Pesquisar
Close this search box.
/
/
A nova face das lideranças femininas: como deve ser a gestão em tempos de mudança

A nova face das lideranças femininas: como deve ser a gestão em tempos de mudança

Motivar equipes, promover inovações e adaptar culturas para lidar com questões complexas e cenários imprevisíveis pede um novo modelo de líder? Confira

Tradicionalmente, as qualidades femininas têm sido desvalorizadas no local de trabalho. Porém, vivemos uma época de grandes mudanças que privilegiam as características mais comuns na liderança feminina. De fato, 72% das pessoas acreditam que precisamos de uma nova definição de “líder” no mundo de hoje, de acordo com um estudo recente realizado pela The Female Quotient e pela Deloitte.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Na NRF 2022, maior evento de varejo do mundo, realizado anualmente nos EUA e que este ano retomou a versão presencial, Consumidor Moderno, em parceria com a Varejo 180, acompanhou um painel, reunindo Amira El-Gawly, fundadora e CEO da Manifesta; AnaHenriques, VP Global, bebidas não-alcoólicas AB Inbev, Amy Salcido, General Manager da Kryndryl. Uma conversa que procurou mostrar por que habilidades mais associadas às lideranças femininas estão ocupando o centro das atenções no mundo dos negócios de hoje.

Amira foi a mediadora da conversa, no “Equality lounge” especialmente criado pela NRF, justamente para compartillhar conteúdo e conhecimento sobre equidade e diversidade. Como sabemos, as habilidades femininas foram subavaliadas no mundo corporativo. Mas em um atual cenário tomado por complexidade e incerteza, não será o momento de valorizar mais a capacidade feminina de lidar com problemas? Ana Henriques, da AB INBEV, afirma que este é o momento da empatia, da coolaboração, da capacidade de comunicação, software skills, que normalmente são associadas à liderança feminina. Ela entende que as mulheres podem valorizar mais o entendimento e aplicar a efetividade dessas habilidades mais “suaves” para perseguir os resultados que as empresas almejam.

Leia mais: Dados, liderança e as melhores estratégias para gerir a incerteza

Já na visão de Amy Salcido, da Kryndryl, uma das maiores empresas de infraestrutura de TI do mundo, as mulheres se sentem mais confortáveis com ambientes incertos e voláteis. “Mulheres compartilham sua vida, assumem papeis, em casa e na empresa. Não aconselho ninguém a se esconder por trás de papeis distintos. A mulher deve ser autentica e valorizar essa autenticidade. Isso é essencial para um líder”, afirma.

Mas o que significa, de fato, “mulheres na liderança”? Quais as habilidades, características e ideias que definem essa nova liderança? A ideia básica, além da autenticidade é procurar sempre dar o exemplo. Vale a pena entender que as mulheres com certa frequência procuram estimular os demais líderes, diretores e gerentes a também exercitar essa autenticidade, a empatia e a reforçar características que gostavam de ver nos superiores. Ser líder é uma prática constante, não se baseia em uma bala de prata, mas em um conjunto de práticas diárias, pequenas vitórias e detalhes do dia a dia.

Ana Henriques destaca ainda a sua origem brasileira, e como a paixão e a dedicação do trabalho fazem a diferença. Ela sempre procurou valorizar as vantagens competitivas dos integrantes dos times para que pudessem performar melhor e se sentirem aptos a explorar seu potencial.

Mas estamos passando por um dos períodos mais caóticos da história humana, a pandemia, digitalização, o home office. As mudanças na forma de trabalho acabam por impulsionar o valor da adaptabilidade, de um olhar mais emocional para os aspectos da vida e como se relacionam com o trabalho.E como a liderança lida com isso?

A visão dominante no painel enfatizou o quanto o uso dessas soft skills é uma construção diária, que demanda capacidade de conversa, para mostrar como elas são efetivas para o time, para o negócio e para os resultados. É um trabalho de convencimento e de construção de narrativas convincentes. Os modelos existentes, baseados nas “hard skills” ainda têm valor, mas não são determinantes para levar os times a superar desafios e incertezas.

Logo, a liderança feminina está empenhada em envolver times, para mostrar que as habilidades femininas podem fazer o bem à empresa e que elas podem ser aprendidas e desenvolvidas. Há uma nova mentalidade, que apara arestas e repensa as ideias associadas ao sucesso, o que, consequentemente, muda o conceito do que representa ser bem-sucedido: do plano individual para a construção de sucesso coletivo, que é uma tarefa da líder. Ao mesmo tempo, é importante pensar como maximizar o potencial e o valor dos colaboradores a partir dessas características – empatia, colaboração, narrativa, motivação, diálogo.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Táticas para a tomada de decisões e o futuro da loja física

A experiência do cliente e sua influência na transformação do varejo

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]