Pesquisar
Close this search box.
/
/
O futuro do entretenimento: o que importa quando nada mais importa?

O futuro do entretenimento: o que importa quando nada mais importa?

Debate no Cannes lions revela as novas tendências do entretenimento, particularmente na música. Estamos diante de uma fase que valoriza a mediocridade ou à frente de uma nova era de ouro?

As marcas têm responsabilidades ainda mais críticas e profundas nessa aurora da era digital. E muitas empresas nativas digitais estão às voltas com problemas de reputação, sendo o Facebook a mais exposta. Por esse motivo, a audiência do Cannes Lions assistiu com redobrado interesse ao painel: “O que importa de agora em diante”. Um debate que reuniu Lyon Cohen, Head global de música do YouTube, Lubomira Rocket, Chief Digital Officer da L’Oreal, Annie Mac, DJ da rádio BBC e Susan Woycicki, a carismática CEO do YouTube, e tratou sobre como dados e algoritmos podem estar no cerne de uma nova era de ouro para a música pop.

Susan começou o painel falando sobre acesso e abertura, as características essenciais do YouTube que permitem que milhões de pessoas no mundo possam ver e rever ideias e formas de expressão por meio dos vídeos postados na plataforma. Ao mesmo tempo, ela destacou o compromisso da empresa em detectar e expelir vídeos de conteúdo ofensivo e “estar do lado certo da história”.

Para a executiva, a forma pela qual a abertura da plataforma se coloca para as pessoas permite ampliar o seu engajamento, criar novas oportunidades para os anunciantes e novos conteúdos que possam ser acessados frequentemente, construindo uma nova forma de entretenimento de alto nível.

Lubomira Rocket, Chief Digital Officer da L’Oreal, juntou-se a Susan no painel para falar justamente sobre a transformação digital da gigante de beleza e a influência da cultura popular expressa e encontrada no YouTube nesse processo. A empresa adotou um plano estratégico que previu inserção completa em ambientes digitais e intensa produção de conteúdo para ser repercutida nas plataformas sociais.

A L’Oreal viu no YouTube um caminho interessante para consolidar sua transformação digital porque a plataforma representa a democratização de conceitos de beleza e que há muitos e muitos canais dedicados ao assunto, em diferentes níveis, além de consumidores que consomem o conteúdo de modo expressivo.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Susan acredita que os vídeos são uma via de mão dupla: oferecem conteúdo que engaja e pode ser consumido em qualquer local, mas demandam cada vez mais preparo das empresas e dos produtores para manter esse interesse ativo. Enquanto a Unilever defendeu aqui em Cannes uma limitação e verificação do conteúdo contratado junto aos influenciadores (porque supostamente “compram audiência”), a L’Oreal está direcionando esforços – bem-sucedidos, diga-se – nesse tipo de conteúdo. É provável que a superexposição dos influenciadores venha brevemente a configurar um problema de imagem de marca, caso seu uso continue indiscriminado. De todo modo, a L’Oreal ainda se beneficia desse recurso.

A executiva do YouTube aproveitou o painel para comunicar o lançamento de uma nova suite criativa, que permite lançar vídeos e fazer Testes A e B, para assim permitir a empresas em geral obter indicadores mais precisos de efetividade em campanhas e ações de conteúdo. Ela diz que o Google não se cansa de desenvolver novos indicadores no âmbito do Analytics justamente para tornar mais simples e mais preciso o conteúdo a ser publicado na plataforma.

Na sequência, a DJ da rádio BBC, Annie Mac e Lyon Cohen, do YouTube juntaram-se à conversa justamente para demonstrar as possibilidades dos vídeos na distribuição de música. O que levou um produtos musical e curador experiente como Lyon a adotar o YouTube? Ele conta que deixou a Warner, com muitos receios, entre eles o da distribuição consolidada, estável e provavelmente difícil de permitir a difusão de novos artistas. Isso porque a distribuição física ou por streaming já tem players vencedores e poderosos, gravadoras de um lado; Spotify e Apple de outro.

Cenário

Parra o produtor, há um ecossistema riquíssimo na música, o que o faz sentir-se novamente envolvido pelo que faz. O head de música do YouTube diz que a plataforma permite descobrir novos talentos e acredita sensivelmente que o futuro da indústria da música passa pela desintermediação e a conversa e contato frequente e direto entre o artista e os consumidores. É isso o que o entusiasma no YouTube. “Eu penso que cada artista entusiasma quando publica na plataforma. Adoro afro hits, Beyoncé, um modelo de como se usa a plataforma, porque envolve descoberta cultural”. Essa abordagem cultural, do foco da plataforma como produtor cultural foi assimilada por Annie Mac.

O YouTube considera que a plataforma poderá trazer à luz talentos como JayZ, Aretha Franklin ou Kurt Cobain e que isso passa talvez pela forma de conteúdos assinados, como já fazem Spotify e Apple Music.

O fato é que o YouTube faz parte da cultura popular global. Como nenhuma outra plataforma na história, ele consegue disseminar conteúdos que ganhem presença global. Música, histórias, fatos, ideias, curiosidades, aprendizados estão disponíveis em quantidades espantosas nos arquivos do YouTube. Finalmente, músicos e fãs ganham um novo app que pretende reinventar a indústria; o YouTube Music, melhor e mais inteligente, com mais serviços e recursos.

O que importa de agora em diante é que o YouTube está forte no jogo do engajamento e da captura do tempo da audiência. Com tecnologia, recursos e um fabuloso Big Data dos usos e preferências dos usuários, a plataforma áudiovisual do Google quer ser a maior referência global em cultura pop.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]