Pesquisar
Close this search box.
/
/
IA vai tornar recuperação de crédito mais barata e eficiente

IA vai tornar recuperação de crédito mais barata e eficiente

Tecnologia é capaz de melhorar a experiência do cliente que está inadimplente ao identificar padrões e apresentar soluções personalizadas

Pioneira no Brasil em criar uma plataforma de inteligência artificial (IA) para recuperação de crédito baseada na versão mais atual do ChatGPT (4), a startup de cobrança digital Monest quer facilitar o acesso ao serviço de recuperação de crédito às PMEs.

Segundo a empresa, a inteligênciaartificial (IA) pode reduzir em até 35% os custos do serviço de recuperação de crédito, o que abre uma oportunidade para as empresas de menor porte também contratarem serviços especializados em cobrança.

Thiago Oliveira, fundador e CEO da Monest,  defende que o mercado de cobrança de valores passará por uma profunda transformação causada pela IA, já nos próximos meses.

Isso vai ocorrer não só em função do atendimento feito por assistentes virtuais com IA apresentar maior potencial de produtividade e eficiência, mas, principalmente, por tornar o serviço mais acessível a quem não tem orçamento para contratar empresas de call center. Para o executivo, o uso de IA nas atividades de cobrança vai democratizar a contratação de serviços de cobrança.

“O serviço de cobrança de dívidas por empresas especializadas ainda é, majoritariamente, contratado por grandes empresas, por requerer um custo mínimo relativamente alto. Por reduzir o custo de contratação, a IA abre uma grande oportunidade para as PMEs também contratarem serviços de cobrança de empresas especializadas nesta atividade”, define.

Já para o mercado como um todo, o efeito da IA na cobrança pode ser altamente relevante, visto que o total de recebíveis novos gerados a cada ano no Brasil é estimado em R$ 13 trilhões.

“Esse valor, somado ao saldo dos empréstimos feitos através do sistema financeiro nacional, que é superior a R$ 5 trilhões, e utilizando o percentual de 5%, comumente aceito para atrasos superiores a 60 dias no Brasil, resulta em um mercado potencial de quase R$ 1 trilhão para empresas especializadas em cobranças de dívidas”, aponta Oliveira.

Leia mais:
Tecnologia de hipersegmentação por IA pode aumentar vendas em 40%

Recuperação de crédito é realidade no Brasil

Segundo dados do Serasa Experian, o Brasil possuía, em abril de 2023, 71,4 milhões consumidores inadimplentes, número que vem crescendo desde julho de 2022 e que representa mais de 43% da população adulta. O total das dívidas negativadas gira em torno de R$ 340,6 bilhões.

O Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian também revelou que, em fevereiro deste ano, 6,5 milhões de negócios entraram na lista de negativação. Esse foi o maior número de toda a série histórica do índice, iniciada em janeiro de 2016. O montante de dívidas totalizou o valor de R$ 112,9 bilhões, sendo que em média, cada empresa com o nome no vermelho tem 7 dívidas vencidas por CNPJ.

A maior parte das empresas que estão na lista de inadimplência é do setor de Serviços, representando 53,8% do total. Em sequência estão os empreendimentos dos segmentos de Comércio (37,3%), Indústria (7,7%), Primário (0,8%) e Outros (0,4%), que contempla a área financeira e o terceiro setor.

E com o aumento da inclusão financeira no país, o mercado de crédito tem aumentado muito, o que demanda a necessidade de eficiência por parte das fintechs e bancos digitais para oferecer o serviço. Isso torna o Brasil um ótimo lugar para testar novas modalidades de recuperação de crédito.

“Podemos citar as adaptações de regulamentações. O Brasil é um mercado com regulamentações rigorosas o que permite à IA a possibilidade de garantir a conformidade. Tudo isso, somado à quantidade de pessoas que possuem acesso às redes sociais, facilita muito o contato e a comunicação com esses clientes por meio de canais digitais, como a plataforma MIA faz”, exemplifica Thiago Oliveira.

Além disso, o profissional reforça que a IA pode ajudar na saúde financeira de consumidores e empresas em termos de gestão de orçamento e educação financeira, garantindo que as pessoas entendam sua capacidade de pagamento e recebimento, permitindo uma melhor organização da saúde financeira. Já para empresas, pode auxiliar na análise de crédito, prevenção a fraudes e automação de cobrança.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Primeiro acordo realizado por IA

Em maio, a Monest realizou o primeiro acordo para pagamento de débito pendente, conduzido totalmente por assistente virtual com IA generativa. “Possivelmente, este foi o primeiro caso de êxito de acordo para pagamento de dívida feito 100% por inteligência artificial baseada na versão GPT-4, que foi lançada há pouco menos de dois meses”, acredita o fundador da Monest.

Ele destaca que a empresa foi uma das primeiras convidadas pela desenvolvedora do sistema, OpenAI, a testar a versão 4. “Isso nos ajudou a customizar rapidamente a plataforma MIA, já incorporando os novos recursos do ChatGPT”, revela Thiago Oliveira.

O caso real de recuperação de crédito intermediado pela MIA foi realizado para uma fintech de crédito que concede empréstimos sem garantia. O cliente em débito possuía inadimplência de cinco meses.

A Monest começou a rodar a MIA em sua base recentemente e a ideia é, progressivamente, impactar as mais de 150 mil pessoas que estão em situação de débito com as empresas clientes.

A plataforma conduz negociações por meio de diálogos naturais e oferece propostas de acordo, levando em consideração o perfil de cada cliente. A assistente de negociação interpreta as respostas do devedor e oferece soluções para o pagamento de forma facilitada para que o cliente consiga encaixar a despesa no seu orçamento.

Conheça o Mundo do CX

O futuro é IA por voz

Para Thiago Oliveira, neste primeiro momento, o atendimento via IA vai otimizar a cobrança de dívidas para valores menores. Para valores maiores, a empresa está desenvolvendo um robô de IA por voz. De acordo com o executivo, a renegociação verbal é mais indicada para dívidas de valores maiores, visto que os devedores tendem a preferir uma negociação mais individualizada, tentando um acordo mais vantajoso do que as ofertas de prateleira.

“Vamos continuar focados em trazer inovações para o segmento de cobrança. Queremos ser pioneiros ao trazer ao mercado uma IA que atua por voz”, antecipa o executivo.

Segundo o fundador e CEO da Monest, isso depende muito da evolução da capacidade de processamento dos motores e linguagem de AI, uma vez que o que há disponível no momento ainda não permite que a experiência de interação verbal seja exatamente igual a uma conversa entre humanos.

“Contudo, acreditamos que isso mudará em breve e já estamos trabalhando para sermos os pioneiros nesta tecnologia também. Teremos um portfólio de soluções para clientes de todos os portes e para dívidas de todos os tamanhos”, completa.

Tecnologia de ponta em prol do consumidor

As principais tecnologias de IA que podem contribuir para otimizar a renegociação de dívidas e a recuperação de crédito são o machine learning (aprendizado de máquina), que consegue ajudar a prever padrões de pagamento e devedores mais propensos a quitar suas dívidas.

“Ultimamente, tem se falado muito da tecnologia financeira e das soluções de linguagem generativa que ajudam a criar chatbots com qualidade de atendimento muito superior aos praticados no mercado. Aliás, é essa tecnologia que usamos na MIA”, frisa o fundador e CEO da Monest.

“Acreditamos que as aplicações que se utilizam de IA e, principalmente, da IA generativa vão mudar muito a forma que nos relacionamos, tanto na cobrança como no atendimento ao cliente”, finaliza.



+ NOTÍCIAS
O poder da inteligência artificial: 10 estratégias inovadoras para turbinar o e-commerce e surpreender os clientes
Mais da metade dos brasileiros se preocupa com impactos da IA

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]