Pesquisar
Close this search box.
/
/
5 tendências que vão movimentar o comércio eletrônico em 2021

5 tendências que vão movimentar o comércio eletrônico em 2021

Relatório aponta comportamentos que devem guiar varejistas e consumidores este ano

A pandemia do novo coronavírus transformou radicalmente o comportamento dos consumidores. O comércio eletrônico teve um crescimento sem precedentes em 2020: pessoas que jamais haviam feito compras online se renderam ao e-commerce, e quem eventualmente já comprava pela internet, acabou consolidando esse hábito.

E como será em 2021? A Shopify divulgou um relatório com as cinco principais tendências que devem movimentar o comércio eletrônico neste ano. Veja quais são elas:

1. Concorrência online recorde

De acordo com o relatório, o ritmo de crescimento do comércio eletrônico global deve diminuir em 2021, antes de voltar a ganhar fôlego em 2022, mesmo que se mantenha forte nesse período. Isso por que a recuperação da economia global após a pandemia deve ocorrer mais lentamente do que após a crise de 2008.

Leia também: O varejo brasileiro que faz bonito no cenário global 

Quase 150 milhões de pessoas compraram online pela primeira vez na pandemia, e o número de compradores no e-commerce vai continuar a aumentar. De acordo com o relatório, a fatia das vendas online no bolo do varejo global também deve continuar crescendo pelos próximos cinco anos, elevando os custos com publicidade online.

O documento recomenda que, em 2021, os varejistas trabalhem sua estratégia omnicanal. As experiências de compra em dispositivos móveis devem ser priorizadas, assim como o investimento em interfaces de programação de aplicações que melhorem a jornada do usuário e, consequentemente, as taxas de conversão.

2 . Novos comportamentos do consumidor

A pandemia ampliou o desejo do consumidor por conveniência e rapidez, e fez com que ele passasse a comprar online itens que, até então, eram vendidos majoritariamente em lojas físicas, como alimentos e itens de higiene. A permanência dessas mudanças, segundo o estudo, será determinada pela satisfação dos consumidores com suas experiências online.

Dos 75% dos consumidores que disseram ter experimentado diferentes marcas online durante a pandemia, 60% esperam integrá-las em suas vidas, dependendo do quão satisfeitos estiverem com suas novas experiências.

O relatório sugere que, quem possui um e-commerce, concentre-se agora na criação de experiências digitais inovadoras que tornam a vida mais fácil para seus clientes, trazendo sua marca para a vida das pessoas de novas formas. Uma das maneiras de se fazer isso é pivotando entre os mundos físico e digital, provendo uma experiência de compra verdadeiramente híbrida.

3 . Novos diferenciais competitivos

Para serem relevantes, as marcas de hoje precisam se destacar em três frentes: agilidade, sustentabilidade e políticas de frete grátis. Em relação à última, o documento destaca que é importante estabelecer limites claros, a fim de proteger as margens de lucro do negócio. Os meios de se fazer isso podem virar uma grande vantagem competitiva, como a proximidade do estoque dos clientes, as devoluções automatizadas e as opções flexíveis de entrega.

64% dos consumidores de todo o mundo desejam que seus pedidos sejam enviados gratuitamente, e atender a todos com agilidade se tornou um desafio ainda maior diante do boom das vendas online provocado pela pandemia. Com o custo para atender pedidos em alta, muitas marcas devem transformar o atendimento em um ativo estratégico, mais inteligente e mais próximo do consumidor.

Mas o consumidor de 2021 deseja não apenas que o frete seja rápido e gratuito, mas também ambientalmente consciente. Três em cada quatro consumidores americanos são mais propensos a comprar um produto embalado de forma sustentável. Por isso, essa é outra tendência na qual os vendedores devem ficar de olho.

4 . Marketplaces desafiam a construção de marcas

Segundo o levantamento, metade de todas as vendas globais do comércio eletrônico ocorrem em marketplaces, onde os consumidores procuram soluções em vez de marcas. Por isso, construir uma marca nunca foi tão importante – e tão difícil.

Com isso em mente, as empresas devem transformar suas páginas de produtos nos marketplaces em experiências ricas e envolventes, além de oferecer produtos personalizados exclusivos em seus canais próprios.

Os consumidores estão recompensando cada vez mais as organizações que humanizam a jornada de compra por meio de experiências personalizadas. O desafio é que, com tantos clientes iniciando suas compras nos marketplaces, as marcas muitas vezes não têm os dados necessários para oferecer essas experiências que os consumidores tanto desejam.

5 . Retenção x Aquisição

Os custos de aquisição de clientes online estão aumentando em todo o mundo, e a segmentação de anúncios por canal está ainda mais difícil. Para combater o aumento desses custos e a incerteza da publicidade, as marcas estão experimentando novos canais de venda e priorizando a retenção, recompensando e incentivando os clientes existentes a gastar mais.

Segundo o relatório, até 2022, as vendas por assistentes de voz chegarão a US$ 40 bilhões nos EUA. Por isso, é importante que as empresas otimizem seus sites para que o consumidor possa realizar pesquisas e compras por voz.

O documento destaca ainda que, embora conquistar novos clientes seja importante, a crescente competição pela atenção online reforçou o valor de manter os clientes já existentes. Historicamente, um aumento de 5% na retenção dos clientes pode aumentar os lucros em até 95%. Para isso, as marcas podem apostar em programas de fidelidade e de assinaturas, que contribuem para a geração de receita recorrente.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]