Pesquisar
Close this search box.
/
/
6 dicas para lidar com uma demissão

6 dicas para lidar com uma demissão

Pode acontecer com qualquer um. A hora, então, é de dar a volta por cima. Veja como lidar com a situação

O aumento do desemprego é um dos principais indicadores de que um país está em crise. No Brasil, a situação não está das melhores e os índices divulgados direto na mídia assustam. E, como não poderia deixar de ser, é inevitável pensar “e se eu for a próxima vítima?”.

“A primeira atitude é não ficar lamentando e utilizar a conjuntura atual como desculpa, afinal o que o profissional faz com a sua demissão é decisivo para o sucesso ou o fracasso”, afirma a coach Daniela do Lago, professora dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas, nas disciplinas de Gestão de Pessoas, Comportamento Organizacional, Comunicação e Relacionamento Interpessoal.

A profissional preparou algumas dicas para ajudar quem foi demitido a sacudir a poeira e tentar novos desafios em um cenário de crise econômica:

1 – Não duvide de seu talento. “Jamais duvide do seu profissionalismo e de sua capacidade de ser útil numa organização. Se nesta última empresa essas características positivas não foram reconhecidas e utilizadas, esteja certo de que em outra terá a oportunidade de mostrar suas competências”.

2 – O que passou, passou e “bola pra frente”. “Não há como mudar o passado. Ficar se questionando porque não agiu de outra forma ou ficar lamentando porque as coisas não correram como você esperava é improdutivo e não mudará a realidade”.

3 – Não culpe o mundo corporativo pelo que lhe aconteceu. “Isso seria uma lamentável generalização. Não se despreza a música porque um cantor desafinou. Não se deixa de admirar o cinema porque alguns filmes não agradaram. Há ótimas empresas e ótimos empregos. Além disso, convenhamos que não foi o trabalho que o prejudicou”.

4 – Agilize o envio de seu currículo para toda sua rede de contatos. “Porém, não espere decisões rápidas, seja paciente. Procure participar de vários processos seletivos, essa é uma prática comum no mercado, e não fique ansioso, pois a resposta pode demorar. Enquanto você aguarda o retorno de um contato feito, continue incansavelmente com sua campanha de recolocação, fazendo aquilo que chamamos de network”.

5 – Não abuse das “fugas”. “Algumas pessoas têm uma tendência irresistível de compensarem suas preocupações com “fugas”, ou seja, atividades que lhes dão enorme prazer e que, supostamente, ajudam-nas a esquecer ou suportar melhor problemas reais, como dormir o dia todo ou até mesmo abusar da bebida. Como tudo na vida, a moderação e o bom senso devem nortear o seu contato com a realidade: às vezes, em certas circunstâncias, pode até ser divertido fugir. Outras vezes, o remédio é enfrentar mesmo a realidade. Recomendo que, mesmo que você permaneça em casa, seu dia deve ser encarado como um dia normal de expediente profissional. Você deve agir, portanto, como se estivesse trabalhando. Além disso, a qualquer momento, você precisará falar com alguém interessado na sua contratação, seja por telefone, seja pessoalmente. Nesses momentos, sua prontidão será decisiva”.

6 – Nem tudo está bem, mas também não é o fim do mundo. “As situações devem ser tratadas conforme sua natureza e vivenciadas com a intensidade que lhes for adequada. Nem mais, nem menos. Não estou dizendo para simplificar o que é sério, muito menos dramatizar o que é simples. Encare a realidade com a devida responsabilidade e seja espontâneo com seus sentimentos”.

Dica importante: “Quando estiver num processo seletivo, de nada vai adiantar tentar artificializar suas atitudes para mostrar ao entrevistador que está tudo bem e que não está preocupado com sua situação, pode passar a imagem de um irresponsável, bem como demonstrar um ar dramático de vítima despertará compaixão e venderá a imagem de ‘um pobre coitado’. Mostre-se você mesmo, adequando seu comportamento ao momento. Se for a uma festa, divirta-se. Se for a uma entrevista, encare-a com seriedade e profissionalismo. Tenho certeza de que você conseguirá dar a volta por cima num curto espaço de tempo”.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]