Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os impactos do ESG no e-commerce

Os impactos do ESG no e-commerce

Olhando através das lentes ESG, é esperado o surgimento de potenciais desafios para as empresas do segmento do e-commerce

Nos últimos dois anos venho me dedicado (no tempo livre) ao estudo do ESG. Tenho feito parte do Grupo de Capitalismo Consciente, do Pacto Global e estudando muito sobre o Sistema B. Contudo, vejo que o meio que atuo (digital e compras online), vem sendo deixado de lado quando falamos na transformação mais que necessária do ESG no Mundo.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

As vendas no segmento de e-commerce no Brasil cresceram a uma taxa anual composta (CAGR) estimada de 22,6% nos últimos 10 anos (segundo o relatório da XP) ao mesmo tempo em que a covid-19 e as restrições aos espaços físicos aumentaram as compras online. Sem dúvida, teremos muito desse comportamento sendo mantido no futuro, uma vez que a “comodidade” e a percepção de poupar o tempo é o fator que mais leva as pessoas a mudarem um hábito e migrarem para o e-commerce.

Leia mais: As tendências de comportamento que vão definir a próxima década

No entanto, olhando através das lentes ESG (do termo em inglês Environmental, Social and Governance), também esperamos que esse movimento leve ao surgimento de potenciais desafios ESG para as empresas do segmento.
Sem duvida, as empresas de e-commerce vão precisar rever seus conceitos, como os pilares de sustentabilidade (logística, embalagens e emissões de carbono envolvidas nisso), social (como envolver mais e mais setores da população e gerar renta nesse setor) e o meio ambiente, pensando em uma semiótica mais voltada ao setor.

Leia mais: A hora e a vez da logística: o que o consumidor espera de inovações do setor?

No setor ambiental e sustentabilidade: a reciclagem, a logística e a reversa, as operações de baixo carbono (destaque com obrigatoriedade de combustíveis menos poluentes em suas entregas e substituição da dependência rodoviária) e o consumo de energia usando fontes renováveis será um grande desafio, que alguns players já estão levando em consideração.

No setor social: será necessário aos players do mercado de compras digital ultrapassar o desafio da gestão da mão de obra, incluir programas de engajamentos, pesquisas de clima, unir diversidade de gêneros e benefícios realmente competitivos que ajudem na retenção.

Além de pensar ações voltadas para saúde mental desses funcionários que são constantemente expostos a competição e metas muito agressivas do ambiente digital. As empresas deverão criar padrões trabalhistas para sua cadeia de suprimentos, verificar e criar grupos de controle para terceiros, fornecedores afim de garantir que todas leis e regulamentações sejam cumpridas, pensando ainda no seu padrão de qualidade.

Temos também a privacidade e a segurança dos dados. Lembramos que o e-commerce e os portais de varejo e mesmo bancos digitais são constantemente atacados e violados, o treinamento de privacidade e segurança dos dados deve estar pronto para isso incluindo seus fornecedores e sistemas.

Leia mais: As principais tendências de cibersegurança em 2022

Para governança, sempre menciono como KPI principal para todas empresas, independente do tamanho e do setor, mas para empresas de e-commerce se trata de uma questão de sobrevivência, trabalhar desde o inicio seguindo as normas e criar um bom conselho de administração abre portas e mostra que os números estão longe do virtual e sim do mundo real, da contabilidade real. O desafio dos conselhos é ter diversidade e garantir que todos os outros pilares de ESG sejam criados, mantidos e reforçados.

ESG não é moda, a agenda 2030 é crucial para nossa existência enquanto humanidade e isso é um dever de todos.

Para quem não conhece eu sugiro o acesso ao site Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável.  Ali conseguimos ver todos os objetivos de desenvolvimento sustentáveis do Brasil, até 2030.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

*Por Fátima Bana, mestre em comportamento do consumo digital, embaixadora de consumo consciente e CEO da Rent a CMO, empresa de consultoria de marketing focada em branding e growth. 


+ Notícias

O uso de aplicativos na jornada do consumidor

O que vem depois do #brandlovers? Agenda 2030 ESG já definiu

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]