Pesquisar
Close this search box.
/
/
/
IA no setor público será fundamental

IA no setor público será fundamental

A adoção de IA no setor público desponta como a chave para melhorar a experiência do cidadão, nos serviços e no atendimento. Veja essa e outras previsões da Freshworks sobre IA para 2024

Pessoas terão acessos a oportunidades que mudarão suas vidas

Por Girish Mathrubootham, CEO da Freshworks

Previsão 1

Girish Mathrubootham, CEO da Freshworks

Previsão 2

Em 2024, a IA generativa capacitará muitas pessoas que anteriormente estavam excluídas dos benefícios da tecnologia. Será como a revolução das fintechs em muitos países, como a Índia e o Brasil. Os agricultores de repente puderam negociar preços justos das safras porque tiveram acesso a informações de mercado em tempo real. Astrólogos que iam de casa em casa puderam de repente receber pagamentos usando QR codes. Veremos muitas pessoas que terão acessos a oportunidades que mudarão suas vidas por causa da IA generativa.

Previsão 3

No próximo ano, ainda passaremos por um período em que algumas pessoas acreditarão que inserir comandos na IA generativa é uma habilidade técnica fora de alcance. Você poderá até ver algumas empresas ganhando dinheiro ao oferecer esse tipo de serviço. Com a viralização da IA e as recompensas por conta do seu uso cada vez mais evidente, prevejo que mais pessoas aprenderão como tirar proveito dela. Da mesma forma, os engenheiros de prompt treinarão modelos de linguagem tão bem que logo já estarão em busca das próximas grandes oportunidades.

As empresas mais inteligentes não esperam para serem regulamentadas

Por Dennis Woodside, presidente da Freshworks:

Previsão 1

O próximo ano será o ano em que os CEOs esperam que os líderes de atendimento ao cliente adotem uma estratégia de IA responsável, para melhorar as relações com os clientes, reduzir custos e melhorar a eficiência, e melhorar o valor de cada interação.

Previsão 2

O poder das ferramentas de IA generativa, para melhorar a produtividade dos agentes e a satisfação no trabalho, aumentar a taxa de autoatendimento e analisar dados não estruturados, é instantaneamente atraente neste cenário.

Previsão 3

Dennis Woodside, presidente da Freshworks

Cada vez mais empresas deixarão perfeitamente claro quando você está interagindo com IA e não com um ser humano, seja por meio de um rótulo distinto ou nomeando seus bots de uma forma que torne tudo memorável cada vez que você estiver conversando. Isso é bom para a transparência.

Já vi isso acontecer durante revoluções tecnológicas anteriores. As empresas mais inteligentes não esperam para serem regulamentadas porque as soluções técnicas dos governos não produzem exatamente experiências suaves e muito menos agradáveis para os clientes.

Previsão 4

A pressão por uma melhora no atendimento público fará com que a IA estreie entre as instituições governamentais. Normalmente, os cidadãos não esperam que os seus órgãos governamentais demonstrem um excelente serviço ao cliente ou que satisfaçam quaisquer necessidades em mudança com a tecnologia mais recente.

Surpreendentemente, veremos estas instituições iniciarem a adoção da IA generativa, num esforço para corresponder à experiência do consumidor das empresas e organizações públicas. Pense nisso. Eles são mantidos de acordo com as expectativas dos seus eleitores, assim como as empresas públicas são com seus clientes e investidores. Aqueles que ignorarem esta pressão contrastarão muito mais com as gestões eficientes.

Previsão 5

A IA generativa revolucionará o ensino superior. As instituições educacionais aproveitarão a IA generativa para reduzir o atrito das partes interessadas, fornecendo serviços e suporte sem precedentes. Veremos o encerramento do capítulo sobre funções que tradicionalmente ocupam muito tempo do corpo docente e da equipe administrativa. Será aberto um novo capítulo que tornará o trabalho muito mais satisfatório, libertando-os de tarefas mundanas. Isto estabelecerá novos padrões contra os quais estas organizações são julgadas.

Previsão 6

O TI é a forma de tecnologia mais essencial em qualquer empresa. Tanto que em 2024 veremos CIOs inteligentes capazes de divulgar o valor de excelentes soluções de gerenciamento de serviços para departamentos fora de TI. Isso acabará com a escolha da solução de luxo da qual todos os outros membros do time de suporte já ouviram falar.

CIOs precisarão provar que não estão usando IA apenas por usar

Por Prasad Ramakrishnan, CIO da Freshworks

Previsão 1

Em 2024, nós veremos a IA ir além do ciclo do hype e impulsionar a eficiência em TI. Como qualquer outra tecnologia nova, a AI ainda está passando pelo ciclo do hype. As pessoas estão começando a entender melhor como a IA funciona e, em 2024, nós vamos romper essa bolha do hype com casos de uso mais válidos. Os CIOs precisarão provar que não estão usando IA apenas por usar. À medida que vemos profissionais de TI adotarem a IA para automatizar processos e impulsionar a eficiência, os CIOs precisam estar preparados para equipar suas equipes com as melhores ferramentas de IA caso queiram otimizar fluxos de trabalho em toda a organização.

Prasad Ramakrishnan, CIO da Freshworks

Previsão 2

Para os CIOs da próxima geração, nunca seja uma solução procurando por um problema. O CIO de hoje precisa entender como os setores de RH, vendas e administrativo operam para poder ser um consultor de confiança e melhorar a tomada de decisões de TI por toda a organização. Não pense que você sempre precisa ir atrás do novo objeto brilhante e esteja pronto para aconselhar sua equipe sobre isso. Um exemplo disso é trabalhar ao lado do seu CFO para garantir que o departamento de TI tenha um orçamento suficiente, não gastando demais em softwares não utilizados e definindo o problema antes de buscar uma solução.

Previsão 3

Soluções superficiais de IA serão expostas. Recursos de Saas excessivamente complicados que afirmam automatizar, mas na realidade só têm um “adesivo de IA” serão expostos após diminuir algumas horas de trabalho produtivo. Os usuários estão ficando cada vez mais inteligentes quando se trata de IA, e uma pesquisa recente mostra que a maioria dos profissionais de TI (71%) estão usando IA para otimizar sua própria carga de trabalho.

Previsão 4

A racionalização dos aplicativos é fundamental, especialmente na nova era da IA. A consolidação e a racionalização de ferramentas continuarão sendo um tema em 2024. A pandemia forçou muitas organizações a fazer seleções rápidas e, em alguns casos, abaixo do ideal, de ferramentas. Há um desejo de reduzir a complexidade na pilha de tecnologia e isso é algo que veremos continuar no próximo ano.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]