Pesquisar
Close this search box.
/
/
Mais limite no crédito consignado: bom ou ruim?

Mais limite no crédito consignado: bom ou ruim?

Será que aumentar o limite do crédito consignado é a solução? Ou ainda falta muita educação relacionada ao uso do dinheiro?

Uma medida provisória aprovada na Câmara dos Deputados está causando bons debates na mídia: se aprovada, permitirá que o limite do crédito consignado passe de 30% para 40%, aumento justificado pelo pagamento de fatura de cartão de crédito. Mas será que essa novidade realmente trará apenas benefícios aos cidadãos?

Se pensarmos em juros, com toda certeza essa é uma boa opção. Segundo a Anefac ? Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e contabilidade, as taxas cobradas pelos bancos em relação ao cartão de crédito ultrapassam a marca de 290% a.a., enquanto que as do crédito consignado ficam na faixa de 26,5%, de acordo com informações do Banco Central. Para quem tem dívidas, sempre recomendo que procurem fazer essa portabilidade para pagar juros mais baixos.

Crédito consignado: como utilizar adequadamente

Mas, analisando por outro ângulo, se a pessoa já não conseguia viver com 100% do seu salário ou ganho mensal, como poderá viver com apenas 60% dele? O que acontece é que muitos acabam tendo que fazer outros empréstimos para cobrir, se enrolando no controle das finanças, podendo ter sérios problemas, não apenas financeiros, mas de saúde física e mental.

Então, será que essa não é apenas uma maneira paliativa de resolver um problema? Sim. A questão central disso tudo é o endividamento e a inadimplência da população brasileira, que continua em alta. Promover outras formas de pagar uma dívida não soluciona a causa do problema. É preciso investir em educação financeira, ou seja, ensinar as pessoas a administrarem bem os recursos financeiros, para que possam utilizá-los a seu favor.

Vou dar um exemplo das duas situações citadas acima: suponhamos que uma pessoa ganhe R$ 2 mil por mês, se utilizar os 40% de crédito consignado, passará a receber somente R$ 1,2 mil, ?perdendo? R$ 800. Agora, quando falamos de uma pessoa educada financeiramente, ela utilizaria esses mesmos R$ 800 para aplicar em um investimento para realizar um sonho. Então, após dez anos, ela terá o valor de R$ 217.079,70 (rendimento de 0,65 a.m. e correção anual de 10% de inflação real).

Três em cada dez brasileiros já fizeram empréstimo consignado

Esse é o grande segredo da educação financeira: poupar antes de gastar e não comprar impulsivamente e depois ficar tentando achar meios de honrar com esse compromisso. Nesse caso, os juros estão trabalhando a favor da pessoa (rendimento) e não contra (dívidas). Além disso, quem se planeja consegue realizar muito mais objetivos, pagando à vista, o que garante melhores preços e não compromete o orçamento financeiro de vários meses com parcelas.

Uma boa notícia é que milhares de instituições de ensino públicas e particulares espalhadas por todo o país compreenderam a importância de ensinar hábitos corretos em relação às finanças já na fase infantil e juvenil da vida e incluíram educação financeira em sua grade curricular. Dessa maneira, não só alunos, mas também pais, professores e toda a comunidade em torno da escola aprendem os conceitos na teoria e têm a oportunidade de aplicar na prática.

Empréstimo consignado: atenção ao aumento dos prazos

Para finalizar, reforço: não são as ferramentas de compra e crédito que são o mal da população, mas sim a falta de sabedoria para utilizá-los da melhor maneira possível. É com educação financeira que formaremos uma sociedade mais consciente e sustentável financeiramente, o que reflete em todos os outros âmbitos da vida.

***

Reinaldo Domingos, educador financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e da Editora DSOP, autor do best seller Terapia Financeira e dos lançamentos Sabedoria Financeira e Papo Empreendedor.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]