeiros no Brasil ultrapassaram 693 milhões em 2021, com um crescimento de 91% nos downloads em 2 anos. Segundo a data.ai, o Brasil foi um dos mercados que mais cresceu, 175% nos últimos 4 anos.

Contribuiu para esse crescimento do mercado de mobile finance a disposição dos consumidores em experimentar alternativas aos bancos de varejo, como os neobanks, que tendem a ser mais acessíveis para quem não tem crédito considerado excelente e oferecem recursos personalizados mais adequados para necessidades específicas.

E por que investir em um aplicativo personalizado?

Com as mudanças nos hábitos da população acelerados com o cenário vivido na pandemia da Covid-19, o marketing e os serviços online tiveram que ser reinventados. “Hoje ter um aplicativo é essencial”, pondera o diretor da Mouts.

Conheça o Mundo do CX

Para Cristóvão, é possível alcançar níveis mais altos e estreitar os canais de relacionamento com o usuário do seu negócio através de apps personalizados. “Há muitos aplicativos prontos no mercado, mas qual seu diferencial em utilizar o mesmo usado pela concorrência? Criar um app com uma identidade visual própria e um sistema confeccionado pensando no usuário, fornecendo dados valiosos para a tomada de decisão e a entrega de uma performance muito melhor ao usuário, faz com que ele se sinta próximo da marca, aumentando o engajamento e a fidelidade”, frisa o diretor comercial.

As categorias Social Media e Services foram destaque em tempo gasto nos aplicativos. Ainda assim, Entretenimento e Games continuam a liderar no uso e na média de tempo por visita.

Por outro lado, aplicativos de imobiliárias, educação, governo, saúde e viagens estão no topo da lista das categorias que mais cresceram exclusivamente em mobile, de acordo com o relatório da Comscore.


+ Notícias

Missão de compra define escolha de onde fazer mercado

Como as marcas se aproximam dos usuários no TikTok

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]