Pesquisar
Close this search box.
/
/
Saiba quais são as consequências tóxicas dos excessos

Saiba quais são as consequências tóxicas dos excessos

“A raiz da ansiedade são os excessos”. Confira os melhores momentos do talk da especialista em comportamento Iza Dezon, no CONAREC 2020

Pensando na quarentena, Iza Dezon, um das mais brilhantes mentes que se dedicam a estudar o comportamento do consumidor no Brasil, fez uma série de posts no Instagram, sob o título “40 Dias Disruptivos”. 

De forma curiosa, criativa, com grande variedade de referências, debates e conversas, Iza trabalhou tendências, pesquisas e assuntos como diversidade, felicidade e análises do que está por vir para ajudar os seus seguidores a encararem o período agudo da pandemia. 

No painel “#40diasdisruptivos”, no CONAREC 2020, a pesquisadora apresentou o resultado desse trabalho excepcional, e contou como a internet pode se assemelhar a um vício, mesmo tendo sido criada com o intuito de ser uma dimensão de liberdade.

A economia do supérfluo

Iza conta que, na primeira semana da pandemia, montou seu primeiro projeto pessoal e público, na tentativa de entender o que as pessoas estavam precisando neste momento de tantas incertezas. Para isso, ela e sua equipe mergulharam em arquivos de pesquisas dos últimos oito anos, trazendo, a partir disso, pinceladas de algumas tendências.

“As pessoas estão começando a querer mudar o jogo, identificando e deixando de lado aquilo que é supérfluo”, diz, e cita uma das frases que mais lhe marcou no início da pandemia:

“Ouvi dizerem que ‘a economia parou no momento em que passamos a consumir só o necessário’. Isso mostra algo muito preocupante, pois passamos a ver que o sistema econômico está apoiado no supérfluo, que nos intoxica e nos coloca em um estado de ansiedade constante”.

Excessos, excessos, excessos

Contudo, Iza explica que focar no básico não significa se tornar minimalista, e sim se tornar consciente daquilo que inunda nossa vida com excessos. Um desses excessos, a pesquisadora diz, é o exagero de escolhas do qual somos submetidos. “Quanto maior a nossa liberdade para escolher, mais geramos expectativas, e quanto mais expectativas, mais frustrações”, opina. “Infelizmente demoramos muito tempo para entender que aquilo que estava na raiz da ansiedade eram justamente esses excessos.”

De acordo com Iza, as economias estão começando a olhar para uma nova era, em que o excesso será ressignificado ― e não só a abundância de compras e de acumulação, mas de informação, de imagens, de relacionamentos e de amizades, para dar alguns exemplos.

“O paradoxo da escolha escancara esses excessos negativos, e constata como informações demais começam a gerar muita insatisfação.” Esse fenômeno acontece por perdermos o foco nesse mar de escolhas, e isso intensifica a ansiedade.

O documentário “O Dilema das Redes”, que está em alta no momento, mostra muito bem esse “dark side” das redes sociais, segundo a pesquisadora.

“Há falta de curadoria nessas informações recebidas por nós a cada dia, e não absorvemos de verdade as mídias que nos impactam”

excessos
Painel “#40diasdisruptivos”

Um futuro melhor está no descansar

Ser multitarefa é bom? Segundo o estudo “Foco”, de Daniel Goleman, essa habilidade tão valorizada pela sociedade é um tanto tóxica, afinal, ser multitasker rouba ainda mais o foco e a atenção dos indivíduos. Como consequência, Iza comenta, temos uma sociedade com déficit de atenção generalizado, tratando essa característica como se fosse positiva. 

“Descansar a mente é vital, e isso deve ser conversado dentro das empresas, e das empresas com seus consumidores”, sugere. “Um terço na nossa vida é feito para passar dormindo, então é preciso institucionalizar a importância de repousar.”

E finaliza: “Todas as tecnologias são mais rápidas do que nós. Ainda assim, tentamos viver na velocidade delas. Em vez disso, deveríamos abrir espaços na mente para que possamos construir um futuro mais consciente e melhor intencionado.”

Confira algumas das opiniões coletadas por Iza Dezon no movimento #40diasdisruptivos

“A felicidade é a mistura perfeita entre paz e prazer” ― Letícia Gicovate

“O pior defeito da humanidade é o excesso” ― João Moraes

“Felicidade é uma sensação momentânea de extrema leveza” ― Valeria Montorsi

“Um ataque de riso é uma morte digna na era da longevidade” ― Martin Giraldo

“Um ícone que irá nos inspirar no futuro? Nossa divindade, a alma” ― Lena Pessoa


+ CONAREC 2020

Quando a confiança precisa ir além da credibilidade
A voz do cliente direcionando estratégias vencedoras
Os desafios de liderar uma empresa sem sair de casa

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]