Pesquisar
Close this search box.
/
/
O movimento das gigantes da alimentação em direção ao mercado vegano

O movimento das gigantes da alimentação em direção ao mercado vegano

Carrefour e Pão de Açúcar fecharam parceria com a startup brasileira de hambúrguer vegano Fazenda Futuro. Até o dono da Ceratti, famosa pela mortadela, aderiu ao novo mercado

Lançada em abril, a Fazenda Futuro é a primeira foodtech 100% brasileira dedicada à produção de carne à base de plantas, sem nada de origem animal, mas com sabor e textura da carne bovina.

A ideia de comida sustentável tem se solidificado e virado um negócio promissor, atraindo, inclusive, os grandes players do varejo, como Carrefour e Pão de Açúcar, as duas maiores redes de varejo alimentar que atuam no Brasil.

O GPA, grupo dono das redes de supermercado Extra e Pão de Açúcar, está vendendo o Futuro Burger, produzido pela startup brasileira, desde maio deste ano. Para aprofundar sua atuação no segmento de opções veganas, o GPA fechou parceria com a Fazenda Futuro e com a ONG The Good Food Institute.

Uma pesquisa da Barclays apontou que as vendas de substitutos vegetais podem ocupar 10% das de carne vegetal no mundo, o que representaria 140 bilhões de dólares nos próximos 10 anos. O segmento de proteína animal chegaria a 1,4 trilhão em 2029.

Além do GPA (com as bandeiras Pão de Açúcar e Extra), Makro, e Sam’s Club e os varejistas regionais Hirota, Muffato, La Fruteria, St Marche e Zaffari (SP e RS) já contam com a novidade em suas gôndolas. Para o Brasil como um todo, a startup aposta na parceria que fechou há poucos dias com a rede francesa Carrefour.

Ampliando sua presença em redes no varejo e food services Brasil a fora, em dois meses, o número de parcerias da Fazenda Futuro com lanchonetes e restaurantes saltou de 2 para 28, mostrando que há demanda para alternativas mais sustentáveis e saudáveis aos produtos de origem animal. No total, já são 92 parceiros comerciais entre food services, e-commerce de congelados, redes varejistas e pontos especializados em diversos estados do sudeste, sul e nordeste.

Restaurantes

No serviço de food, o hambúrguer já está disponíveis nos restaurantes T.T. Burger, do chef Thomas Troisgros, Lanchonete da Cidade, Balada Mix, B de Burger, Delírio Tropical, Red Burger, The Black Beef, no HUKE, entre outros. A startup também anunciou parceria com a rede Spoleto, que deve passar a receber a opção em breve.

O hambúrguer feito à base de grão de bico, proteína de soja, proteína de ervilha e beterraba, não imita o tradicional apenas no gosto e na aparência, seu valor nutricional também é semelhante à opção feita de carne. Enquanto o Futuro Burger tem 283 calorias, de acordo com a sua produtora, o hambúrguer de carne tem, em média, 295, levando em conta os valores nutricionais divulgados pela Sadia.

Da mortadela para o mercado vegano

O empresário Marcelo Ceratti fez uma mudança brusca nos seus negócios, ainda que dentro do segmento de alimentação. Ele vendeu a Ceratti, famosa pelas suas mortadelas, para a americana Homel. Com uma parte pequena desse dinheiro, investiu em uma startup voltada para atender o público vegano. A Beleaf, que já vende diretamente ao consumidor final pela internet, promete ter, no futuro, 50% das suas vendas ao varejo. A empresa está para lançar seus pães veganos na rede de mercados do Pão de Açúcar.

O ex-dono da Ceratti gastou apenas R$ 1 milhão nessa nova ideia, uma quantia ínfima comparado ao que recebeu com a venda da empresa fundada pela família. A Ceratti foi vendida à Homel por R$ 360 milhões, segundo informações do Valor Econômico. A Beleaf contou também com investimento de um fundo de capital, o Rise Ventures. A startup captou R$ 2,5 milhões e está avaliada em R$ 8 milhões.

Apesar do faturamento relevante da startup, que deve fechar 2019 com receita de R$ 3 milhões, os números ainda são muito discretos na comparação com a antiga empresa da família Ceratti. A produtora de mortadelas fatura R$ 400 milhões por ano. Promissor, o mercado vegano ainda vai ter que comer muita soja para disputar mercado com os alimentos tradicionais.

LEIA TAMBÉM: Carrefour vai dar aulas a clientes sobre alimentação sustentável

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]