Pesquisar
Close this search box.
/
/
Tendências de infraestrutura com impacto nos próximos 10 Anos

Tendências de infraestrutura com impacto nos próximos 10 Anos

Efeitos da pandemia trouxeram grandes mudanças para o setor; e devem continuar acontecendo nos próximos anos

Quem não gostaria de saber qual será a totalidade dos efeitos da pandemia no mundo? É preciso esperar anos até entendermos como a vida será depois que a humanidade reparar a tragédia da Covid-19. Mas já passaram dias o suficiente para se ter uma ideia dos abalos da pandemia sobre o setor de infraestrutura no longo prazo.

Em seu relatório “Tendências Emergentes no Setor de Infraestrutura”, a KPMG elencou a principais tendências ao setor de infraestrutura para os próximos anos, considerando os efeitos da pandemia. O relatório traz reflexões de como cada uma delas evoluirá e as oportunidades a serem criadas em transporte, energia, telecomunicações e saneamento ambiental para o desenvolvimento socioeconômico nas cidades.

“A Covid-19 definiu em 2020 que o crescimento está atrelado à sustentabilidade e resiliência, e o setor de infraestrutura precisa adequar-se às novas oportunidades para conseguir atender a todas as demandas”, comenta Leonardo Giusti, sócio-líder de Governo, Infraestrutura e Saúde da KPMG.

Confira a seguir 10 tendências moldadas pela pandemia que influenciarão o setor de infraestrutura nos próximos dez anos:

1. Incerteza tornando planejamentos mais complexos

Os abalos da pandemia tendem a exigir cadeias mais robustas e complexas em diversos setores, além de planos reservas por parte de empresas e governos para prever e prevenir situações. Há uma tendência de empresas com cargos inéditos como chefe de preparação, com foco em respostas rápidas.

No setor de infraestrutura, a partir deste ano, espera-se que os planejadores, operadores e desenvolvedores também devem procurar maneiras de possibilitar uma abordagem muito mais ágil e flexível para a elaboração, desenvolvimento e entrega. Segundo o relatório, é praticamente certo que reconstruir melhor resultará em evolução e aperfeiçoamento.

infraestrutura tendências
Fonte: Unsplash

2. Cidades passando por crise de identidade

Dada a forte tendência de reformulação dos espaços físicos pelos próximos anos por conta da pandemia, é difícil prever como os padrões de vida e trabalho evoluirão, mas já está claro que o foco geral em segurança, tempo e conveniência está diversificando os padrões. Enquanto alguns cidadãos esperam retomar uma vida de deslocamentos e viagens entre bairros comerciais e residenciais, outros deixam as grandes cidades em busca da “cidade de 15 minutos”, ou condição de vida de proximidade entre moradia, trabalho e diversão.

 

infraestrutura tendências
Fonte: Unsplash

3. Fronteiras se tornando reais novamente

A migração atingiu o nível mais baixo de todos os tempos com a pandemia. Os portos e aeroportos perderam volumes comerciais diante da dependência da indústria e do comércio de usuários finais. Segundo o relatório, eles tendem a se voltar mais às commodities principais, e assim levar de dois a três anos para voltar aos níveis pré-pandemia.

4. Redes de suprimentos em reformulação

Mudanças no ritmo das cadeias de suprimentos de infraestrutura e construção são esperadas para este ano. Tais reformulações devem aumentar à medida que as organizações investem e os desenvolvedores começam a rever os fatores que influenciam as estratégias de fornecimento.

Assim, segundo a KPMG, mais investimentos direcionados ao fortalecimento da cadeia de abastecimento devem acontecer tendo em vista a reavaliação das necessidades de suprimentos e redes. Alguns agentes do setor podem seguir a tendência de buscar novas tecnologias para ajudar a reduzir a dependência de fornecedores de nicho.

5. Novos modelos de financiamento no mercado

O setor de infraestrutura tem visto novas opções de financiamento nos últimos anos – o que colaborou para sua solidez, segundo a KPMG. Assim, a capacidade de aproveitar diferentes fontes de financiamento (capital institucional e fundos sustentáveis, bancos locais e regionais, mercados de capitais) deve levar a uma riqueza de capital a preços competitivos.

Ao longo deste ano, portanto, espera-se que os investidores busquem oportunidades de retorno a longo prazo, sustentáveis e protegidos contra a inflação.

 

infraestrutura tendências
Fonte: Unsplash

6. Reconstrução mais verde e justa

A pandemia coletivizou o desejo de reconstruir do zero com sustentabilidade e bem-estar, além da vontade de reparo de desigualdades e os desequilíbrios coletivos. Por isso, o relatório aponta que para este ano o setor de infraestrutura fique sob pressão do foco nos resultados ambientais, sociais e de governança. Em outras palavras, a alta do ESG também chega ao setor de infraestrutura.

 

infraestrutura tendências
Fonte: Unsplash

7. Resiliência galgando posições na agenda

O relatório lembra que, há exatamente um ano, o Fórum Econômico Mundial divulgou uma avaliação com riscos para o ano sem citar a pandemia. Em vez disso, a principal menção foi risco ambiental. Embora a Covid-19 tenha extrema importância, governos e agentes do setor de infraestrutura devem manter foco na resiliência das infraestruturas diante dos riscos climáticos.

Portanto, para este ano, espera-se que os proprietários, planejadores e reguladores de infraestrutura reavaliem cada vez mais a resiliência dos ativos.

8. Mundo digital ficando mais seguro

As administrações públicas devem sinalizar sua prioridade à capacidade de entrega em um mundo digital, o que inclui aspectos relacionados ao acesso à internet, largura de banda e aplicativos habilitadores, como serviços de pagamento seguro e emissão de bilhetes de transporte público. Segundo o relatório da KPMG, esses são fatores fundamentais à economia e sociedade, e são essencialmente influenciados por investimentos em infraestrutura.

Assim, para este ano, é esperado um aumento de atenção com conectividade, já que em breve os governos “começarão a reconhecer que devem abordar os déficits crescentes na infraestrutura digital”, diz o relatório.

9. Reformas se tornando imperativas

O relatório da KPMG aponta que as expectativas sociais foram redefinidas com a pandemia. Novas formas de trabalhar foram adotadas, por exemplo. Sendo assim, empresas e cidadãos esperam ter novas maneiras de interagir com serviços públicos. Com relação à infraestrutura, os agentes do setor e os governos têm oportunidades para reformar seus atendimentos tendo em vista a inovação e a experimentação de novidades que surgem atualmente.

10. Governos procurando mais parcerias

De acordo com a KPMG, há anos o setor privado vem assumindo um papel mais ativo na entrega e operação de ativos e serviços de infraestrutura, com relevância crescente na captação, no financiamento e no fornecimento da infraestrutura governamental. Para este ano, esta relação deve evoluir com governos considerando não apenas o papel que o setor privado desempenha na entrega de ativos de infraestrutura, mas também na entrega de serviços.

De acordo com o relatório, em alguns casos, as parcerias serão necessárias muito por conta do ônus da pandemia aos governos, que buscarão modelos alternativos. Em outros, novas parcerias serão motivadas mais pela inovação e desejo de entregar mais às partes interessadas.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]