Pesquisar
Close this search box.
/
/
Mercado Livre lança criptomoeda própria: Mercado Coin

Mercado Livre lança criptomoeda própria: Mercado Coin

Mercado Coin funcionará como cashback em compras dentro do Mercado Livre e poderá ser usada no Mercado Pago

O grupo Mercado Livre anunciou o lançamento de uma criptomoeda própria, a Mercado Coin. A cripto funcionará uma um benefício que o cliente vai receber quando efetuar a compra de um produto, como se fosse um cashback.

As Mercado Coin podem ser usadas na compra dentro do Mercado Livre, ou mantidas na conta do Mercado Pago e serem trocadas por dinheiro se o cliente quiser.

“É uma inovação no modelo de compra e venda, levando o programa de fidelidade a um novo patamar”, destacou Fernando Yunes, SVP e Country Lead do Mercado Livre Brasil.

Leia Mais: Do Pix ao e-money: presidente do BC indica futuro do dinheiro no Brasil

Expansão gradual

Inicialmente as Mercado Coin estarão disponíveis para 500 mil usuários, escolhidos de forma aleatória. O objetivo do Mercado Livre é ampliar o acesso às Mercado Coin à toda base de clientes do Mercado Livre – atualmente 80 milhões de usuários no país.

A criptomoeda do Mercado Livre será disponibilizada apenas no Brasil, mas o projeto inclui a expansão para toda a América Latina. Foram 18 meses investidos no projeto.

“A nossa cripto é uma evolução dos serviços de loyalty. Ela tem diversidade de casos de uso dentro do ecossistema do Mercado Livre”, destaca Guilherme Cohn, Senior Manager Corporate Development.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

O uso da Mercado Coin será aberto dentro do Mercado Livre, mas nem todos os produtos oferecerão o cashback em Mercado Coin. A seleção das campanhas em que ela estará disponível vai obedecer às demandas do comercial.

“O padrão da quantidade de Mercado Coin disponível é que definirá quantas Mercado Coin serão distribuídas”, explica Cohn.

Não haverá diferença de cotação de acordo com o nível dos usuários do Mercado Livre. Mas neste momento o benefício não vai estar disponível para vendedores. Mesmo que a compra seja realizada com Mercado Coins, os vendedores receberão o valor em reais.

Como funcionará a Mercado Coin

A utilização da Mercado Coin não estará limitada ao ecossistema do Mercado Livre. Num primeiro momento somente transações dentro da plataforma poderão ser feitas com a Mercado Coin, inclusive com o pagamento em real e cripto.

Já dentro da wallet do Mercado Pago, a Mercado Coin já está disponível e poderá ser usada para pagamentos diversos ou ser usada como reserva de valor.

A cotação inicial da Mercado Coin será de US$ 0,10, e depois flutuará de acordo com a demanda de compra e venda.

Leia Mais: Como a tecnologia revolucionou operação dos bancos

Segundo Yunes, “não tem fricção no processo de uso. A Mercado Coin ajuda a unir Mercado Livre e MercadoPago para uma experiência do cliente mais simples e modernizada”.

A tecnologia usada é a blockchain com token standard ERC20 da Ethereum. A opção pelo modelo foi baseada na auditabilidade do sistema, além de segurança para usuários e segurança para escala do projeto.

Já para a custódia dos criptoativos a Mercado Livre fez uma parceria com a Ripio. Pelo menos por enquanto, a Mercado Coin não estará listada em nenhuma outra Exchange.

Leia mais: Mundo cripto vai empoderar acesso do cliente ao digital, diz CEO da Mercado Bitcoin

Imersão no mercado cripto

A Mercado Coin se tornará a quarta moeda negociada pela empresa. Recentemente o Mercado Pago passou a oferecer compra e venda de criptomoedas, em parceria com a Paxos. Já são dispoinibilizadas Bitcoin, Ethereum e USDP.

Apesar das oscilações do mercado de criptomoedas dos últimos meses, Yunes acredita que a criação de uma criptomoeda própria abre um universo enorme de entrada no universo cripto.

Conheça o Mundo do CX

“Oscilações existem, mas pensamos no longo prazo. Para uma empresa inovadora e de vanguarda como o Mercado Livre, traz um horizonte de expansão muito grande”.

A expectativa de adesão é grande. Para comparação, o Mercado Pago já possui 2 milhões de clientes que transacionam criptos.


+ Notícias

Burocracia na hora de consumir é empecilho para 8 em cada 10 brasileiros

Insatisfeita, Geração Z quer mudar cultura corporativa por dentro

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]