Pesquisar
Close this search box.
/
/
Microsoft conclui uma das maiores aquisições da indústria global de games

Microsoft conclui uma das maiores aquisições da indústria global de games

Compra da Activision Blizzard pela Microsoft consolida a entrada de jogos para o serviço de cloud gaming do Xbox

A combinação criou, segundo levantamento da consultoria Newzoo, a segunda maior empresa de capital aberto do setor de games em faturamento, com US$ 5,41 bilhões. O negócio supera a receita da Apple e da Sony, ficando atrás apenas da chinesa Tencent, que registra uma receita de US$ 7,56 bilhões.

O negócio, anunciado em janeiro de 2022, precisou obter a aprovação de órgãos antitruste em mais de 40 países, incluindo Brasil, União Europeia, Estados Unidos e Reino Unido. Para obter a aprovação do último, a Autoridade de Competição e Mercado (CMA), a Microsoft concordou em abrir mão da exclusividade de jogos da Activision Blizzard, compartilhando os direitos com a francesa Ubisoft, que terá os direitos de streaming de todos os jogos lançados pela desenvolvedora, além dos que ainda serão lançados pelos próximos 15 anos.

Assine nossa newsletter! Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Concorrência de jogos

O mercado de jogos em nuvem é emergente, mas já possui forte aceitação por parte dos jogadores – e nesse quesito, a Xbox é a líder. Segundo a CMA, a Xbox possui um market share de cerca de 60% e 70% na modalidade. A vantagem para o player é que, em vez de comprar um console de jogos, que geralmente são caros, é possível jogar em qualquer plataforma, como PCs, notebooks e até smartphones. Além da Xbox, companhias como Sony, detentora do Playstation, e Nintendo, do Nintendo Switch, já adotam o modelo.

Além disso, a Activision Blizzard é dona de franquias bastante adoradas por players ao redor do mundo e que, hoje, são jogadas em diferentes consoles – como o Playstation, principal rival da Xbox. Um dos principais receios da Sony ao longo do processo antitruste é que a compra limitasse acesso a esses jogos nas plataformas do Playstation, em especial a franquia de jogos Call of Duty.

Conheça o Mundo do CX

Mais jogos, mais acesso

No entanto, para liberar a aquisição, a CMA determinou mudanças no acordo de forma a não ferir a concorrência, e essas decisões impactam diretamente na experiência de jogadores em diversas plataformas. Assim, a Xbox concordou em ceder os direitos de distribuição de jogos da Activision Blizzard via cloud para a Ubisoft, empresa francesa responsável por franquias como Asssassin’s Creed e Far Cry. Na prática, isso significa que jogos como Hearthstone, Guitar Hero e Diablo estarão presentes não só na plataforma da Xbox, mas também no serviço de cloud gaming Ubisoft+.

A Ubisoft também recebeu outra vantagem: poderá licenciar os jogos para outras empresas, sendo a única além da Microsoft a poder, além de distribuir os títulos aos jogadores, mas liberá-los para outras marcas.

Call of Duty – uma das séries de jogos mais vendidas para a plataforma Playstation –, no entanto, não será exclusiva do Xbox. A Microsoft concordou também em lançar os jogos da franquia para consoles concorrentes, Playstation e Nintendo, pelos próximos dez anos, ao menos. A franquia já vendeu mais de 425 milhões de cópias, com uma receita de mais de US$ 30 bilhões globalmente.

Diferentemente do que foi imaginado pelos jogadores e pelas empresas da indústria de jogos, a compra não limitará o acesso a jogos nas diferentes plataformas – pelo menos, por enquanto. Pelo contrário, até o momento, a regra do jogo é expandir o acesso. Alguns jogos da Activision Blizzard deverão chegar às plataformas do Xbox, como Xbox Game Pass e xCloud ainda esse ano. Já o desejado Call of Duty e a série Diablo deverão chegar às plataformas apenas no ano que vem. Além de poder acessar os jogos nas plataformas de streaming e cloud da Xbox, os jogadores ainda poderão aproveitar os títulos em outros consoles.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]