Pesquisar
Close this search box.
/
/
Onde os robôs se saem melhor do que a gente

Onde os robôs se saem melhor do que a gente

Seminário da KPMG discutiu, nesta quinta-feira, os impactos da nova mão de obra robotizada.

Eles trabalham 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano. Não tiram férias, não precisam de treinamento e cumprem tarefas em uma velocidade capaz de deixar muita gente por aí boquiaberta. De quebra, acredita-se que possam fazer tudo aquilo que queremos que eles façam, só que com uma suscetibilidade muito menor a erros, acidentes e fraudes. A robotização foi o tema do 1º Seminário “Digital Labor – A nova mão de obra robotizada”, um encontro organizado pela KMPG e que reuniu, na última quinta-feira, empresários e especialistas para discutir o que a interação entre máquinas e humanos deve implicar tanto no nosso dia a dia e no mercado de trabalho como na economia mundial. “Em algumas tarefas, como dirigir ou colher frutas, por exemplo, os robôs podem ser sair muito melhor do que nós. A ideia é essa: colocá-los para fazer aquilo no qual se destacam mais”, disse o cientista político e consultor Heni Ozi Cukier.

Para o especialista, a tendência é de que, com o crescimento da robotização, as pessoas não vivam mais de salários, mas sim de ativos e da economia compartilhada. “Eles vão gerar receita para as pessoas e para as empresas. Quem tiver mais robôs, terá mais riqueza”, diz Cukier. A robotização também promete causar um grande impacto na dinâmica dos mercados globais. Nesse sentido, a força de cada país deve ditar como eles lidarão com as crises relacionadas ao desemprego tecnológico. “Na China, por exemplo, a robotização pode causar uma convulsão social. Já a Índia pode aproveitar a oportunidade e se tornar uma grande exportadora de mão de obra especializada”, diz Cukier.

Cliff Justice, sócio-líder de Inovação e Automação Cognitiva da KPMG nos Estados Unidos, falou sobre o início da 4ª Revolução Industrial, que sucede marcos como a invenção da máquina a vapor, a criação do conceito de divisão de trabalho, o boom da internet e da comunicação em massa e, por fim, a fase atual, da nano e biotecnologia e do trabalho digital. “Aqui, temos a tecnologia cognitiva, que simula como os humanos percebem, aprendem e respondem a estímulos; e o trabalho digital, que é a tarefa humana de organizar dados e aplicá-los em um contexto humano”, disse Justice durante a palestra “The robots are coming, but humans aren’t leaving”.

O fato é que, embora muitos traços humanos não possam ser replicados pela tecnologia, a robotização terá um impacto significativo em diversos setores – a começar pelo de transportes (com veículos autônomos, controle de tráfego aéreo, carga e logística, drones e entregas de pequenos pacotes), operações de negócios (contabilidade e auditoria, risco, impostos), saúde (com a descoberta de medicamentos, diagnóstico e tratamento) e financeiro (com a gestão de investimentos, operações bancárias e detecção e prevenção de fraudes). As máquinas dotadas de inteligência artificial também devem causar uma disrupção no mercado de trabalho e fomentar inúmeras discussões. Quer ver uma delas? Quem será responsável pelo erro das máquinas? Outra? Como serão acordadas as políticas públicas e a regulamentação em torno da Inteligência Artificial? Essas são algumas das perguntas para as quais nós, humanos, precisaremos encontrar respostas.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]