Pesquisar
Close this search box.
/
/
#CONAREC2021: O verdadeiro poder da agenda ESG para os negócios

#CONAREC2021: O verdadeiro poder da agenda ESG para os negócios

Painel do Conarec2021 debate a importância de as empresas estarem atentas à sustentabilidade e responsabilidade social

Há alguns anos as três letrinhas que chamam pela sustentabilidade têm ditado o futuro dos negócios. A agenda ESG é para o consumidor hoje uma questão de prioridade: o consumo está totalmente relacionado às boas práticas das empresas, ações sustentáveis e de responsabilidade social. O rumo é evidente: as marcas que não desenvolvem — e divulgam — suas ações estão ficando para trás na concorrência.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

O mercado lida na atualidade com um consumidor um tanto quanto informado e inteligente, que busca informações sobre todos os processos daquilo que consome e está mais do que disposto a abandonar uma marca caso sinta que ela não cumpre seu “dever” com o planeta. A questão é qual é o papel das empresas nesse cenário?

Esse foi o tema do painel “A empresa como agente de transformação: o poder da agenda ESG”, do Conarec 2021, que contou com mediação de Valéria Café, diretora de Vocalização e Influência do IBGC e a presença de Ignacio Sanchez, diretor geral da Leroy Merlin Brasil.

Foto: Douglas Luccena | Grupo Padrão

Mais do que lucro, o ESG como estratégia de transformação

Um dos principais motivos pelos quais os consumidores deixam de acreditar nos valores e propósitos das empresas é a desconfiança do que realmente é importante a elas, além da falta de transparência e honestidade sobre os processos internos. “As empresas precisam parar ganhar dinheiro a todo custo, sem regra, sem métricas, isso não é certo. Essa é a doença do mundo. As empresas falem hoje por tomar péssimas decisões econômicas, muito baseadas no momento, o que vai prejudicando o planeta aos poucos”, argumenta Sanchez.

Ele destaca, ainda, que a agenda ESG bem executada gera justamente esse lucro tão esperado, mas não da forma como as empresas imaginam. “A primeira coisa que temos que aceitar hoje é que ser sustentável hoje vai gerar mais despesa, portanto, o lucro será menor. Mas lá na frente, esse lucro retorna, isso não se fala porque foco é sempre ter mais dinheiro, mais recurso, e espera-se que as empresas sempre faturem muito. O problema é que essa estratégia a longo prazo é muito mais valiosa, ética, responsável e eficiente”, acrescenta o executivo.

De nacionalidade espanhola, Sanchez embarcou formou sua carreira na Leroy Merlin da Espanha, ingressando em 1993 como gestor de controle. Em 2009, assumiu como CEO e seguiu com o mesmo cargo para o Brasil desde outubro de 2020. Com experiências na Itália e em Portugal, ele afirma que os brasileiros possuem profundas diferenças na percepção da agenda de ESG.

“A educação é prioridade fora do Brasil e é justamente ela que cria uma conexão grande com a agenda ESG. Aqui, eu tenho a sensação esse conhecimento ainda é muito restrito, poucas pessoas têm educação, o País tem muitos analfabetos. Eu acredito, como Leroy Merlin, que apontar para a educação é um investimento importantíssimo para que o ESG entre na vida do consumidor”, aponta o executivo.

O ESG nas particularidades brasileiras

Outro ponto interessante que o CEO aponta como diferença entre os países europeus e o Brasil é a dificuldade em gerar uma logística que seja neutra em carbono. “A suply chain aqui é muito complexa. No Brasil as coisas são longes, a logística aqui precisa ser muitíssimo bem-pensada, porque a distância muitas vezes tem o poder de aumentar a poluição, a pegada de carbono. A Leroy faz questão de usar o máximo de tecnologia e inovação para reduzir essa distância — ao menos para a química do processo”.

Em maio deste ano, a Leroy Merlin anunciou uma certificação internacional de sustentabilidade em 25 de suas unidades e pretende, até o fim de dezembro, certificar as 19 restantes. Ao todo, a empresa chega a economizar mais de 7.800m³ de água potável por ano.

Ele também destaca que o futuro está na sustentabilidade e na ética. “Uma empresa que tenha todo dia uma rotina de inovação, de revolução, que arrisca e aprende, ela é o futuro e o sucesso para o planeta. Às vezes, das 20 tentativas, 15 dão certo e cinco são terríveis. Não procure culpados, procure soluções, arrisque, tente de novo. Essa é a riqueza da inovação”.

Por fim, ele aponta que trabalhar a agenda ESG é um trabalho a ser feito de forma conjunta. “Uma empresa é uma constelação de estrelas e não um sistema solar com uma única estrela no centro. A ética também está nisso, o ESG está nisso, é importante perceber que a sustentabilidade vem principalmente de dentro para fora e não se faz sozinho”, conclui.

CEOs

 


+ Conarec 2021

A sustentabilidade saiu da diretoria e chegou à mesa de jantar
Geração Z e prioridades de consumo: confira as tendências

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]