Pesquisar
Close this search box.
/
/
O resultado é no atacado

O resultado é no atacado

Conheça em detalhes a modalidade de negocio que combina grandes volumes, variedades e preços baixos

Atacado, varejo ou atacarejo?  “O que o varejo não percebe é que o atacado vem por trás e comendo pela frente; um tema moderno apesar da atividade extremamente antiga; atacado e varejo são cada vez mais variáveis e momentos da cadeia que se confundem”, disse Daniel Domeneghetti, um dos maiores especialistas em gestão e desenvolvimento de insights do país, com lideranças de grandes redes de atacarejo, durante o BR Week 2016. O sócio-diretor da Dom Strategy Partners mediou um debate que revelou quais são as particularidades que definem o sucesso dessas redes, um modelo que vem registrando resultados expressivos mesmo diante da crise.

1) ENTENDER O MOMENTO É ESTRATÉGIA: Para Ricardo Roldão, CEO do Roldão Atacadista, diante da taxa de emprego, renda e inflação (que corrói o poder de compra) não dá mais para cobrir o cliente do atacado e do varejo. Segundo ele há quatro anos quatro anos a grande força do atacado eram os clientes transformadores, ou revendedores. Mas com as 1,6 milhão de famílias que deixaram de comer fora e passaram a usar a varanda gourmet, o tíquete médio do consumidor final vem subindo, uma vez que a alimentação que vem acontecendo mais dentro de casa. “Nosso cliente tem dois chapéus, o de consumidor final e de cliente transformador.

2) PREVENIR É SEMPRE MELHOR DO QUE REMEDIAR: O mais importante é antever e se posicionar no mercado a tempo, pois para Roldão “goleiro bom não é o que vê, mas aquele que antevê”. Segundo o empresário, quando se  pende mais para o lado do varejo os custos aumentam, as vendas brutas são menores e o negócio deixa de ser atacado. “A diferenciação de marca é complicada pois para o consumidor final é tudo ‘atacadão’. O modelo de negócio é sem duvidas definido pelo consumidor final. A frequência é importante, mas quanto mais ela aumenta, mais demanda operação, e custo, e ai o modelo perde o sentido. A gente prefere um fluxo razoável mas um tíquete médio alto”, completou Roldão.

3) O PODER É DE QUEM TEM O CONSUMIDOR FINAL: Tem poder quem tem o consumidor final, defende Euler Fuad Nejm, diretor-presidente do Grupo Super Nosso, grupo fundado há 75 anos que atua em multicanais no atacado e autosserviço na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com ele, o mais importante para o atacarejo é a frequência em loja, embora a preocupação com o fluxo de caixa em tempos de crise sejacrucial. “A distância entre o lucro e o prejuízo é pequena e a crise é uma oportunidade de limpar custos que não enxergávamos anteriormente, visualizar novos negócios, situar e fortalecer a marca. O poder aquisitivo está mais apertado, então o atacado tem estado em evidência”, garante Nejm. “Estávamos numa reta em que o dia era dia claro, andando a 120 km/h. Agora estamos atravessando uma longa curva em noite de chuva forte, onde é perigoso acelerar, mas se pararmos uma carreta atropela – é preciso saber conduzir o acelerador. As bases da economia vêm sendo arrumadas, e estamos dependendo apenas de uma estabilidade política para voltar a crescer.”

4) PROFISSIONALIZAÇÃO DO CONSUMO: De acordo com Cristiano Mendonça Luz, superintendente- executivo da Caixa Econômica Federal, um grande varejista de produtos e serviços financeiros, a fronteira está cada vez mais tênue entre atacado e varejo porque o consumidor esta se movimentando e buscando alternativas muito rapidamente. “Os mais de 30 milhões de brasileiros que ascenderam ao consumo agora desejam manter a condição que conquistaram e, ao tentarem manter o padrão de consumo, eles com certeza vão buscar marcas especificas”, prevê Luz. “Isso representa uma profissionalização do consumo, em que se busca formas de checar preço, montar carrinho, e fazer compras com maior eficiência para o bolso. Hoje as pessoas se juntam para comprar melhor, abrindo um enorme espaço para o atacado”, concluiu.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]