Pesquisar
Close this search box.
/
/
Rede Parcerias, Instanteaser e Driva ficam no top3 do Ranking 100 Open Startups 2022

Rede Parcerias, Instanteaser e Driva ficam no top3 do Ranking 100 Open Startups 2022

Ranking da 100 Open Startups destaca crescimento de relacionamento de martechs com grandes empresas, confirmado pelo crescimento de 84% em relação ao ano passado

A 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre corporações e startups, anunciou o Ranking 100 Open Startups 2022, que reconhece as startups mais atraentes para o mercado corporativo no país. Entre as MarTechs, foram 118 startups com contratos validados de open innovation com corporações, representando um crescimento de 84% em relação ao ano passado.

A Rede Parcerias conquistou a primeira posição no Ranking, seguida da Instanteaser e Driva. Foram mais de R$ 180 milhões transacionados entre corporações e as MarTechs em 2022. As MarTechs tiveram um aumento de 46% na atividade de Open Innovation, alcançando um total de 9.256 pontos no ranking de 2022. Desde 2016, quando teve início a apuração do ranking, o aumento geral de intensidade da prática foi de 93 vezes.

“O potencial ainda é muito grande. Nossa métrica principal é de pontos, baseado nos outros dados. E chamamos isso de intensidade”, explica Bruno Rondani, fundador e CEO da Open Startups.

Leia Mais: Inovação aberta: um mercado rico para a experiência do cliente>

Para alcançar uma posição de TOP 10, são necessários 60 pontos. Das startups premiadas na categoria, três são novas em relação ao Ranking 2021. A startup, para solicitar um ponto no ranking, tem que informar o fechamento de algum contrato que envolva inovação com alguma corporação.

A Open Startups mede, valida e pontua esse contrato pela natureza dele e pela intensidade dele. “Quanto mais contratos ele tem, mais pontos ele ganha. A corporação precisa validar essa informação, e auditamos essa transação”, explica Rondadi.

Conheça as TOP 10 MarTechs:

1 Rede Parcerias
2 Instanteaser
3 Driva
4 Peepi
5 Forebrain
6 Yapoli
7 Mimoo
8 N3urons
9 CustomerX
10 WeClever

Maiores tendências de inovação entre Martechs

As tendências de inovação mais exploradas entre as MarTechs foram Big Data & Analytics, Experiência do Consumidor e Inteligência Artificial, e a indústria que mais se relacionou com esse tipo de startups foi Bens de Consumo e Alimentação, com 18,9% dos relacionamentos, seguida por Varejo e Distribuição (2,8%) e Serviços de Saúde (2,6%).

“Para gerar resultado com inovação em 2023, é preciso saber aproveitar o poder da rede e, ao mesmo tempo, não se distrair e perder tempo em meio a tantas possibilidades. Executivos devem saber jogar o jogo de ecossistema: como acessar, monitorar, atrair, contribuir, criar e capturar valor do que é demandado e produzido pelo ecossistema”, recomenda o CEO da Open Startups.

MarTechs Open Startups
Gráfico que descreve os principais segmentos de corporações com quem as martechs se relacionaram

Publicado desde 2016, o Ranking 100 Open Startups se consolidou como o maior ranking corporativo da América Latina e é considerado referência para o mercado. Construído a partir de critérios objetivos que se fundamentam nos relacionamentos estabelecidos entre corporações e startups, a lista reconhece e premia as corporações líderes em open innovation com startups, além das startups mais atraentes para o mercado corporativo.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

O número de startups tem desacelerado ao longo dos anos, e hoje o de corporações já as ultrapassa. “O que significa crescer? No começo nós queríamos ver aumentar o número de startups e de corporações fazendo negócios, e cresceu tanto, dobrando e dobrando nos últimos anos, que hoje esse percentual está um pouco desacelerado. E isso não é mau sinal, porque afinal temos 4.500 corporações fechando negócio, superando o número de startups, que cresceram e começam a convergir para as startups que estão conquistando mais presença nesse ecossistema”, explica Rondani.

Para entender melhor

No ranking daOpen Startups são consideradas as empresas que se apresente como startup na plataforma, não necessariamente com investimentos de venture capital. A única limitação é não premiar startups que passaram de US$ 2,5 milhões no ano fiscal anterior, para dar abertura para novas empresas. As startups que crescem são listadas como scale up.

“Nossa validação é o mercado reconhecendo o empreendimento, queremos promover a mentalidade de inovação”, destaca Rondani “no caso do scale up não é necessariamente uma inovação, porque é uma empresa que já consolidou, para abrir espaço para as novas”.

Já as empresas identificadas como corporação precisam ter 100 funcionários ou US$ 20 milhões.

Leia Mais: Como a tecnologia tem mudado a jornada do consumidor?

A primeira colocada no ranking de Martechs

O Rede Parcerias, startup que tem como expertise a personalização e gestão de Clube de Vantagens para clientes, associados, beneficiários e colaboradores de empresas, ficou no topo do Ranking Open Startups 2022 na categoria Martechs e quarta na colocação geral.

A trajetória do Rede Parcerias começou em 2014 e hoje conta com um portfólio robusto de grandes empresas e entidades atendidas, como L’Oréal, Unimed e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). No total, são mais de 300 clubes gerenciados, alcançando 15 milhões de usuários.

Conheça o Mundo do CX

Open Startups

Este ano o Ranking 100 Open Startups registrou mais de 25 mil open startups cadastradas, sendo 3.821 com contratos validados – crescimento de 36% em relação ao ano passado, quando 2.414 tiveram contratos validados.

A plataforma digital já facilitou mais de 1 milhão de interações que resultaram no registro de quase 70 mil acordos de open innovation e R$ 3,9 bilhões em contratos entre startups e corporações. Atualmente, são mais de 25 mil startups e 7 mil corporações participantes da plataforma.


+ Notícias

Plataforma é rede de apoio para mulheres que querem ser mães

Saúde suplementar se organiza para combater fraudes

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]