Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que as marcas de varejo dizem sobre diversidade e "cura gay"

O que as marcas de varejo dizem sobre diversidade e "cura gay"

Diante da polêmica liberação de atendimentos de "(re)orientação sexual", NOVAREJO procurou marcas do setor para entender como elas se posicionam

Tudo começou com Rozangela Alves Justino, uma psicóloga que teve seu registro profissional cassado em 2009 por oferecer “terapias para curar a homossexualidade”, a tal da “cura gay”. A cassação teve como referência uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que, em outras palavras, determina que os psicólogos não podem exercer qualquer ação que “favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados”.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
A ideia do Conselho, ao contrário, é que os profissionais sejam agentes de promoção a reflexão sobre o preconceito. Contrariada, Rozangela entrou com ação para, dentre outras coisas, derrubar essas regras do Conselho.
O caso teve o seu desfecho no último dia 15, quando o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara do Distrito Federal, concedeu liminar que “libera” esse tipo de “terapia de reversão sexual”. Embora a ata da liminar não tenha citado de forma literal a homossexualidade como doença, foi claro em relação em defender a alteração da resolução do Conselho.
E se está liberada atendimentos para “(re)orientação sexual”, como diz o texto, de forma indireta, essa liberação indica a homossexualidade como doença.
E estava dada a polêmica.
Desde então, as redes sociais brasileiras não pararam. Memes, mensagens e vídeos de protesto e ironia sobre a decisão vieram de todos os lados. E não foram apenas artistas e pessoas comuns que se posicionaram.

O que as marcas dizem

NOVAREJO conversou com diversas marcas sobre o assunto para entender como elas se posicionam em relação ao tema. Por que? Simples: o tema da diversidade de gênero é (ainda bem!) pauta no mundo corporativo, demanda forte de uma geração de consumidores que exige transparência e é intolerante a preconceitos de diversos níveis.
Marcas descoladas e muito ligadas ao público jovem, a Imaginarium e a Reserva se posicionaram publicamente em suas páginas oficiais na internet. À NOVAREJO,  a Imaginarium afirmou que “acredita que a diversidade, o respeito e a liberdade são as chaves para um mundo melhor. O amor não precisa de cura. Lutemos, cada dia mais, por uma sociedade livre de preconceitos.”
A companhia relembrou, ontem (19), em sua página no Facebook, post feito para o dia da Luta contra a Homofobia em 2015.

Já a Reserva disse à redação que a marca “é feita por e para pessoas de todas as crenças, raças e sexos. O amor e o respeito é uma obrigação de todos e a Reserva se preocupa em fazer a sua parte porque é o certo a ser feito. Assumimos a nossa essência, sem medo dos julgamentos.”
Sagaz, a marca de moda carioca, além de se posicionar nas redes, foi rápida ao lançar camisetas com afirmações a favor da diversidade, como “O Amor não é Doença. É cura”:

A marca de cosméticos Avon já colocou o tema em campanhas de marketing. A mais recente, inclusive, é estrelada pelo fenômeno transsexual Pabllo Vitar. A companhia disse que celebra e valoriza a diversidade, “orientando nossas ações para a construção de um mundo inclusivo e com oportunidades para todos, independentemente de gênero, sexo, raça, religião ou qualquer outro fator”. A empresa também se posicionou publicamente.

O Boticário, que teve um de seus comerciais com tema sobre diversidade julgados no Conar, também se fez presente e se manifestou:

Debate amplo

Até mesmo segmentos tradicionais, como o supermercadista, se manifestaram. Ainda mais nestes segmentos, a diversidade é tema debatido, principalmente entre o público interno.  Além de apoiar diversas iniciativas externas sobre o tema, o Carrefour conta com a Plataforma Valorização da Diversidade, desde 2013, com o intuito de promover a inclusão e valorizar a diversidade junto a seus colaboradores, clientes e parceiros.
A partir dessa iniciativa, são realizadas palestras e fóruns e há ainda materiais para uso interno, como o Código de Ética do Carrefour e a cartilha sobre o tema. “Trata-se de um material de uso interno que tem o objetivo de orientar as lideranças da companhia a encontrar a melhor maneira de lidar com a diversidade no dia a dia. A cartilha reúne o que é a diversidade e as boas práticas e valores da companhia, trazendo ainda orientações sobre como solucionar possíveis situações de conflito em cada um dos recortes de diversidade”, disse a empresa à NOVAREJO.
Além disso, afirmou, a companhia conta com um Comitê de Valorização da Diversidade que se reúne regularmente na empresa a fim de monitorar a demografia interna, acompanhar e aprimorar os resultados dessas ações e garantir que o tema diversidade seja transversal em toda a companhia.
No mesmo sentido, o Grupo GPA, também é conhecido por tratar do tema. Nesta semana, a companhia aderiu ao Fórum de Empresas e Direito LGBT. O presidente do GPA, Ronaldo Iabrudi, assinou a carta de adesão “10 Compromissos da Empresa com os Direitos LGBT”, com o objetivo de garantir a igualdade de tratamento entre todos os colaboradores, seja qual for a sua orientação sexual, identidade sexual ou gênero, além de capacitá-los sobre os diversos aspectos relacionados a este público.
“O que estamos propondo no GPA é criar oportunidades. Nosso desafio é muito maior que a assinatura do pacto, é criar um ambiente onde nossos colaboradores possam se expressar. Temos um quadro de mais de 130 mil colaboradores, e mais de 10 mil fornecedores. Por isso, temos um enorme potencial para influenciar positivamente”, disse, em nota, Ronaldo Iabrudi, presidente do GPA.
“Entre os colaboradores do Grupo estão pessoas de diferentes idades, gêneros, raças, orientação sexual e tipos de deficiência. Para nós, esta diversidade é um dos ativos mais importantes da Companhia. Um ambiente diverso potencializa competências e possibilita visões diferentes, que contribuem para o desenvolvimento dos nossos colaboradores e para o crescimento e expansão dos nossos negócios”, enfatizou, em nota, Laura Pires, Diretora de Sustentabilidade do GPA.

Tema ainda pouco universal

NOVAREJO contatou mais de 20 companhias, de diferentes segmentos  do varejo, para entender o que elas pensam sobre diversidade e o que estão fazendo em torno do tema, diante da polêmica da “cura gay”. Como é possível verificar, contudo, poucas responderam ou se manifestaram publicamente sobre isso – o que mostra que, embora a diversidade de gênero deva ser algo natural  – afinal, é uma realidade incontestável – ele ainda é pouco universal. Esperamos que isso mude.
 
*Com Mariana Lima

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]